Brasil, 20 de Junho de 2019

TOKIO MARINE SEGURADORA

Seminário da Marsh/Jlt discute os riscos de ataques cibernéticos

Seminário da Marsh/Jlt discute os riscos de ataques cibernéticos

O Cyber Security View reuniu 200 representantes de empresas brasileiras em São Paulo para debater as principais medidas de prevenção contra incidentes virtuais

Empresários, executivos e especialistas em tecnologia da informação e em segurança digital se reuniram na tarde da última quinta-feira, dia 16 de maio, no Cyber Security View 2019 para debater um assunto que atrai a atenção de companhias dos mais variados portes e perfis: os riscos de ataques cibernéticos e vazamento de informações depositadas em bases de dados. Durante aproximadamente cinco horas, 200 representantes das principais empresas brasileiras ouviram profissionais do setor de seguros corporativos e especialistas em segurança digital sobre as tendências do setor e principalmente a crescente necessidade de medidas de prevenção contra esse tipo de ataque como também de mitigação de danos caso eles venham a ocorrer.

“Hoje, na América do Norte, os seguros contra os ataques cibernéticos já movimentam US$ 4 bilhões de dólares por ano e estão entre os principais itens das carteiras das seguradoras. No Brasil, esse é um segmento que só agora começa a ser visto com atenção, mas é inevitável que venha a crescer”, disse Alvaro Eyler, diretor de Risk Management da Marsh/JLT, empresa organizadora do evento, ao lado das seguradoras AIG, Zurich, Generali e Chubb.

Os seguros para riscos cibernéticos começaram a ser oferecidos no país em 2012. Adotados inicialmente por multinacionais alinhadas com as estratégias de suas matrizes europeias e americanas, ganharam nova dimensão a partir da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que prevê que a adoção de medidas de conformidade pelas empresas brasileiras até agosto de 2020. Pela nova lei, episódios de vazamentos de dados pessoais podem render multas de até R$ 50 milhões de reais. “A LGPD estabelece novos conceitos para dados pessoais e altera os mecanismos de transferências de riscos entre as empresas. Com isso, é preciso estarmos preparados para essa nova realidade no Brasil, assim como as companhias têm se preparado nos Estados Unidos e na Europa”, alertou o advogado Marcos Bruno, do escritório Opice Blum e Associados, especializado na área de direito digital.

O Cyber Security View 2019 teve a participação do promotor Kenn Kern, da Procuradoria de Justiça da Cidade de Nova York, que falou sobre as alianças de entidades públicas e privadas para prevenção e contenção de ataques em Nova York e no estado do Michigan. O delegado da Policia Federal Luiz Roberto de Godoy, traçou um contraponto brasileiro aos programas apresentados por Kern, ao discorrer a respeito do assunto sob o ponto de vista das autoridades brasileiras. “Nós ainda temos restrições a parcerias com empresas e instituições privadas na área digital e isso é uma questão que inevitavelmente terá que ser revista. Não há combate ao crime digital sem troca de informações entre governos e empresas”, disse o delegado.

Na segunda parte do evento, o jornalista Pedro Doria conduziu um debate entre representantes de empresas que já enfrentam as ameaças digitais em suas operações. Alexandre Frasson (Tribanco), Thiago Galvão, (VLI), Felipe Melo (T-Systems) e Rogério Junior (Localiza) discutiram sobre os desafios que têm em suas operações com a nova legislação e como a ferramenta de seguros se encaixa em tal cenário.

Em outro painel, Marta Helena Schuh, especialista em riscos cibernéticos da Marsh/JLT, conversou com Hellen Fernandes (Zurich), Mariana Ortiz (Generali), Sandra Cabrera (Chubb) e Thiago Lino (AIG) sobre os mais recentes casos de ciberataques, no Brasil e no exterior. “Nossos dados apontam que uma em cada três empresas de médio e grande porte no Brasil sofreu algum tipo de incidente com vazamento de dados nos últimos 12 meses. É um índice alarmante”, disse Marta.

SOBRE A MARSH

A Marsh, líder global em corretagem de seguros e soluções inovadoras de gerenciamento de riscos, conta com 30 mil colaboradores que aconselham clientes individuais e comerciais de todos os tamanhos em mais de 130 países. Pertence ao grupo Marsh & McLennan Companies (NYSE: MMC), uma companhia global de serviços profissionais nas áreas de risco, estratégia e pessoas. Com receita anual de mais de US $ 14 bilhões e cerca de 65 mil colegas em todo o mundo, a MMC ajuda os clientes a navegar em um ambiente cada vez mais dinâmico e complexo através de quatro empresas líderes do mercado. Além de Marsh, também são parte da MMC a Guy Carpenter, a Mercer e a Oliver Wyman. Siga a Marsh no Twitter @MarshGlobal; LinkedIn; Facebook; e YouTube, ou assine o BRINK.

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

RECEBA O RESUMO DE NOTÍCIAS DE SEGUROS DO SEGS, É GRÁTIS..::

NewsLetter Segs: Mais de 140 mil já recebem...Profissional atualizado anda na frente da concorrência !