Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Grupo NotreDame Intermédica e EDP assinam contrato para construção de quatro usinas solares

pixabay pixabay

Empreendimentos abastecerão 60 Centros Clínicos e evitarão a emissão de 2.360 toneladas anuais de CO2, reduzindo o custo de energia das Unidades em cerca de 20%

O Grupo NotreDame Intermédica (GNDI), maior operadora de saúde do País, acaba de firmar um contrato com a EDP, multinacional que atua em todos os segmentos do setor elétrico, para a implantação de quatro usinas solares com cerca de 4,4 MWp de potência instalada. O objetivo é garantir o abastecimento elétrico de 60 Centros Clínicos do Grupo. O contrato de fornecimento terá duração de 10 anos, com investimento de R﹩ 20 milhões para a construção dos empreendimentos.

As plantas, a serem instaladas por meio da EDP Smart, divisão que reúne todo o portfólio de soluções em energia da EDP, ocuparão uma área somada de mais de 155 mil metros quadrados - o equivalente a 15 campos de futebol - e utilizarão 8.361 módulos fotovoltaicos. Juntas, as usinas totalizarão 4,4 MWp de potência e vão gerar cerca de 8.350 MWh por ano, o equivalente ao consumo de 2.784 residências. Isso significa uma economia estimada em mais de R﹩ 1,2 milhão na fatura de energia do Grupo NotreDame Intermédica apenas no primeiro ano de funcionamento.

A construção das unidades também proporcionará benefícios ao meio ambiente. Anualmente, 515 toneladas de gás carbônico deixarão de ser emitidas, o equivalente ao plantio de 3.680 árvores. "Este projeto é uma forma de reduzirmos o impacto ambiental das atividades do GNDI e, também, de estimularmos a cultura do uso responsável dos nossos recursos naturais. As usinas reafirmam o nosso compromisso na adoção de ações que envolvem todos os aspectos de sustentabilidade e critérios socioambientais em nossas práticas e em nossos negócios", afirma Irlau Machado Filho, presidente do Grupo NotreDame Intermédica.

"A EDP tem como missão liderar a transição energética, daí a importância dos investimentos em geração solar - seja em geração distribuída ou centralizada (utility scale) - em nossa estratégia. Por isso, é motivo de orgulho para a EDP ter sido escolhida pelo Grupo NotreDame Intermédica, uma referência nacional em saúde, para tocar um projeto de energia solar desta magnitude e relevância", afirma João Marques da Cruz, CEO da EDP no Brasil.

Para Anderlei Buzelli, vice-presidente de ESG do Grupo NotreDame Intermédica, o projeto promove ativamente a eficiência energética dos Centros Clínicos, que terão uma redução de cerca de 20% no gasto com energia elétrica. "Além de buscarmos uma melhor eficiência energética, com este projeto vamos produzir energia limpa sem impacto ao meio ambiente. A tecnologia utilizada pela EDP é a de menor impacto possível e está ligada aos nossos valores e nosso compromisso de sustentabilidade, principalmente no combate às mudanças climáticas", afirma o executivo de ESG.

Energia solar no Brasil

De acordo com a Absolar, em 2021, o Brasil ultrapassou a marca de 8 gigawatts (GW) de potência instalada na fonte solar fotovoltaica, sendo 4,9 GW em geração centralizada e pouco mais de 3,1 GW na geração distribuída. Desde 2012, já foram investidos mais de R﹩ 41,5 bilhões no setor, que gerou 240 mil empregos e arrecadação de R﹩ 11,9 bilhões em tributos. A utilização da fonte energética evitou a emissão de mais de 1,1 milhão de toneladas de CO2 na atmosfera.

Atenta a isso, a EDP possui uma unidade dedicada à implementação de empreendimentos solares de autoprodução e geração distribuída, sendo a responsável pela construção, operação e manutenção dos sistemas. A Companhia encerrou 2020 com 65,3 MWp de energia solar em seu portfólio - 34,5 MWp em projetos já entregues a clientes como Banco do Brasil, TIM, Claro e Johnson & Johnson, e 30,8 MWp em projetos em desenvolvimento. Em fevereiro a EDP anunciou a aquisição da AES Inova, plataforma de investimento em geração distribuída da AES Brasil, que adiciona quase 34 MWp ao portfólio da EDP Smart por meio de ativos localizados no Rio Grande do Sul, São Paulo e Minas Gerais e projetos ready to build.

Sobre o Grupo NotreDame Intermédica

Reconhecidamente sólido, o Grupo NotreDame Intermédica (GNDI) possui 53 anos de atuação e é, hoje, a maior operadora de saúde do Brasil. A Companhia é pioneira em Medicina Preventiva desde 1982, por meio de programas estruturados para oferecer saúde integral com acolhimento aos seus mais de 6,4 milhões de beneficiários. A Rede Própria do GNDI possui uma estrutura de atendimento que soma, atualmente, 28 hospitais, 88 Centros Clínicos, 23 Prontos-Socorros Autônomos, 14 Centros de Medicina Preventiva, 12 Unidades para exames de imagem, 86 pontos de coleta de análises clínicas e 2 Centros de Saúde exclusivamente dedicados ao público 50+ (NotreLife 50+). Um dos diferenciais do GNDI é oferecer a melhor experiência ao beneficiário: rapidez nos agendamentos de consultas, atendimento humanizado, medicina preventiva, bem como a gestão eficiente da saúde dos colaboradores das empresas clientes. Mais informações acesse www.gndi.com.br.

Sobre a EDP no Brasil

Com mais de 20 anos de atuação, a EDP é uma das maiores empresas privadas do setor elétrico a operar em toda a cadeia de valor. A Companhia, que tem mais de 10 mil colaboradores diretos e terceirizados, possui seis unidades de geração hidrelétrica e uma termelétrica, além de atuar em Transmissão, Comercialização e Serviços de Energia. Em Distribuição, atende cerca de 3,5 milhões de clientes em São Paulo e no Espírito Santo, além de ser a principal acionista da Celesc, em Santa Catarina. Foi eleita em 2020 a empresa mais inovadora do setor elétrico pelo ranking Valor Inovação, do jornal Valor Econômico, e é referência em Governança e Sustentabilidade, estando há 15 anos consecutivos no Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da B3. Siga a EDP em: Site | LinkedIn


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo