Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Relatório “Conversations” da Capgemini destaca influência dos líderes do mercado na implementação de práticas e regulamentos éticos de IA

A edição especial do Capgemini Research Institute inclui visões de líderes de todos os setores sobre as razões pelas quais as organizações precisam adotar uma abordagem centrada nas pessoas para criar sistemas de Inteligência Artificial (IA) de forma ética e transparente. Bem como compreender a importância dos princípios, padrões e regulamentos na criação ética digital e aproveitar isto para uma transformação de negócios bem-sucedida que supere a concorrência

O Capgemini Research Institute anuncia o lançamento do “Conversations” (1), um relatório especial que oferece insights críticos dos líderes do setor sobre uma série de questões éticas que a proliferação da Inteligência Artificial (IA) desencadeou. O relatório inclui uma gama diversificada de perspectivas sobre como lidar com as questões de ética e transparência na IA e o papel das diretrizes e regulamentações neste espaço.

A publicação baseia-se em uma pesquisa global lançada recentemente, realizada pelo Capgemini Research Institute: a “Why addressing ethical questions in AI will benefit organizations” (em tradução literal, “Por que abordar questões éticas na IA beneficiará as organizações”). Projeto que investigou questões que as organizações estão enfrentando hoje, como o ritmo acelerado dos avanços tecnológicos que está ultrapassando as estruturas éticas atuais, e fornece recomendações de especialistas para enfrentar os desafios.

“A IA deve mudar radicalmente a maneira como as organizações gerenciam seus negócios e é uma tecnologia revolucionária que mudará o mundo em que vivemos. As entrevistas com líderes e profissionais para este novo relatório enfatizaram suas implicações de longo alcance e a existência da necessidade de infundir ética no design de algoritmos de IA. Eles também deram imensa importância à necessidade de tornar a IA transparente e compreensível, a fim de criar uma maior confiança”, afirmou Jerome Buvat, chefe global do Instituto de Pesquisa Capgemini.

Em um mundo em que a IA deve se tornar tão avançada que tomará certas decisões de negócios, as entrevistas do relatório destacam como é importante não abdicar da responsabilidade, especialmente se uma decisão suscitar preocupações éticas. Adotar uma abordagem centrada no ser humano para criar uma IA ética e transparente também é uma consideração importante.

Saskia Steinacker, chefe global de transformação digital da Bayer, que desempenhou um papel fundamental no desenvolvimento da agenda digital da empresa com foco em novos modelos de negócios para acelerar o crescimento, observou: “Nosso objetivo na área da saúde não é permitir que a IA tome decisões, mas ajudar os médicos a tomar melhores decisões. A IA tem seus pontos fortes -- analisando grandes quantidades de dados e gerando insights que um ser humano nunca teria pensado antes. É capaz de identificar certos padrões, como imagens radiológicas, e suporta o diagnóstico de um médico. A IA visa melhorar ou aumentar as capacidades dos seres humanos”.

1 A publicação anual emblemática do Instituto de Pesquisa Capgemini - “Revisão da transformação digital” foi renomeada como “Conversations”.

Embora diretrizes e regulamentos deem garantias à sociedade e aumentem a confiança do consumidor em novas tecnologias, o relatório destaca que é necessário equilibrar a legislação com a autorregulação para evitar sufocar a inovação. Paul Cobban, diretor de dados e transformação da DBS, um grupo multinacional de serviços bancários e financeiros com sede em Cingapura, observou: “Os regulamentos implementados com o equilíbrio certo e no melhor interesse de todas as partes envolvidas são imperativos para obter ótimos resultados. As empresas precisam pensar no equilíbrio entre os direitos do indivíduo e os direitos das empresas. O outro desafio em torno da regulamentação é que, em um mundo cada vez mais conectado, as regulamentações de uma parte do mundo diferem das de outras partes. Os reguladores têm o dever de colaborar entre si e apresentem algum tipo de abordagem básica para isso”.

Lanny Cohen, diretor de inovação da Capgemini, disse: “A adoção da IA ​​não é mais uma escolha -- é uma obrigação e em breve será algo onipresente. A implementação correta da IA ​​é fundamental para o planejamento de negócios no longo prazo e o crescimento sustentável. No entanto, a IA precisa ser aplicada com uma abordagem ética e responsável, que seja transparente para usuários e clientes, incorpore a privacidade, garanta justiça e construa confiança. As implementações de IA devem ser imparciais e abertas à divulgação e a explicação”.

Para este relatório, o Capgemini Research Institute entrevistou uma série de especialistas e profissionais de vários mercados, incluindo seguros, bancos, farmacêutico e ciências da vida; os principais especialistas acadêmicos de Harvard, Oxford e do MIT e o diretor de uma associação industrial chamada DigitalEurope.

Uma cópia do relatório pode ser baixada aqui.

Sobre a Capgemini

Um dos líderes globais em consultoria, serviços de tecnologia e transformação digital, a Capgemini se mantém na vanguarda da inovação, para apoiar seus clientes, de maneira abrangente, em oportunidades de nuvem, tecnologias digitais e plataformas, que estão em constante evolução. Com base em nosso sólido patrimônio de 50 anos e no profundo conhecimento específico em indústrias, apoiamos organizações na concretização de suas ambições de negócios, por meio de uma completa gama de serviços que cobrem desde a estratégia até a operação. A Capgemini tem a convicção de que o valor da tecnologia para os negócios vem das pessoas e por meio delas. Somos uma empresa multicultural de 200 mil profissionais, distribuídos em mais de 40 países. Em 2018, o Grupo Capgemini reportou uma receita global de 13,2 bilhões de euros.



Publicidade



Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

Mais Itens ::

NEWSLETTER SEGS