Brasil, 26 de Abril de 2019

TOKIO MARINE SEGURADORA

+ F O N T E -

Reforma trará expansão à previdência privada e a tarefa de educar a população

A adoção do sistema de capitalização na reforma da Previdência Social trará impactos positivos ao mercado de previdência privada, independentemente do modelo a ser escolhido pelo governo. Alguns pontos da proposta, que a equipe ministerial promete apresentar em breve, indicam que o modelo está próximo do que foi sugerido ao governo pelo mercado de seguros, por meio da Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (FenaPrevi), da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) e de outras entidades.

Na proposta defendida pelo setor de seguros, a capitalização é um dos quatro pilares e está direcionada à parcela de 25% dos brasileiros, aqueles que recebem acima de R$ 2.200 (abaixo desse limite é facultativa). Para estes, pelo menos 30% dos depósitos no FGTS serão redirecionados para contas individuais de capitalização compulsória, com os recursos geridos por entidades abertas ou fechadas de previdência complementar. A conta do FGTS será vinculada ao CPF dos indivíduos e ganhará portabilidade automaticamente.

De acordo com o professor da Faculdade de Economia e Administração da USP e pesquisador da Fipe, Hélio Zylberstajn, os planos de capitalização serão uma espécie de commodity, com regras rígidas, e concorrerão na oferta de rendimento e taxa de administração. Uma diferença importante é que o saque só poderá ser feito depois da idade mínima. O beneficiário terá direito a uma renda vitalícia, que cessará com a sua morte. “Quem quiser proporcionar uma renda para a família terá de investir em um seguro de vida ou uma garantia de rendimento”, disse.

Oportunidade para o seguro de vida

Para o presidente do CVG-SP, Silas Kasahaya, a tendência, após a reforma, é que aumente significativamente a procura por planos de previdência privada. Ele observa que a previdência vem crescendo continuamente e que, hoje, já oferece inúmeras opções de investimentos em fundos de acordo com o estilo de aplicação. Em relação ao novo contingente que deverá migrar para o sistema de capitalização, Kasahaya acredita que o setor estará apto a atender a demanda com o auxílio da tecnologia.

Mas não é apenas a previdência privada que deverá crescer após a reforma. Na avaliação do presidente do CVG-SP, também haverá expansão dos produtos de riscos, como seguro de vida e de invalidez, ainda pouco consumidos. “Creio que surgirá uma grande oportunidade para alavancar o seguro de vida com as coberturas de riscos acopladas aos planos de previdência. Com isso, a previdência privada poderá oferecer proteção completa, suprindo todas as garantias que hoje a Previdência Social oferece, como pensão por morte e renda em caso de invalidez”, diz.

Embora reconheça que a reforma deverá ser contínua, e que o atual governo está dando apenas o primeiro passo nesse sentido, Kasahaya considera que o mercado de seguros e previdência tem desde já a responsabilidade de educar a população. “O grande desafio será ensinar a população sobre como funcionam os produtos e de que forma se deve investir. Mas, acredito que o setor está preparado para enfrentar esses desafios, até porque já existem diversas iniciativas de educação financeira”, diz.

Nesse aspecto, concorda com ele o diretor do CVG-SP de Relações com o Mercado, Gustavo Toledo. “O principal ponto é a distribuição, que tem a ver em como acessar todas essas pessoas, de uma forma clara, com uma consultoria transparente para que todos entendam como irá funcionar. Arrecadar mais é muito importante, mas é fundamental conscientizar a população. E o mercado precisa agir agora”, diz.

Além de ajudar a construir na população a noção de poupança de longo prazo, também cabe ao mercado, segundo ele, investir em produtos mais simples e de formato mais transparente. “O mercado precisa se preparar para esse novo momento, investindo na melhoria de relacionamento com os clientes individuais e na especialização em seguros de vida mais sofisticados e em novas opções de previdência”, diz.

Toledo considera que o momento é igualmente oportuno para colocar na prateleira o Universal Life, seguro de vida que mescla acumulação de recursos para o futuro e indenização para a família em caso de morte prematura do segurado. “Seria ideal aprovar o produto junto com a reforma da previdência”, diz. Kasahaya também pensa dessa forma. “Sou fã do Universal Life, porque oferece a oportunidade de se contratar coberturas de riscos e acumulação dentro de um mesmo produto. Como é o caso da renda por invalidez, que é muito importante dada a quantidade de acidentes de trânsito e também de novas doenças que têm surgido”, diz. “A reforma abre um grande espaço para a nossa indústria”, conclui.

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

ADICIONE SEU COMENTÁRIO..::
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo

Siga-nos ::

Notícias ::

Mais Itens ::

RECEBA O RESUMO DE NOTÍCIAS DE SEGUROS DO SEGS, É GRÁTIS..::

NewsLetter Segs: Mais de 140 mil já recebem...Profissional atualizado anda na frente da concorrência !