Brasil,

Indústria lança site trilíngue para mostrar, no Brasil e no exterior, ações de sustentabilidade adotadas pelo setor produtivo do país

O Projeto Indústria Verde é um banco de dados, informações e pautas. O objetivo é dar visibilidade às empresas que já trabalham alinhadas às melhores práticas globais e inspirar as demais

A indústria brasileira tem dado contribuições relevantes à agenda ambiental e tem enorme potencial para liderar esse processo em diversos setores. Tem trabalhado incessantemente para reduzir a emissão de gases de efeitos estufa por meio do investimento em pesquisa e desenvolvimento (P&D), inovação, uso racional dos recursos naturais e estímulo à adoção de práticas sustentáveis. Ações alinhadas com a estratégia da Confederação Nacional da Indústria (CNI) rumo a uma economia de baixo carbono baseada em quatro pilares: transição energética, mercado de carbono, economia circular e conservação florestal.

Para dar visibilidade a todas essas ações, no Brasil e no exterior, a CNI lança, com o apoio das associações setoriais, o site Indústria Verde. A plataforma digital traz, em três idiomas (português, espanhol e inglês), dados, conteúdos relevantes e informativos com foco nas ações da indústria e meio ambiente. São notícias e cases de sucesso relacionados ao projeto nacional defendido pela CNI, dentro da estratégia de consolidar uma economia de baixo carbono.

De acordo com estudo do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), esta será uma década decisiva para enfrentar os desafios de mudança climática; e o setor produtivo é um dos pioneiros a assumir a responsabilidade de estimular a implementação dos compromissos climáticos no país. Esta tem sido uma prioridade para vários segmentos industriais.

“Na indústria, a transformação verde já começou. O site mostra, por meio de exemplos concretos, que é possível conciliar o desenvolvimento e o meio ambiente. A ideia é que ele se torne uma referência nacional e internacional sobre essa temática e ajude a inspirar empresas de diversos setores a trabalharem alinhadas com as melhores práticas globais”, detalha Davi Bomtempo, gerente de Desenvolvimento Sustentável da CNI.

Um espaço para o debate amplo e qualificado

O site tem o propósito de tornar-se um espaço qualificado para o amplo debate sobre o tema com foco na visão da indústria sobre regulamentações e discussões em curso nos fóruns que tratam da sustentabilidade em nível nacional ou global como a COP26, a ser realizada em novembro em Glasgow. Os cases presentes no site Indústria Verde se relacionam a pelo menos um dos quatro pilares: transição energética, mercado de carbono, economia circular e conservação das florestas.

Na área de transição energética, a plataforma traz, por exemplo, cases relacionados à expansão do uso de fontes renováveis, uso de biocombustíveis e a ações de eficiência energética.

Também integram o roll de cases, exemplos de indústrias que investem no sistema “cap and trade”, em que empresas com volume de emissões inferior ao autorizado podem vender o excedente para as que lançam uma quantidade maior de gases de efeito estufa na atmosfera, o que estimula investimentos em tecnologias limpas.

O pilar da economia circular está presente em diversos exemplos e consiste na gestão estratégica dos recursos naturais, ampliando práticas como ecodesign, manutenção, reuso, remanufatura e reciclagem, ao longo de toda a cadeia de valor.

O tema da conservação florestal apresenta-se como igualmente fundamental para o setor industrial, que defende a ampliação das áreas sob concessão florestal no país, o fortalecimento do manejo florestal sustentável e o estímulo aos negócios voltados à bioeconomia. Dentro desse pilar, a CNI defende ações efetivas de combate ao desmatamento ilegal e às queimadas, sobretudo, na Amazônia, fundamental para reduzir os riscos associados às secas nas áreas de produção agropecuária e à perda da biodiversidade.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo