Brasil,

Apenas 7,5% das oportunidades de trabalho oferecem licença paternidade estendida

Apesar da necessidade de avanços, levantamento da Catho revela que áreas administrativas, comerciais e de tecnologia são as que mais ofertam o benefício

Levantamento realizado pela Catho, marketplace de tecnologia que conecta empresas e candidatos, revelou que a adesão à licença paternidade estendida tem se tornado uma tendência entre as empresas. O estudo mostrou que 7,5% das vagas contaram com o benefício para os trabalhadores, sendo 45% delas para atuar nos setores de informática, administração e varejo, respectivamente.

“Antigamente o colaborador podia tirar apenas um dia útil designado para registrar o filho. Atualmente esse período já passou para cinco. Essa é a licença assegurada por lei, mas podemos perceber uma evolução no mercado de trabalho, em que as empresas estão entendendo a necessidade do vínculo pai e filho e oferecendo, cada vez mais, mesmo que a passos curtos, vagas com benefícios de licença-paternidade mais longas. E esse movimento é um importante passo para que a sociedade entenda a necessidade da responsabilidade compartilhada entre pai e mãe, explica Patricia Suzuki, CHRO da Catho.

No primeiro semestre do ano, as áreas com mais vagas que disponibilizaram esse tipo de benefício são Informática (18%), Administração e participação (16%) e Comércio Varejista (10%). Dentro desse universo, os cargos que mais oferecem um tempo maior para os recém pais ficarem com os filhos são de administradores comerciais, técnicos em informática, especialistas em TI, engenheiros da computação e profissionais financeiros/administrativos.

Direitos trabalhistas CLT

Atualmente, a licença-paternidade é o principal direito trabalhista do pai, sendo de cinco dias corridos, com a contagem começando a partir do primeiro dia útil após o nascimento do filho. O período deve ser remunerado, sendo assim, o trabalhador pode faltar sem implicações trabalhistas. Essa regra vale tanto para filhos biológicos quanto adotados. Além disso, servidores públicos federais e funcionários de empresas que fazem parte do Programa Empresa Cidadã têm o período de licença ampliado para 20 dias. “Na Catho, além de fazermos parte do Programa Empresa Cidadã, também concedemos 05 dias úteis consecutivos, posteriores ao dia do nascimento e/ou adoção do filho”, explica a executiva.

Mas não são só os pais de recém-nascidos que têm direitos trabalhistas.Mesmo que o colaborador já tenha um filho, quando é contratado pela empresa ele também é assegurado por direitos paternos, como é o caso da licença especial que pode ser concedida aos pais quando precisam dar assistência especial ao filho até os seis anos de idade. Esse benefício pode ser integral, por três meses; parcial por 12 meses (quando o pai trabalha meio período e cuida do filho no outro); ou intercalada, desde que as ausências totais sejam equivalentes a três meses. Nesse caso é preciso avisar a empresa com antecedência e apresentar atestado médico que comprove a necessidade de afastamento. Outra medida prevista por lei para os pais de crianças da mesma faixa etária é o direito da falta remunerada quando precisa acompanhar o filho no médico durante o horário de trabalho.

Sobre a Catho

Com tecnologia de ponta, a Catho, empresa com mais de 700 colaboradores no Brasil, tem como missão mudar a vida das pessoas por meio do trabalho e carreira. Na empresa, diversidade e inclusão também são estimuladas e vivenciadas de verdade. Por isso, com o propósito de incluir pessoas com deficiência no mercado de trabalho, desde 2016, a Catho concede gratuidade no acesso a todas as vagas do site para profissionais com deficiência, com laudo, e reabilitados pelo INSS, abrangidos pela lei de cotas. A Catho faz parte do grupo Seek, líder mundial em recrutamento online e considerada a companhia mais inovadora da Austrália. A Seek está presente na Bolsa de Valores da Austrália, além de atuar em países como China, Austrália, Índia, México, Indonésia, Nigéria, África do Sul, Hong Kong e Singapura.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo