Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Além da Logística, Como as Empresas Podem Se Preparar Para a Black Friday Desse Ano?

Apesar das incertezas geradas pela pandemia do novo coronavírus, 67% dos brasileiros pretendem aproveitar a Black Friday 2020, marcada para novembro, segundo dados de uma pesquisa realizada pela TracyLocke Brasil - agência de shopper experience - em parceria com a Behup, empresa que desenvolve tecnologias para entender o comportamento do consumidor. A data, além de estimular compras em um período fraco para o comércio, é uma oportunidade para os empreendedores movimentarem os negócios e conquistarem clientes.

Ao mesmo tempo que a quarentena e o isolamento social mudaram os hábitos de consumo das pessoas e aceleraram o crescimento das lojas virtuais no país - de acordo com dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) mais de 150 mil e-commerces foram abertos desde o começo da pandemia - também colocaram em evidência os gargalos da nossa logística, cujo grande desafio passou a ser o prazo das entrega dos produtos, fator que impacta, em vários quesitos, o consumidor final. Ainda que diversas empresas on-line já estejam investindo em soluções para atender à crescente demanda, muitas redes ainda contam com a infraestrutura dos Correios.

Conforme Stefan Rehm, CEO da Intelipost , plataforma líder em gestão de fretes no Brasil, a logística tem se mostrado como o grande diferencial competitivo na evolução dos e-commerces. "A pandemia forçou muitas empresas a se adaptarem ao e-commerce e muitos consumidores a confiarem mais nesta opção. Por isso, a Black Friday deste ano deve ser ainda mais especial. O que temos visto é uma necessidade constante por boas opções de prazo e custo de frete. O consumidor está mais ansioso e a Black Friday é uma boa oportunidade de causar uma boa impressão, aumentando as chances de recompra no futuro. Por isso, é importante ter uma rede consolidada de parceiros para a realização das entregas e ferramentas que ajudem dando visibilidade e simplificando a gestão da logística", conta o executivo.

Para atrair o público de forma mais verdadeira, as empresas vão precisar se adaptar. Com a intenção de ajudar os comerciantes a se preparem e se destacarem em meio a um cenário repleto de ofertas, reunimos 8 dicas que vão ajudá-los a garantir números melhores e, quem sabe, fechar 2020 no azul:

Invista no atendimento ao cliente:

A experiência do cliente é a chave para o sucesso de qualquer ação e na Black Friday não é diferente. Beatriz Zogaib, Head de Customer Wellness da JustForYou, primeira beauty tech brasileira a usar inteligência artificial para desenvolver fórmulas personalizadas de shampoos e condicionadores, afirma que é de suma importância apostar na aproximação entre a marca e consumidor, trazendo o usuário para o centro de qualquer decisão, ainda mais quando falamos em vendas on-line.

"Somos adeptos ao people first e investimos muito em nossa área de bem-estar do cliente. Acreditamos que a interação autêntica com o consumidor é o primeiro passo para alavancar um negócio e que oferecer atendimento personalizado focado em quem está dando preferência ao seu produto é forma mais assertiva não apenas para vender, mas também para fidelizar. Qualquer ação de marketing que bolamos precisa estar alinhada com a experiência que nos propomos a oferecer ao cliente", explica.

Integre os seus sistemas de comunicação com o CRM:

Investir em ferramentas qualificadas com o Customer Relationship Management - os CRM - pode ser o grande diferencial para todas as etapas de suas vendas. Para ajudar as empresas nesta missão, a Nvoip , plataforma de comunicação de voz, SMS e API, desenvolve mecanismos para interligar sistemas de voz e SMS compatíveis com qualquer tipo de programação, além de liberar alguns módulos como torpedos de voz. "Ferramentas que integrem os sistemas têm sido o grande diferencial para que as empresas possam otimizar tempo e recursos, ao possibilitar que ligações sejam realizadas diretamente na plataforma de CRM", explica Leandro Campos, CEO e cofundador da Nvoip.

Digitalize os processos de compra e venda:

Para lidar com o aumento expressivo dos pedidos de compras que são comuns nessa época do ano, uma boa saída é apostar na digitalização de todo o processo de venda. "A transformação digital possibilita faturar, dar baixa e contabilizar pedidos dentro de um mesmo sistema com um programa que gerencie trâmites desse tipo. Nesse caso, a tecnologia contribui para evitar prejuízos e organizar faturamentos. Planejamento e menos burocracia são a chave para a produtividade em momentos de alta demanda", alerta Fredy Evangelista, CEO da Vianuvem , primeira startup com software BPM que não utiliza códigos para programação de processos.

Avalie e prediga os seus negócios:

Ferramentas de inteligência artificial e machine learning são boas formas de mapear e identificar as demandas e eventos que podem impactar a performance da empresa. "A Black Friday é caracterizada por intensidade de demanda e de procura. Por isso, a principal dica para a data é garantir que tanto a plataforma quanto o negócio em si estejam funcionando corretamente e estar preparado para possíveis imprevistos", pontua Diego Tessarollo, CEO e cofundador da Simon , primeira plataforma digital que reúne Inteligência Artificial para as Operações de TI (AIOPS), Autonomous Business Analytics e Machine learning em um só lugar, mapeando, correlacionando e automatizando ações.

Ofereça experiência cada vez mais personalizada:

Durante as datas sazonais, as marcas devem oferecer uma experiência ainda mais personalizada para se destacar perante a concorrência. "A Black Friday deste ano vai ser muito diferente, principalmente porque o comportamento do consumidor mudou nos últimos meses devido a pandemia do novo coronavírus. Por isso, o relacionamento personalizado deixa de ser competitivo e passa ser uma condição de sobrevivência. Dessa forma, as marcas devem apostar nos canais digitais para atingir o consumidor e entregar os produtos adequados no momento certo e personalizar a sua comunicação da melhor forma possível.", afirma Israel Nacaxe, COO da Propz .

Invista em mídias diferenciadas e de qualidade:

Se manter atraente e relevante para os consumidores em períodos aquecidos do varejo muitas vezes pode ser um desafio. Para isso, é interessante investir em publicidade de qualidade e diferenciada, a fim de prender a atenção do público, principalmente com as rápidas e constantes mudanças nos hábitos de consumo durante a pandemia. "Entender as recorrentes mudanças de comportamento da sociedade, adaptar a linguagem ao novo momento e proporcionar experiências únicas são peças-chave para manter um modelo de negócio atrativo e diferenciado de seus concorrentes em todas as épocas do ano", afirma Victor Canô, CEO da Cazamba , empresa de tecnologia em mídia que permite marcas engajarem com seus consumidores;

Ofereça novas opções de pagamento no ato da compra:

Além dos métodos de pagamentos tradicionais, como dinheiro físico, cartão de crédito e débito, cheques e boletos, alternativas vêm ganhando espaço no país. É o caso dos links de pagamento, que permitem que as vendas sejam realizadas por meio do WhatsApp, E-mail, Instagram, SMS ou qualquer outro canal online, sem exigir que os empresários tenham uma loja virtual.

"Disponibilizar um link de pagamento para os compradores é uma escolha inteligente para ter sucesso nos negócios, uma vez que, de forma simplista, o método funciona exatamente igual a uma maquininha, mas com comerciantes e consumidores à distância", explica Ralf Germer, CEO e cofundador da PagBrasil .

Tenha uma solução antifraude estável

A loja virtual deve contar com um provedor de antifraude estável, principalmente na Black Friday deste ano que a demanda deve ser muito maior. "É fundamental que a análise de risco dê conta do recado diante de um aumento considerável de vendas, analisando compras com agilidade e extrema eficiência. Caso contrário, o lojista corre o risco de ter prejuízos com fraudes ou, então, ficar com um pedido parado por mais tempo do que o necessário, desagradando o cliente legítimo. Se a solução antifraude fica fora do ar em um momento tão crucial como a Black Friday, o caos pode se instaurar", afirma Tom Canabarro, CEO e cofundador da Konduto , empresa de antifraude para pagamentos digitais.

Outra empresa que traz como solução a segurança do comprador e da plataforma online é a FullFace , especializada em biometria facial. Por meio de sua tecnologia proprietária, a startup funciona como um CPF facial que capta até 1.024 pontos faciais sem precisar armazenar imagens. O recurso garante segurança na autenticação de pessoas, acesso à plataforma de forma segura e potencializa transações de pagamento, sem a necessidade de fornecer nenhum tipo de documento.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo