Brasil, 17 de Novembro de 2018

TOKIO MARINE SEGURADORA

+ F O N T E -

Principais causas de indenização negada no seguro auto

Em entrevista exclusiva ao Cqcs, o presidente do Sincor-PE e Vice-presidente da Fenacor, Carlos Valle, apontou pontos importantes para que o Corretor de Seguros alerte seus clientes sobre possíveis causas da companhia de seguros recusar a indenização de um sinistro.

Há casos em uma contratação de seguro que se houver sinistro, o segurado pode ficar sem receber a indenização da seguradora porque comete alguns erros. Algumas vezes esses erros são cometidos por desconhecimento da regra.

Por exemplo, estamos a algumas semanas do dia da eleição e é muito comum que pessoas tenham feito adesivação dos veículos. Seja por opção individual ou porque trabalham na campanha política. Nesses casos, se o carro for particular, é preciso observar bem o contrato já que algumas seguradoras podem exigir que seja feita alteração na apólice e há um entendimento de que o veículo ao ser adesivado para campanha passa a ter uso comercial ou de fins publicitários’. Essa alteração, inclusive, eleva o valor do seguro. Se o segurado deixa de fazer esse aviso e acontece um sinistro, ele pode ficar sem indenização porque não caracterizou o uso do veículo corretamente.

O corretor Carlos Valle diz que para a seguradora recusar o pagamento do sinistro é preciso comprovar a culpabilidade do segurado . Ele relata outras ocasiões em que o segurado pode ficar sem indenização. “É preciso ser flagrado e confirmado pela seguradora”, diz ele. Valle diz que um caso grave que pode fazer com que a seguradora se recusar um sinistro, quando há inversão de culpa. “Em um acidente entre dois veículos, a culpa do acidente é do veículo sem seguro e o dono do veículo com seguro assume a culpa. “Se for confirmado pela seguradora, inversão de culpa é um delito grave que pode levar a seguradora a negar o pagamento da indenização” explica.

Um outro motivo que pode fazer com que a seguradora negue o pagamento de sinistro é beber e dirigir. Há campanhas educativas a respeito. “A seguradora nega pagamento e há, inclusive decisões na justiça favoráveis às seguradoras nesse sentido”, diz ele.

Assim como fazer alterações no veículo sem avisar a seguradora podem fazer com que a seguradora negue o pagamento do sinistro.

Outro item polêmico e que também tem sido alvo de campanhas porque já começam a se comprovar crescimento no número de acidentes é o uso de celular enquanto o motorista dirige. Valle diz que é uma situação frágil que é difícil comprovar já que o motorista pode argumentar que seu celular estava sendo usado por outra pessoa enquanto ele dirigia, mas sem dúvida, usar o celular enquanto dirige é um ato ilícito e se for comprovado, a seguradora nega a indenização.

Para Carlos Valle, as pessoas precisam compreender que o seguro indeniza as consequências financeiras de um sinistro, mas não dá a vida de volta ou devolve um parente que morreu, nem repõe um membro (braço, perna) perdido. “Acima das indenizações possíveis, feitas por uma apólice existem perdas que nunca são repostas e se tivermos essa consciência vamos andar direito”, defende.


Publicidade

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

ADICIONE SEU COMENTÁRIO..::
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo