Brasil,

Brasil Mais: 22 mil novas empresas inscritas serão atendidas até novembro

Até agora mais de 25 mil MPEs já participaram do programa do governo federal, que oferece soluções de aumento de produtividade com ferramentas de baixo custo e alto impacto

Em Guariba, no interior de São Paulo, a empresária Andreza Ribeiro fez da pandemia uma oportunidade. Proprietária de uma loja de presentes criativos, decidiu abrir uma fábrica no mesmo ramo, mas sem que tivesse qualquer experiência na indústria. Para isso, buscou a ajuda do Brasil Mais.

O programa, coordenado pela Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia (Sepec/ME) e realizado em parceria com a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), Sebrae e SENAI, tem como objetivo ajudar micro, pequenas e médias empresas dos setores de indústria, comércio e serviços a modernizarem seus negócios e ampliarem a produtividade, com ferramentas de baixo custo e alto impacto. Até agora cerca de 25 mil MPEs já foram atendidas pelo Brasil Mais, que inicia em julho novo ciclo de atendimento a 22 mil novos pequenos negócios até novembro.

Atenta à responsabilidade social, Andreza montou uma equipe formada apenas por mulheres e fundou a Órbita, fábrica de presentes criativos. “Recebi o atendimento do Agente Local de Inovação (ALI) do Sebrae, que me apoiou a identificar os principais problemas, como falhas nos processos de fabricação, dificuldade de contratação de mão de obra qualificada e custos altos no processo de fabricação”, conta Andreza.

O segundo passo do trabalho foi definir, com a orientação do ALI, as soluções mais adequadas, como o planejamento para a redução de custos, a definição e implantação de novos processos, a capacitação da equipe e o reaproveitamento de materiais.

Um dos problemas elencados pela Andreza, por exemplo, era a demora em algumas etapas do processo de fabricação de alguns itens. A partir disso foram analisados os indicadores como tempo de preparo e o levantamento dos custos das etapas de toda a cadeia de produção.

Como explica o ALI que fez o atendimento à Órbita, João Paulo Galvão, o trabalho no programa Brasil Mais foi dar um suporte para a estruturação e basicamente toda a organização da empresa. “Após diagnosticarmos os principais problemas, que eram relacionados ao planejamento e à capacitação da equipe, fizemos um plano de ação personalizado para a necessidade da Andreza”.

As soluções indicadas pelo Brasil Mais resultaram na redução de custo do produto, aumento da capacidade produtiva da equipe e aumento do faturamento. “Além disso, nós trouxemos estratégias para a abertura do e-commerce, de varejo e atacado da marca”, explicou João.

O Brasil Mais atua em duas frentes, atendendo indústrias de até 499 empregados, por meio do SENAI; e empresas de comércio e serviços, com faturamento anual de até R$ 4,8 milhões, com execução do Sebrae.

Baseado no desenvolvimento das capacidades gerenciais e com referência nas melhores práticas mundiais, o programa também apoia os pequenos negócios em sua trajetória rumo à transformação digital. Essa é a segunda etapa do Brasil Mais, que está na fase final de preparação e vai começar em breve. Cerca de 20 mil empresas serão atendidas nessa fase de Transformação Digital, com a implementação de software e ferramentas digitais para resolver problemas prioritários identificados na gestão e produção dos pequenos negócios.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo