Brasil,

Startup gaúcha vai formar e contratar mais mulheres para área de programação

Para combater a desigualdade de gênero, Combate à Fraude apoia formação de mulheres em tecnologia; meta é ter 20% de mulheres no time de desenvolvimento e produto

Venâncio Aires (RS), 12 de janeiro de 2022 - Diante da escassez de mão de obra qualificada no mercado de tecnologia e da necessidade de promover a equidade de gênero, a startup de tecnologia gaúcha Combate à Fraude criou um programa de educação e profissionalização para empoderar e incentivar mais mulheres a trabalhar com programação.

O GuriasDev oferece bolsas de estudo e conteúdo para fomentar a formação de desenvolvedoras. Em sua primeira etapa, o programa ocorreu em parceria com a edtech Rocketseat, que ministra cursos e palestras para a comunidade de dev (diminutivo do inglês developers, que significa desenvolvedores).

A iniciativa teve início no mês de novembro do ano passado e 10 jovens mulheres ganharam bolsas de estudo para o curso de iniciantes da escola de programação, onde elas aprenderão, do zero, os fundamentos do desenvolvimento.

Este foi o primeiro passo do GuriasDev, que prevê uma série de ações de engajamento para mulheres nos próximos anos.

Sentindo na pele

Ser a única programadora em uma startup de tecnologia despertou a vontade de Camila Sbrussi em mudar esse cenário de desigualdade de gênero que é comum nesse mercado. Segundo um estudo divulgado pela Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), ainda existe uma diferença enorme entre homens e mulheres no mercado de Tecnologia: 14,8% de mulheres contra 85,2% de público masculino.

A ideia para a criação do GuriasDev partiu de Camila juntamente com a líder de marketing, Carla Dualib. Para fazer algo mais concreto e colocar as ideias em prática, as duas conversaram com outros colegas que compartilhavam das mesmas impressões sobre a questão de igualdade de gênero no trabalho. A causa logo foi abraçada também pela liderança da startup e foi assim que o programa foi concebido.

“Quando o assunto é equidade de gênero, a área da TI ainda tem muito a avançar para se tornar um ambiente mais atrativo para mulheres. Esse é um pontapé inicial para algo maior, que é incentivarmos o protagonismo feminino na área tecnológica”, comenta Camila.

Contratação de desenvolvedoras

Ao formar futuras desenvolvedoras, a Combate à Fraude pretende aproveitar parte dessa mão de obra qualificada para trabalhar na empresa. Ao todo, no momento, 52 profissionais trabalham na área de desenvolvimento e produto da Combate à Fraude. A meta é ter 20% de mulheres trabalhando na área de engenharia e produto até o final de 2022.

“Queremos incentivar mais jovens mulheres a ingressarem no mercado de TI. Para isso, nada mais justo do que apoiarmos desde o início do processo, ou seja, a formação tecnológica”, explica a HR Business Partner, Leticia Hinterholz. “Além de combatermos fraudes de identificação digital, também vamos combater a desigualdade de gênero”, complementa.

Como parte do programa, Leticia adianta que para este ano estão previstos processos de seleção específicos para mulheres. Devem ser abertas aproximadamente 40 oportunidades de trabalho para desenvolvedores e muitas delas terão como foco o público feminino.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo