Brasil,

Arquitetura do restaurante Selvagem, em pleno Parque do Ibirapuera, cria uma atmosfera tropical aos frequentadores

Vista da fachada do Restaurante Selvagem, que contou com o projeto de arquitetura e paisagismo realizado pelo escritório Plantar Ideias | FOTO: Arthur Sayeg Vista da fachada do Restaurante Selvagem, que contou com o projeto de arquitetura e paisagismo realizado pelo escritório Plantar Ideias | FOTO: Arthur Sayeg

Com um projeto integrado à natureza, projeto realizado pelo escritório Plantar Ideias promoveu a revitalização, acessibilidade e coexistência com a flora do mais importante parque urbano da capital paulista e um dos mais fotografados do mundo

O primeiro projeto concretizado e já em funcionamento dentro de um plano maior de revitalização do grandioso e tradicional Parque do Ibirapuera, em São Paulo, é o Restaurante Selvagem, que abriu suas portas para o público no dia 17 de maio. Rodeado por uma vegetação nativa e por espécies escolhidas a dedo, o empreendimento, que chama a atenção dos apreciadores do parque e da gastronomia, emerge entre as árvores, folhagens e flores que crescem na ampla área verde paulistana (também chamado carinhosamente de Ibira) e que engloba mais de 150 hectares em plena região centro-sul da capital paulista.

Responsáveis por revitalizações urbanas em grande escala, criação de paisagens, design de condomínios, de áreas externas e de convivência, o trabalho do escritório Plantar Ideias, dos arquitetos Luciana Pitombo e Felipe Stracci, alinhou a reforma do espaço destinado ao restaurante com a revitalização do Parque do Ibirapuera. Na essência, o trabalho empreendido no projeto de arquitetura e paisagismo foi conduzido pela essência da projeção da paisagem urbana, que traz sempre a assinatura da própria natureza. Com a tropicalidade no cenário externo, os profissionais acreditam na mudança da relação das pessoas com a cidade onde vivem.

Na entrada do restaurante Selvagem Ibirapuera, que fica próximo ao Portão 5 do parque, o visitante é recebido pelo paisagismo que se conecta com a proposta do local | FOTO: Arthur Sayeg

Como o Ibirapuera é tombado em três esferas: municipal, pelo DPH - Departamento de Patrimônio Histórico e pelo Conpresp – Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo); estadual, pelo Condephaat – Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico; e federal, através do Iphan – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, todas as mudanças e intervenções propostas pelos arquitetos da Plantar Ideias foram rigorosamente avaliadas antes de acontecerem e se pautaram pelo pilar básico da estrutura natural do parque.


“O fato do Parque do Ibirapuera ser tombado também tornou nosso olhar para o projeto o mais delicado possível. A delicadeza da revitalização que propusemos à edificação se revela com a integração entre a arquitetura e natureza, paisagismo e iluminação, originando uma atmosfera lúdica e de imersão na paisagem do local”, explica Felipe Stracci, diretor de Arquitetura e Design da Plantar Ideias, sobre a atuação que reforçou o cuidado com a preservação do patrimônio e o intuito de revivescer o ambiente.

As mudanças partiram de uma edificação já existente e suas alterações foram efetuadas dentro desse espaço já demarcado, onde existia uma estrutura de banheiros públicos, uma pequena lanchonete e um deck cimentado. “O local sempre foi muito integrado com a mata e a natureza do Parque, porém não tirava partido dessa relação. O intuito da reforma foi o de qualificar o espaço e reintegrá-lo com a natureza e ao convívio do parque”, revela Luciana Pitombo, diretora de Projetos. Para o Selvagem, a proposta incluiu a ampliação da área do deck de madeira, por meio de uma estrutura que o manteve suspenso ao solo. Além de manter a permeabilidade, as alterações da estrutura incluíram a ampliação da cozinha, um novo layout para os sanitários e outros detalhes fundamentais para manter a capacidade do espaço de acordo com as normativas vigentes de acessibilidade.

O deck de madeira projetado pelo Plantar Ideias garante a permeabilidade do solo e possibilita uma visão ampla dos visitantes | FOTO: Arthur Sayeg

Com gastronomia do chef Filipe Leite e mixologia de Jairo Gama, o Restaurante Selvagem conta com um cardápio inspirado na tropicalidade, com ingredientes típicos da culinária brasileira, desde temperos até vegetais e frutas, presentes desde as opções de entrada até os drinques, sempre acompanhando a proposição imersiva com a flora do parque.

“O grande diferencial do restaurante é conexão com a natureza e uma profunda experiência que passa por todos os sentidos. O respeito para com a paisagem e a natureza presentes no parque e o intuito de criar um espaço de acolhimento com o novo deck, que contou com uma cobertura minimalista que interferiu, o mínimo possível na percepção do espaço aberto foram os fios condutores que nortearam a condução do nosso projeto”, caracteriza Luciana sobre a planejamento arquitetônico do restaurante.

O foco na remodelação interna acompanhou o olhar atento quanto às questões normativas de acessibilidade do restaurante, que apresenta capacidade máxima para 230 pessoas. Na planta baixa que compreendia uma estrutura de lanchonete, o projeto da Plantar Ideias promoveu a ampliação da área total por meio da mudança de layout dos sanitários e novas aberturas que deram visibilidade para a uma cozinha, completamente modernizada e equipada para atender as demandas do novo restaurante. No que diz respeito aos materiais, a reforma se orientou na manutenção das características existentes, incorporando pisos técnicos e itens mais robustos.

A parte externa do restaurante também é outro atrativo, que ganhou uma cobertura de estrutura metálica com acabamento na cor preta. A sobriedade do projeto garante que a natureza ganhe o maior destaque na paisagem e a cobertura de policarbonato dialogue com a luminosidade natural, deixando que ela entre e faça sua harmonização com os toldos retráteis de tecido.

Estrutura metálica e os novos acessos aos banheiros compõem a construção sóbria e com cores neutras que propiciam à natureza a expressão de engrandecer o projeto arquitetônico promovido pelo Plantar Ideias | FOTO: Arthur Sayeg

Paisagismo do Restaurante Selvagem

O conhecimento botânico é outra vertente do trabalho dos arquitetos do Plantar Ideias, que escolheram, a dedo, cada espécie que integrada na paisagem, criando ambientes orgânicos e com um ecossistema próprio. “Nosso pensamento foi propiciar privacidade e integrar, ao máximo, o restaurante ao parque”, enfatiza Felipe. Situado em uma zona de bosque, com uma abundante área sombreada por árvores de grande porte como as Figueiras (Ficus elastica), os arquitetos investiram em espécies nativas de Philodendrons (pinnatifidum) e Antúrios (Affine) que completam a cena com folhagens grandes e exuberantes, bem adaptadas a esta situação de sombra. Para reforçar o contexto silvestre da Mata Atlântica, o paisagismo implementado também envolveu espécies com perigo de extinção, como as Palmeiras Patis (Syagrus botryophora). “Definimos sua presença na face do restaurante com maior presença do sol. Estas palmeiras são muito leves e possuem uma textura linda, criando uma composição muito tropical”, completa o diretor de Arquitetura e Design da Plantar Ideias.

Para finalizar, o restaurante conta com um lago rodeado por begônias, samambaias, bromélias e cheio de peixes. “O frescor e o movimento da água criam um pequeno oásis em meio ao bosque no parque”, arremata Luciana.

Fauna, flora e gastronomia se unem no restaurante Selvagem Ibirapuera, inaugurado em maio de 2022. | FOTO: Arthur Sayeg

“O projeto foi pensado para ser integrado à natureza, com máximo respeito ao limite das árvores e as raízes existentes. Buscamos tirar maior partido possível da área externa, compreendendo que ela é o grande protagonista do lugar”, finalizam os profissionais que se preparam para as próximas implementações no Parque Ibirapuera. “O projeto foi pensado para ser integrado à natureza, com máximo respeito ao limite das árvores e as raízes existentes. Buscamos tirar maior partido possível da área externa, compreendendo que ela é o grande protagonista do lugar”, finalizam os profissionais que se preparam para as próximas implementações no Parque Ibirapuera.

Um projeto macro e os próximos passos

Desde dezembro de 2019, a concessionária Urbia passou a administrar o parque do Ibirapuera a partir da licitação que ganhou junto à Secretaria do Verde e Meio Ambiente do Município de São Paulo, iniciando suas atuações em 2020. Dentro desse contexto, o escritório Plantar Ideais foi contratado para projetar e colocar em prática as mudanças necessárias durante a gestão da Urbia.

“A Plantar Ideias presta serviço na elaboração dos projetos de arquitetura e paisagismo, colaborando com um coletivo de muitas disciplinas e interlocutores, elevando o grau de complexidade para os resultados de transformação do Ibirapuera”, comenta Luciana sobre o trabalho focado no parque, reconhecido dos principais pontos turísticos da cidade de São Paulo.

Contudo, a ligação dos profissionais do escritório com o parque é anterior ao regime de concessão. “A Plantar Ideias está envolvida no processo de mudança e revitalização do Parque Ibirapuera desde 2017, quando a Prefeitura publicou um edital de Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) para a concessão de 14 parques municipais, dentre eles o Ibirapuera. Somo um dos escritórios de arquitetura que entregou um estudo de melhoria para o Parque e, desde então, seguimos engajados”, relembram os profissionais.

Com inúmeros projetos em vista, a ação do Plantar Ideias assemelha-se a uma semeadura, já prestes a florescer. “Dentro do Plano de Intervenção, a Urbia ainda pretende conceber uma série de melhoria no parque, dentre elas, algumas com projetos arquitetônicos e paisagísticos elaborados por nosso escritório e que, logo também, poderão ser usufruídas pelo público”, revela Felipe sobre algumas ações futuras do escritório dentro do Ibirapuera.

“O projeto de reforma do restaurante só se fez possível pelo trabalho que vem sido elaborado desde 2020 para a Urbia, que é a concessionário do Parque, responsável pela gestão, melhorias e operação deste e de outros parques no munícipio”, reforçam os profissionais do escritório Plantar Ideias.

Sobre o escritório Plantar Ideias

Plantar Ideias iniciou suas atividades em 2016 com atividades destacadas pelas diferentes escalas do design para as áreas externas e o propósito de criar objetos e lugares que promovam o bem-estar e contato com a natureza. Na busca do escritório, peças, lugares e cidades devem o equilíbrio entre a criatividade e a técnica, vem como a harmonia, leveza e a tropicalidade – seja no meio urbano ou natural, público ou privado.

O desenvolvimento do design dos projetos é único e leva em si a assinatura da tropicalidade brasileira combinada com a devida compreensão das necessidades e desafios que cada projeto se propõe. Na Plantar Ideias, acredita-se que definir o futuro de um lugar envolve um exercício coletivo, contextual e orientado por valores.

​Através dos projetos, são afirmadas diversas perspectivas, disciplinas combinadas, intercâmbio aberto, profundo envolvimento com clientes e comunidades, comprometimento com a história e o contexto, curiosidade sobre novas formas de pensar e a criação com base em dados e tecnologias emergentes, que levam a um design mais forte.

Fundada por Felipe Stracci e Luciana Pitombo, os arquitetos uniram suas expertises de conhecimento técnico de projetos de arquitetura e elaboração de grandes projetos urbanos com know-how botânico e de paisagismo, desenvolvendo uma maneira de planejar e executar traduzida em abordagem mais sensível e apurada sobre as questões do meio natural e a construção da paisagem, seja ela por meio de um mobiliário, um jardim ou uma cidade. O desejo é o de conceber melhor espaços de convivência, lazer, descanso e aprendizado para as pessoas.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo