Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Dinheiro na poupança é coisa do passado!

Dinheiro na poupança é coisa do passado!

Saiba porque este tipo de investimento não é mais viável e como diversificar as suas aplicações financeiras reduzindo riscos e aumentando o bolo!

Apesar da poupança ser o instrumento de investimento mais popular do Brasil, quem se informa o mínimo possível sobre finanças consegue entender que essa preferência não tem nada a ver com o seu resultado, visto que ano após ano, o retorno da aplicação em poupança tem ficado abaixo da inflação. Isso significa que o seu dinheiro está “perdendo valor de compra”, já que o preço para consumir os principais produtos básicos da economia cresceu mais do que o capital aplicado neste investimento.

Para Sílvio Azevedo, consultor, educador financeiro, palestrante e CEO da AZV Finanças, em Belo Horizonte, este quadro é péssimo. “Atualmente o Brasil tem muitas opções de investimentos tão seguras quanto a poupança e que oferecem um retorno muito maior. Infelizmente, a falta de informação sobre essas aplicações ainda deixa as pessoas persistirem neste erro. Apenas 5% dos ricos mantêm o seu dinheiro na Poupança, enquanto 70% da população pobre deixa o seu recurso praticamente parado lá”.

Certamente, a baixa rentabilidade é o que torna este tipo de investimento muito ruim em um país onde a desvalorização da moeda é constante. “Opções como o Tesouro Direto, que é a compra facilitada de títulos públicos, podem oferecer rentabilidade superior à poupança com a mesma segurança e liquidez compatível.. Ainda nesta linha, apenas ao comparar com o Tesouro, a poupança rende cerca de 6% ao ano, enquanto já existem títulos com praticamente o dobro de rentabilidade. Uma pessoa física pode comprar títulos a partir de valores baixos, como R$ 200,00”, citou o especialista.

É hora de diversificar!

Para sair de vez da poupança, o investidor precisa antes de tudo entender sobre a necessidade de diversificar. Para Sílvio, vale a pena variar as aplicações com ativos de maior potencial de retorno e também perfis mais moderados, isso distribui e reduz os riscos em mais de um tipo de investimento. “Não precisa saber tudo sobre o universo financeiro para começar a aplicar. A diversificação é importante na gestão de qualquer carteira individual. Começar aos poucos é um bom passo”.

Além disso, o FGC (Fundo Garantidor de Crédito), garante segurança ao seu dinheiro. Atualmente, este fundo assegura o investidor em até R $250 mil, para casos de quebra do banco que ele tenha dinheiro aplicado em determinados ativos.

Azevedo ainda alerta que o investidor que abrir os olhos para a diversificação pode ainda ir para outros caminhos ainda melhores e até mais rentáveis, como as ações que pagam dividendos. “Algumas boas empresas pagam bons dividendos, que são uma parcela do lucro apurado e distribuído aos acionistas. Se escolhidas de forma correta, tendem a render mais que a poupança. O investidor neste caso deve pesquisar mais sobre o histórico da empresa antes de começar. É um investimento que demanda um pouco de atenção e cautela”, observa.

Ele acrescenta que a recompra de ações através do pagamento de dividendos é uma das estratégias mais rentáveis para o investidor de longo prazo, que pode ainda ganhar com a valorização desta empresa. “Na dúvida procure sempre um educador financeiro para orientá-lo sobre as melhores formas de investimento. Você pode buscar uma consultora inicial para conseguir caminhar sozinho logo depois e aumentar cada vez mais os seus recursos”, sugeriu Silvio.

Fonte: Sílvio Azevedo, administrador de empresas, com ampla experiência no setor bancário e consultoria, especialista em mercado e educação financeira. Membro do MDRT (Million Dollar Round Table). É diretor e fundador da AZV Investimentos (azvinvestimentos.com.br / Redes Sociais: @silviocazevedo)


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo