Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Soluções de cidades inteligentes valorizam mercado imobiliário, apontam especialistas

Soluções de cidades inteligentes valorizam mercado imobiliário, apontam especialistas

Regiões que adotam tecnologias e soluções de smart cities atraem novos moradores e aquecem mercado, segundo especialistas da área. São Paulo, Paraná e Santa Catarina são alguns dos estados com iniciativas na área

Tornar espaços urbanos mais conectados, sustentáveis, participativos, seguros e eficientes para os cidadãos é a premissa das smart cities — também chamadas de cidades inteligentes, em português. As cidades inteligentes são, antes de mais nada, localidades onde os cidadãos possuem mais qualidade de vida, o que gera um círculo virtuoso que inclui ambiente favorável para a instalação de novas empresas e atrai moradores. Uma das consequências disso, de acordo com especialistas, é que o mercado imobiliário é aquecido em regiões que adotam soluções “smart”.

“Um empreendimento localizado em uma área mais conectada e segura tende a ter um valor imobiliário maior. Isso cria diferenciação”, aponta Beto Marcelino, sócio-diretor do iCities, empresa especializada em soluções para cidades inteligentes. “Atualmente há diversos novos projetos de condomínios, loteamentos e bairros inteligentes no Brasil. O mercado imobiliário está começando a perceber maior valor em agregar conceitos de cidades inteligentes.”

Bairro Pedra Branca, em Santa Catarina. Foto: Reprodução/Cidade Pedra Branca

Um exemplo é o bairro Pedra Branca, localizado em Palhoça, Santa Catarina. A localidade, que começou a ser planejada no fim dos anos 1990, é referência em sustentabilidade, modernidade e qualidade de vida. “Com o conceito de cidade inteligente, o bairro criou diretrizes de construções sustentáveis, ao mesmo tempo em que integra os edifícios com as áreas centrais de convivência. O bairro tem atraído grandes polos de inovação como a unidade Pedra Branca do Centro Empresarial para Laboração de Tecnologias Avançadas (CELTA), mais universidades, comércio e um novo estilo de vida para a região”, conta Marcelino.

O desejo em viver, empreender e trabalhar em um ambiente inteligente se tornou um negócio. O bairro Cidade dos Lagos, localizado em Guarapuava, na região centro-sul do Paraná, começou a ser construído em 2010 de forma planejada a partir de tecnologias e soluções das smart cities. Dentro dos 3 milhões de metros quadrados do megabairro — cuja área é formada por 40% de áreas verdes — é possível adquirir lotes para construções residenciais ou comerciais. Outro produto são os apartamentos do Residencial Cidade dos Lagos, prédio com tecnologias agregadas, como área para recarga de bicicleta e patinete elétricos e sistema inteligente de portaria eletrônica.

Outro exemplo nacional é o empreendimento O Parque Brooklin, em São Paulo. O projeto integra centro comercial e empresarial, espaço para gastronomia, áreas projetadas para usuários de bicicletas e a construção de um parque público de 10 mil metros quadrados entre os edifícios. “O parque integra o empreendimento à cidade, criando um ambiente agradável para que as pessoas ocupem o espaço, o que também promove uma maior sensação de segurança nos arredores”, diz Eduardo Mazzarolo, que é sócio do iCities ao lado de Marcelino e de Caio Castro.

Rua inteligente

Em Curitiba, a Alameda Prudente de Moraes combinou tecnologia e economia criativa, transformando-se em uma verdadeira “rua inteligente”. Considerada a primeira rua interativa do Brasil, a alameda recebeu minúsculos dispositivos de tecnologia de localização — chamados beacons — capazes de transmitir para smartphones, via Bluetooth, informações sobre serviços existentes na rua. E o melhor: tudo ocorre automaticamente e não é preciso baixar nenhum aplicativo. O projeto foi realizado pela startup curitibana MCities, empresa parceira do iCities que é especializada em comunicação urbana, e adota soluções da chamada “Internet das Coisas”, com rede de tecnologia embarcada, sensores e conexão capaz de coletar e transmitir dados.

Alameda Prudente de Morais, no centro de Curitiba, é a primeira rua interativa do Brasil. Na imagem, QRCodes em uso. Foto: Cesar Brustolin/SMCS/Reprodução

Por meio de um pop-up no celular, quem passa em frente aos estabelecimentos da rua recebe informações sobre descontos e promoções especiais. A região também tem estações de patinetes compartilhados e calçadas amigáveis para os pedestres. Localizada na área central da capital paranaense, a alameda agrega comércio e residências, o que garante movimentação de pessoas durante o dia e à noite.

“O aumento dos negócios na Alameda Prudente de Moraes valorizou em mais de 15% os imóveis, e outras ruas próximas sentiram o efeito dominó pela região”, afirma Marcelino. “Aliadas à tecnologia, a inovação e a economia criativa acabam reverberando para a cidade. Muitos empreendedores perceberam isso e estão criando projetos imobiliários que se diferenciam com o uso de conceitos “smart” para atrair seu cliente principal. Quanto maior for a integração, a segurança, o bem-estar e a praticidade, maior é o potencial de valorização”, indica o especialista.

Sobre o iCities

O iCities foi fundado em 2011 com a visão de que as cidades devem ter papel muito mais proativo no desenvolvimento da sociedade. Dentre os projetos de maior relevância da empresa estão a vinda e organização do maior congresso do tema de smart cities de Barcelona para Curitiba – o Smart City Expo Curitiba. O iCities também trabalha com consultoria para projetos de smart city para municípios de todo o país.



Publicidade



Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

Mais Itens ::

NEWSLETTER SEGS