Brasil,

Brasileira Solvian e multinacional Percepto selam parceria em drones e robôs autônomos para Indústria 4.0

Empresas prometem revolucionar a forma como a indústria 4.0 gerencia ativos, monitora infraestrutura e prevê falhas em operações

A brasileira Solvian, empresa de soluções de monitoramento de ambientes e ativos com sensores IoT para Indústria 4.0 e a multinacional Percepto, líder em soluções autônomas de monitoramento de instalações industriais via drones e robôs, acabam de fechar uma parceria.

Com o acordo, a Solvian ampliará a abrangência de seus softwares de monitoramento de ambientes, ativos e manutenção preventiva de máquinas, que passarão a prever falhas que chegam como dados visuais também pelo ar, coletados por drones autônomos, que não precisam de piloto. Com isso, as empresas que utilizam o software poderão receber, em minutos, alertas e análises preditivas a partir de imagens de vídeo e térmicas capturadas durante um vôo programado em locais de difícil acesso, onde engenheiros levariam semanas e poderiam errar analisando pelo olho humano.

Segundo Daniel Vilas, diretor geral da Solvian, as soluções das duas empresas se complementam e a sinergia dos times promete acelerar o desenvolvimento e comercialização dos produtos em um mercado com uma demanda crescente. “Agora podemos resolver qualquer necessidade de monitoramento de qualquer tipo de indústria, chegando até a predição, que é conseguir prever que algo vai falhar antes que aconteça, seja por terra, água e agora, junto com a Percepto, pelo ar”.

A meta é crescer não só na oferta de serviços, mas também na base de clientes no Brasil e América Latina. "Atualmente com clientes na Colômbia, Argentina e Costa Rica, nossa expectativa é dobrar de tamanho, comparado ao ano anterior", conta Vilas, que espera atingir pelo menos R$ 14 milhões de faturamento até o final de 2022.

O executivo explica que os drones não serão vendidos separadamente e, sim, farão parte de um modelo SaaS (Software as a Service), sendo gerenciados pelo software da Percepto. As indústrias poderão fazer uso do aplicativo pela internet, pagando pelo serviço como assinatura anual. “As empresas que contratarem o serviço serão treinadas a operar os sistemas de drones e robôs, a programar as rondas, a fazer a leitura dos relatórios, sempre com total acompanhamento da Solvian no Brasil. O suporte (nível 1 e nível 2) também será prestado pela Solvian, bem como a manutenção dos drones e robôs. E, quando necessário, será escalado o suporte de Israel e Estados Unidos”, explica Vilas.

Segundo Dante Dominguez, diretor de vendas para a América Latina da Percepto, como os drones são adaptados para atividades industriais, eles sobrevoam os locais programados e depois voltam para uma base, uma espécie de caixa, que recarrega as baterias do drone por indução. “É diferente de um drone normal, do qual você tem que trocar a bateria manualmente. Além disso, ele transfere as imagens e dados coletados (tanto visuais como as da câmera térmica) para um gateway da base, que envia os dados para a nuvem e vai para a Percepto, onde são feitas as análises e o processamento desses dados com inteligência artificial para a geração de relatórios e BI”.

“Os gestores ou engenheiros recebem alertas sobre a saúde dos ativos não importa aonde estejam no mundo. Depois de avisados que um problema foi encontrado, e em qual momento do vídeo ele aparece, a empresa pode, por exemplo, ampliar aquela imagem, e constatar que se não fizer uma manutenção, uma troca, ou outro tipo de reparo, daqui seis meses ou um ano poderá ter um problema maior. Essa é a grande vantagem do software. Ele faz análises e predição com machine learning e não somente entrega imagens ou vídeos para serem analisados pelo olho humano, como é a ideia do público geral sobre drones”, esclarece Daniel Vilas.

Mercado em ascensão

Segundo a Droneii, especializada em pesquisas, o Brasil vai puxar o crescimento do setor na América do Sul - o país continuará sendo o maior na região, e deve crescer 11,3% anualmente entre 2021 e 2026, uma taxa superior a grandes mercados, como os Estados Unidos (6,8%) e China (9,7%). Entre os três segmentos desse setor - serviços, hardware e software – o que mais se destaca é o de serviços, que deve atingir faturamento anual de US$ 32,2 bilhões em 2026, representando 79,3% do mercado. A área que mais deve utilizar os serviços de drones é a de Energia. Hoje, ela já é a principal usuária e seguirá assim pelos próximos anos, seguida de Construção, Agricultura, Transporte, Logística Interna e Armazenagem.

A Florida Power & Light Company (FPL), uma das principais empresas de fornecimento de energia dos EUA, por exemplo, utiliza a tecnologia da Percepto para inspecionar a sua rede de distribuição elétrica, diz Dante Dominguez. O drone consegue detectar anomalias térmicas em até 3 metros de profundidade, embaixo da terra. Quando se trata de torres de transmissão de energia elétrica, o drone consegue sobrevoar a junção dos fios entre as torres e identificar pela câmera térmica se os fios estão conectados de forma correta ou não, se estão dando curto circuito. Assim, é possível evitar, por exemplo, que haja uma ruptura de fio, uma queda de energia, e a empresa pode fazer uma manutenção preventiva nesse ambiente. O objetivo de analisar os dados é sempre prevenir paradas não esperadas, inatividade, ou seja, a empresa está obtendo uma utilização mais eficaz, eficiente, confiável e lucrativa de seus ativos.

“Existem inúmeras possibilidades de aplicação dos drones, como em áreas de difícil acesso de veículos, em pontes e trilhos de ferrovias, represas e barragens, tanques de armazenamento de petróleo, de gás, áreas de mineração, em campos de painéis solares, lugares para os quais ninguém estaria olhando. O software de monitoramento consegue encontrar problemas que seriam imperceptíveis ao olho humano, e são transformados em informação gerencial para que os engenheiros ou técnicos consigam tomar decisões mais rapidamente e de forma mais assertiva”, completa Vilas.

Segundo Dante Dominguez, a partir de agora, as empresas que tiverem algum dispositivo de monitoramento vão poder ter integração com o sistema Percepto. “Supondo que uma empresa tenha uma câmera fixa conectada para inspecionar uma determinada área industrial, ou outro dispositivo de monitoramento, a Percepto consegue pegar as informações dessa câmera, ou de qualquer dispositivo, ou robô, ou até de imagens filmadas com um celular, e inserir tudo isso na base de dados do software Percepto. Pela união das informações, é possível gerar um modelo 3D, analisando aquela área por todos os pontos de vista”.

Além dos escritórios próprios em Israel, Alemanha, Austrália e EUA, a Percepto, que registrou faturamento de US$ 45 milhões em 2020, tem representantes na Europa, Ásia e em países da América Latina como México, Chile, Argentina, Peru e Colômbia. “O setor tem um potencial gigantesco e a capacidade tecnológica da Solvian na área de softwares e sensores ainda vai contribuir muito com nossa ambição de expandir os limites da automação industrial no mundo”, afirma Shykeh Gordon, vice-presidente de vendas globais da Percepto.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo