Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Reajuste nos planos de saúde: como contornar este novo cenário de alta?

Há algumas semanas, foi aprovado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) o reajuste de 15,5% nos planos de saúde — maior aumento desde o início da série histórica em 2000.

A novidade causou indignação na população, visto que o país enfrenta uma alta constante de preços em diversos setores, afetando de forma significativa o bolso de grande parcela das pessoas. Para além da crise econômica, o Brasil enfrenta, ainda, desafios na saúde quanto à pandemia do coronavírus, o que para muitos, faz o aumento nos planos de saúde soar ainda mais inconveniente.

O reajuste, no entanto, é defendido por representantes de operadoras. Parte do processo que levou ao aumento foi a liberação da demanda reprimida de procedimentos médicos causada pelo isolamento social, o esgotamento de equipamentos de saúde, além de novas tecnologias e tratamentos disponíveis.

Caso o tema já esteja no escopo de alguma pauta em andamento ou tenha interesse em abordar o assunto, gostaríamos de sugerir como fonte especialista Claudio Tafla, Presidente da Aliança para a Saúde Populacional (ASAP) e Diretor Médico da Nilo Saúde, healthtech especializada na oferta de software para gestão de relacionamento e cuidado ao paciente.

Tafla ressalta que é preciso olhar todo contexto, paciente e operadora, para contornar o novo reajuste. “Os últimos anos foram de enorme impacto para a área da saúde. Cerca de um ano atrás, tivemos, pela primeira vez, um reajuste negativo na série histórica da ANS. Por outro lado, ainda estamos nos recuperando economicamente da pandemia e isso afeta diversos setores. É uma situação complexa, que necessita um olhar cuidadoso”, aponta.

O diretor médico, que destaca que o PIB, a remuneração e a sinistralidade impõem obstáculos, mas há caminhos para reduzir custos e manter a qualidade dos serviços, está à disposição para falar sobre este novo cenário após o reajuste.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo