Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Aprosoja/MS receberá demanda de agricultores com prejuízos e repassará ao Mapa

Em visita ao Mato Grosso do Sul, no município de Naviraí, a Ministra da Agricultura Tereza Cristina, se dispôs a avaliar caso a caso dos agricultores prejudicados com a estiagem, que impactou o desenvolvimento das lavouras de soja. Os agricultores deverão encaminhar seus relatos de dificuldades financeiras para a Aprosoja/MS – Associação dos Produtores de Soja e Milho (), que encaminhará com urgência ao Mapa, para avaliação, na busca por alternativas.

“O impacto não vai ser só na agricultura, será no comércio local, nos municípios que deixam de ter a circulação de recursos, na pecuária. Quando o campo vai bem, a cidade vai bem [...] precisamos que encaminhem todas as dificuldades, tem gente que é arrendatário, outros estão na terceira frustração, outros já estão no limite com o banco, é preciso entender o mais rapidamente possível, para que possamos discutir. Resolver tudo, não vamos resolver, acho muito difícil, mas acho que podemos tentar resolver a maior parte dessas coisas”, explicou a Ministra a um grupo de mais de 50 agricultores da região Sul de MS.

Segundo o presidente da Aprosoja/MS, André Dobashi, a Associação está dedicada desde o primeiro dia útil do ano no levantamento das perdas, ocasionadas pela estiagem. “Por meio do projeto SIGA, o Governo de MS, o Sistema Famasul e a Aprosoja/MS, tem percorrido o máximo possível de propriedades rurais, identificando os pontos críticos, que até o momento foram identificados ao Sul, Sul-fronteira, Sudeste e Sudoeste. A ministra vir, in loco, conferir a situação, demonstra sua vontade de amenizar os impactos, e vamos nos empenhar para que tenhamos notícias melhores, para isso pedimos o apoio dos agricultores impactados para que nos procurem, com os relatos de forma urgente, de modo a não impactar seus investimentos já na safrinha que iniciará em breve”, destaca Dobashi.

O Secretário da Semagro, Jaime Verruck, apontou para a necessidade de se debater a entrega física da soja, para contratos particulares, firmados com antecedência. “Temos que olhar muito o produtor na estrutura de fundo de caixa. Vamos sentar com as cooperativas, e verificar questões sobre o problema da não entrega fixa, muitas cooperativas a gente sabe que tem atitude correta, mas boa parte do estado não vem fazendo isso, então precisamos também fazer uma discussão. Não há por que aplicar uma multa, porque o produtor não vai ter como pagar. Sabemos que tem uma relação contratual privada, mas vamos trazer o Ministério para fazer algum tipo de discussão [...] nesse primeiro momento temos que trazer um esforço, uma investigação, de ações de curto prazo para resolver aqueles que estão com problemas”, relata.

Antes da reunião, que ocorreu na sede da Copasul, a ministra, acompanhada do presidente do Sistema Famasul, Marcelo Bertoni, do secretário de Política Agrícola do Mapa, Guilherme Bastos; do subsecretário de Política Agrícola do Ministério da Economia, Rogério Boueri; do chefe do Departamento de Crédito Rural e Proagro do Banco Central, Cláudio Filgueiras; e do diretor de Agronegócio do Banco do Brasil, Antônio Carlos Wagner Chiarello, sobrevoou e percorreu via terrestre, lavouras de Ponta Porã e Naviraí.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo