Brasil,

Caminhos para superar o racismo estrutural

Considerada uma das cem personalidades afro-americanas mais influentes do mundo, Ijeoma Oluo lança Então você quer conversar sobre raça (Ed. BestSeller), com o objetivo de propor um diálogo sobre racismo para todas as pessoas, independente de cor ou classe social. Um livro importantíssimo para quem luta por uma sociedade antirracista.

Os estudantes negros representam apenas 16% da população escolar dos Estados Unidos. Motoristas negros têm uma probabilidade 23% maior de serem abordados do que os brancos. No mercado de trabalho, enquanto um homem branco recebe um dólar, mulheres brancas ganham apenas 82 centavos; homens negros, 73; mulheres negras, 65, e hispânicas 58 centavos. Esses e outros dados que refletem a desigualdade econômica e racial dos Estados Unidos são apresentados no livro Então você quer conversar sobre raça (Ed. Best Seller), da escritora e palestrante Ijeoma Oluo, mas podem ser observados em outros lugares do mundo, como no Brasil.

A obra nasceu com o propósito de dar aos leitores uma base para entender como a raça funciona, mas com uma linguagem simples, dedicada ao diálogo e, sobretudo, defendendo que os movimentos por justiça social devem considerar todos os cortes de identidade, privilégio e opressão. Por isso, a autora aborda assuntos que vão desde interseccionalidade e ações afirmativas a questões que envolvem as “minorias modelo” e o lugar de fala. Apresentando um Guia de debate ao final do livro, Oluo traz apontamentos, sob a perspectiva de uma mulher negra, para estabelecer um plano de ação para pessoas de todas as raças que buscam uma autoavaliação e estão comprometidas com uma sociedade antirracista.

“Acredito que se você é uma pessoa branca, este livro o ajudará a evitar ferir pessoas de cor em discussões sobre raça. Também acredito que, se você é uma pessoa de cor, este livro o ajudará a se sentir mais confiante em relação a seus sentimentos, experiências e limites.”

Então você quer conversar sobra raça
Ijeoma Oluo
Trad: Nina Rizzi
312 pág.

Os recentes episódios mundiais relacionados à supremacia branca – da violência policial ao encarceramento em massa da população negra – acentuaram os debates sobre racismo, mas como podemos lutar contra ele além das postagens nas redes sociais? Para responder essas questões, a autora deixa evidente: a conversa pode abrir caminho para o entendimento, e é preciso usar esse entendimento para agir. Com isso, Oluo apresenta algumas ações que podem provocar mudanças na luta contra a opressão racial. Conheça algumas delas:

• Vote em representantes da diversidade para o governo: Ajude a colocar as pessoas de cor em posições de poder onde possam defender a mudança que suas comunidades precisam.

• Apoie empresas de pessoas de cor: A exploração econômica é uma das pedras angulares da opressão racial. Você pode ajudar a preservar a independência financeira de pessoas de cor apoiando e gastando seu dinheiro em empresas de pessoas de cor.

• Doe dinheiro a organizações que trabalham para combater a opressão racial e apoiar comunidades de cor: Existem grupos por aí lutando todos os dias por pessoas de cor. Estão ministrando reforço escolar, dando conselhos legais, fornecendo treinamento profissional, prestando serviços médicos, combatendo a discriminação nas escolas e muito mais.

• Apoie músicas, filmes, programas de televisão, arte e livros criados por pessoas de cor: Grande parte de nossa representatividade cultural é branca como padrão. Normalize o trabalho das pessoas de cor, apoiando financeiramente e pedindo mais a seus produtores, diretores de museus, estúdios, estações de rádio e editores.

“Escrevo sobre conceitos que acredito que as pessoas não entendem. Escrevo sobre peças do quebra-cabeça que acredito que as pessoas não estão vendo. Escrevo sob perspectivas que acredito que muitas pessoas não conseguem ouvir. Não faço isso apenas para aumentar o conhecimento geral. Não faço isso apenas para fazer as pessoas se sentirem melhor. Faço isso na esperança de que o que escrevo e digo, e de que o que outras pessoas escrevem e dizem, informe e inspire ações.”

SOBRE A AUTORA

Ijeoma Oluo é escritora e palestrante. Seu trabalho sobre raça tem sido destaque em veículos como Guardian, Washington Post, New York Magazine, Stranger, entre outros. Também foi editora colaboradora do site Establishment e nomeada como uma das 100 pessoas afro-americanas mais influentes pela The Root em 2017. Oluo recebeu o Humanist Feminist Award de 2017 pela American Humanist Association, e foi considerada pela revista Seattle uma das pessoas mais influentes de Seattle, cidade onde vive.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo