Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Trabalho híbrido faz redobrar segurança cibernética das empresas

Poder cumprir pelo menos parte do horário de trabalho em casa, através do computador, tornou-se um privilégio para muitos colaboradores. Um estudo divulgado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), utilizando dados de outro levantamento, feito pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad), mostra que em 2020 eram mais de 8 milhões de trabalhadores brasileiros em regime de home office – cerca de 11% dos ocupados no país.

Acredita-se que este índice tenha crescido em 2021 e esteja em plena progressão em 2022, tornando ainda mais claro que o uso da internet com fins laborais aumentou significativamente no Brasil desde o início da pandemia. Por isso, Cristina Diez, diretora comercial da Most Specialist Technologies, empresa com forte atuação em sistemas de segurança digital, orienta a tomar algumas precauções para evitar a perda de dados, o que geraria prejuízos incalculáveis.

“Tanto os trabalhadores como as próprias empresas estão com a segurança cibernética em maior risco a partir do atendimento remoto, e portanto, devem redobrar as atenções quanto às ferramentas utilizadas. A recomendação número 1 é reforçar a segurança dos equipamentos utilizados, recorrendo a antivírus e antimalwares corporativos, que são apropriados para esse tipo de uso, sob orientação da empresa”, pontua a diretora.

Outra medida importante é criar uma organização sobre o armazenamento dos dados em nuvens, controlando o acesso de cada colaborador aos arquivos certos, restringindo aqueles que são vitais para a corporação a uma quantidade mínima de pessoas. “Antes de fazer esse procedimento, porém, é muito importante que esses dados sejam criptografados e protegidos em mais de um repositório, a fim de se proteger de eventuais falhas no sistema da nuvem, ainda que tenha alto grau de confiabilidade”, ressalta a executiva da Most.

“Vale salientar ainda que a web concentra uma quantidade imensurável de perigos para a gestão de dados, e isso exige que a comunicação remota seja intensificada para que a navegação seja absolutamente segura e monitorada durante a jornada de trabalho. Ademais, é pertinente também adotar o modelo de segurança baseado no chamado Zero Trust – ou confiança zero – que limita com rigor o acesso de qualquer usuário ao sistema de TI utilizado pela empresa”, orienta Cristina Diez. “O objetivo é proteger o máximo possível o coração do banco de dados empresariais.”

Maria Cristina observa ainda que é fundamental utilizar recursos como as VPNs – redes digitais privadas –, mais de uma credencial de acesso e capacitar os colaboradores para que dominem e saibam driblar os perigos da rede. “A segurança da empresa deve sempre falar mais alto, e ela precisa se sobrepor a qualquer distância. O trabalho remoto de modo algum pode ampliar o risco de exposição dos dados”, conclui.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo