Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Globalmente, mais de 70% das empresas desejam executar a maioria de suas aplicações na nuvem

58% das companhias brasileiras dizem já ter a infraestrutura de TI com uma divisão uniforme entre nuvem pública e data center

As empresas estão acelerando a movimentação para a nuvem. É o que aponta o estudo "A Verdade na Nuvem", divulgado pela Veritas Technologies, líder mundial em proteção de dados corporativos e infraestrutura definida por software. A pesquisa aponta que 47% dos entrevistados caracterizam o estado atual da infraestrutura de sua empresa como uma divisão uniforme entre nuvem pública e data center. Se levarmos em conta apenas o Brasil, o número é ainda maior: 58%. E o cenário futuro é bastante promissor: mais de 70% gostariam de executar a maioria ou todos os seus aplicativos na infraestrutura de nuvem pública - entre os brasileiros, o número é de 68%, bem parecido com a média global.

Em parceria com a Cascade Insights, a Veritas ouviu 1.645 arquitetos e administradores de nuvem de 15 países para entender suas opiniões e visões sobre a infraestrutura de backup, além de suas ideias sobre o futuro da proteção de dados na nuvem. O resultado do estudo aponta que a nuvem como facilitadora dos negócios digitais modernos é o principal impulsionador dessa aceleração.

Empresas investem em novas soluções

A natureza cada vez mais distribuída dos sistemas de TI é um dos principais motivos pelos quais muitas empresas estão aumentando o investimento na tecnologia usada para protegê-las e garantir sua segurança. No Brasil, 56% das empresas alocaram verba em novas soluções para lidar com a proteção de dados em nuvem nos próximos 12 meses. Embora o resultado seja positivo, ainda assim, é menor do que a média global: de acordo com a pesquisa, 70% afirmam destinarem verba com esse propósito, e a maioria ainda espera que seu orçamento para backup e recuperação de dados aumente substancialmente nos próximos três anos.

Além disso, no Brasil, mais de 38% das companhias usam soluções de terceiros para fazer o backup de dados hospedados na nuvem - menos que a média global de 50%. No entanto, onde os entrevistados são responsáveis tanto pelos workloads on-premise quanto pelos baseados na nuvem, quase metade prefere fazê-lo com uma única solução de backup.

"À medida que a dependência da nuvem aumenta, as organizações precisam empregar estratégias de gerenciamento de dados e investimentos mais robustos, mas flexíveis o suficiente para ajudar na transformação, ao mesmo tempo em que mitigam riscos", explica Gustavo Leite, Country Manager da Veritas Brasil.

Para a Veritas, conforme há uma aceleração da iniciativa das empresas em relação à transformação em nuvem, também aumenta a confiança das companhias na Veritas. A empresa registrou um crescimento de quatro vezes na quantidade de dados passando de ambientes on-premise para as duas principais nuvens públicas. Isso sem contar o enorme aumento no número de workloads do NetBackup™ que foram movidos para a nuvem no mesmo período.

"Nossos clientes estão escolhendo predominantemente a nuvem para novas cargas de trabalho e implementações avançadas. Hoje, muitas organizações se beneficiam da orquestração de recuperação de desastres, proteção de dados na nuvem e ambientes híbridos on-premise e na nuvem", afirma Deepak Mohan, vice-presidente executivo de proteção e compliance de dados corporativos da Veritas. "Nossa plataforma integrada Enterprise Data Services facilita a extensão da proteção de nível corporativo do on-premise para a nuvem e garante que os dados estejam sempre disponíveis, em conformidade e seguros", finaliza.

Estratégias de disponibilidade e proteção de dados baseadas em nuvem

Enquanto as organizações estão escolhendo a nuvem para uma variedade de implantações, três casos de uso demonstram as estratégias mais comuns empregadas atualmente pelas empresas:

• Nuvem como armazenamento - A primeira incursão na adoção da nuvem para muitas empresas é executar aplicações on-premise enquanto usa a nuvem para armazenamento. Para garantir que seus dados sejam armazenados e protegidos com segurança, a empresa de serviços financeiros Profuturo Group implementou o Veritas NetBackup Appliances para recuperação rápida e o CloudCatalyst para transferência otimizada de dados para a nuvem da AWS com retenção de longo prazo. Essa mudança ajudou a acelerar as operações de backup e recuperação de dados, além de melhorar drasticamente a eficiência.

"Mover o armazenamento de dados para a nuvem via NetBackup e CloudCatalyst não apenas melhorou nossos processos de proteção de dados, mas também nossa capacidade de atender às necessidades de armazenamento, disponibilidade de dados e conformidade de nossos clientes e com os regulamentos governamentais", diz Mario Alberto Correa Fuentes, gerente de produção e mudanças do Profuturo Group.

• Proteção de dados na nuvem para cargas de trabalho de aplicações baseadas em nuvem - À medida que as cargas de trabalho de aplicações mudam para a nuvem, aumenta a necessidade de proteger os dados baseados em nuvem. Muitas empresas estão implantando proteção de dados na nuvem para atender a essa necessidade. A empresa global de serviços ambientais Veolia decidiu melhorar a eficiência e reduzir custos transferindo todas as aplicações e dados dos data centers on-premise para a AWS.

"Saber que todos os nossos dados estão em um local central e que podemos acessá-los instantaneamente é um grande benefício do uso do NetBackup com a AWS. Uma restauração de dados que pode levar dias em nosso ambiente on-premise pode ser concluída em segundos ou minutos na AWS", declara Aurélien Durand, engenheiro de armazenamento e backup da Veolia.

• Nuvem como um data center sob demanda para recuperação de desastres - Enquanto algumas organizações optam por migrar toda a infraestrutura do data center para a nuvem, outras desejam usar a nuvem como um recurso sob demanda para recuperação rápida durante um desastre - natural ou causado pelo homem. Quando a China International Marine Containers, Ltd. (CIMC) , quis mover suas aplicações críticas para a nuvem, adotou uma solução da Veritas que replica dados entre um dispositivo on-premise e o armazenamento em nuvem da Amazon Web Services (AWS). A solução atende às preocupações de recuperação de desastres, enquanto melhora significativamente a eficiência da proteção de dados em toda a empresa.

"A Veritas possui a tecnologia líder do setor e um sólido conhecimento, com uma equipe local profissional", diz Jinjie Pan, CIO da CIMC. "A Veritas está se tornando nosso parceiro mais importante para a estratégia de transformação digital. Por meio da solução de gerenciamento de dados da empresa, podemos atender aos requisitos de negócios e preparar o caminho para nossa inovação futura."

A Pesquisa

O estudo "A Verdade na Nuvem", realizado pela Veritas Technologies em parceria com a Cascade Insights, ouviu 1.645 arquitetos e administradores de nuvem, em 15 países (EUA, Reino Unido, França, Alemanha, Suíça, EAU, Canadá, México, Brasil, Austrália, Nova Zelândia, Cingapura, China, Japão e Coreia) para entender suas opiniões e visões sobre a infraestrutura de backup, além de suas ideias sobre o futuro da proteção de dados na nuvem. Para obter mais informações sobre estratégias de proteção de dados na nuvem, visite http://www.veritas.com/solution/cloud.

Sobre a Veritas

A Veritas Technologies é líder global em gerenciamento de dados corporativos. Mais de cinquenta mil empresas - incluindo 98% das empresas da Fortune 500 - confiam na companhia para abstrair a complexidade de TI e simplificar o gerenciamento de dados. Nossa plataforma Enterprise Data Services automatiza a proteção e orquestra a recuperação de dados em todos os lugares, garante a disponibilidade 24x7 das aplicações críticas de negócios e fornece às empresas os insights necessários para cumprir as regulamentações de dados em evolução. Com uma reputação de confiabilidade em escala e um modelo de implementação para atender a qualquer necessidade, a Veritas suporta mais de 500 fontes de dados e mais de 150 tipos de storage, incluindo 50 nuvens. Saiba mais em https://www.veritas.com. Siga-nos no Twitter em @veritastechllc.



Publicidade



Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

Mais Itens ::

NEWSLETTER SEGS