Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

32% dos consumidores levam de uma a duas horas por dia em transportes públicos. Tempo nos engarrafamentos também é de mais de uma hora: Mobilidade como Serviço é a solução

CEO da MaaS Global, player finlandês que adquiriu a startup brasileira Quicko, palestrou sobre o mercado de MaaS, suas tendências e oportunidades no Parque da Mobilidade Urbana

Segundo dados da Pesquisa Mobilidade Urbana 2022, conduzida pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas e pelo Serviço de Proteção ao Crédito em parceria com o Sebrae, 28% dos entrevistados levam de 30 minutos a 1 hora por dia no trânsito e 32% levam de 1 a 2 horas, para ir a lugares como o trabalho, escola, faculdade ou fazer compras. A pesquisa também investigou o tempo gasto nos engarrafamentos: a média é de 64,5 minutos, o equivalente a cerca de 1 hora e 04 minutos do dia. Não somente o levantamento, mas também a dinâmica das cidades nos indica que é preciso mudar a forma como as metrópoles são planejadas e os deslocamentos são feitos.

Nessa linha, surgiu o conceito de Mobility As a Service (MaaS - Mobilidade como Serviço), idealizado por Sampo Hietanen, CEO da MaaS Global, que recentemente adquiriu a startup brasileira de mobilidade urbana, Quicko. Segundo Hietanen, a tendência de comprar veículos é impulsionada pela falsa sensação de liberdade ao consumidor, que deseja se deslocar para onde e quando quiser. No entanto, na prática, a realidade é outra, já que na maior parte do tempo, os carros permanecem parados ou estacionados em garagens. A temática foi discutida no primeiro dia do Parque da Mobilidade Urbana, evento promovido pelo Estadão Mobilidade e pelo Connected Smart Cities, que aconteceu em 23, 24 e 25 de junho no Memorial da América Latina (São Paulo) e traz os principais players do mercado para discutir oportunidades, desafios e tendências do segmento por meio da colaboração entre os setores público-privado.

A Mobilidade como Serviço é centrada no consumidor que vê valor em acessar os diversos serviços de transporte da cidade, públicos e privados de maneira fácil e simplificada. “Através da modalidade, podemos ter, em um único aplicativo, um ecossistema integrado, com metrô, ônibus, bike, carros alugados, corridas compartilhadas, entre outros. Tudo isso é oferecido ao cliente através de um serviço de mensalidade, com descontos e benefícios para quem precisa se deslocar pelas cidades”, explica Hietanen.

“Atualmente, a curva de aumento do número de carros nas ruas é proporcional ao aumento do número de pessoas. Dados apontam que o tráfego nas ruas será responsável por 40% da emissão total de CO2 até 2030 e o trânsito brasileiro já é uma realidade antiga. Então, na MaaS Global, acreditamos que com a oferta correta de serviços, podemos mudar este cenário. Por isso, temos como missão reduzir em até 1 milhão o volume dos carros privados nas ruas a médio prazo”, detalha o CEO. “Estar em uma cidade inteligente envolve ter outras possibilidades aos usuários além do carro, que não devem ser vistos como os vilões, mas devem encontrar o seu lugar na nova era da mobilidade”, conclui.

Com o intuito de fomentar e aprofundar a discussão sobre Mobilidade como Serviço, o evento trouxe um painel intitulado "Como a mobilidade como serviço está avançando no Brasil?”, que contou com a participação de Pedro Somma, atual CSO da MaaS Global e antes CEO da Quicko, ao lado de porta-vozes de empresas como Grupo Indigo, Waze Carpool e Moovit. “Ninguém faz MaaS sozinho, é essencial ter colaboração entre empresas e setores, principalmente o público, abertura de dados do transporte e integração de pagamentos. Ou seja, o compartilhamento precisa virar padrão para que as pessoas queiram utilizar o transporte público: o usuário não precisa ser dono de um carro para ter a cidade para ele”, pontua Somma.

Já Luísa Peixoto, especialista de Políticas Públicas e Mobilidade Urbana da MaaS Global liderou um painel sobre “E se tivéssemos dados abertos dos meios de transporte em todas as cidades brasileiras?”. A porta-voz defende: “ser o elo que vai qualificar o sistema de transporte e conectar às pessoas por meio de facilitação e tecnologia é o propósito da mobilidade como serviço. Para oferecermos um ecossistema integrado, a bilhetagem digital aberta e os dados compartilhados são essenciais para o progresso do setor e satisfação do cliente e isso só é possível se houver colaboração entre os setores público e privado”.

Sobre a Quicko

A Quicko reúne no mesmo app tudo o que as pessoas precisam para se deslocar com mais conveniência e inteligência pela cidade. Entre as funcionalidades do aplicativo estão: informações em tempo real sobre o horário de chegada dos ônibus, sugestões das melhores opções de rotas, recargas de cartões do transporte e celular pré-pago, além da localização de estações de compartilhamento de bicicleta. O passageiro também pode escolher sua linha de ônibus e monitorar o seu trajeto, reportando ainda ocorrências no transporte, além de compartilhar as suas rotas.

Criada em setembro de 2018 e adquirida pelo player finlandês MaaS Global em 2022, a Quicko surgiu para para desenvolver uma plataforma Mobility as a Service (MaaS), ou Mobilidade como Serviço, focada na experiência dos usuários do transporte público.

Sobre MaaS Global & Whim

A MaaS Global é líder mundial na área de Mobilidade como Serviço (MaaS) e a empresa por trás do premiado aplicativo Whim. Os usuários podem viajar para onde e quando quiserem com transporte público, táxis, carros, bicicletas, e-scooters e várias outras opções. A Whim revolucionou os hábitos de viagem dos usuários, promovendo o uso da mobilidade sustentável. A MaaS Global foi fundada em 2015 e está sediada em Helsinque, Finlândia. A empresa é apoiada por vários investidores estratégicos e financeiros, como CCR, Mitsui Fudosan, Ferrovial, Tesi, NordicNinja, Vaudoise, Denso, Toyota Financial Services, Swiftcom, Karsan Otomotiv, Transdev e Aioi Nissay Dowa.

O aplicativo Whim está disponível na Google Play Store e na Apple App Store.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo