Boris Johnson diz que Grã-Bretanha sairá da União Europeia em outubro

Crédito: divulgação Crédito: divulgação

Possível novo líder do Partido Conservador britânico expõe visão radical do processo do Brexit após renúncia de Theresa May

Boris Johnson desafiou seus rivais à liderança do Partido Conservador insistindo que o Reino Unido deve deixar a União Europeia ao final de outubro com ou sem um acordo -- uma visão estabelecida por ele apenas horas depois que a primeira-ministra Theresa May anunciou sua renúncia. Ela vai deixar o cargo no dia 7 deste mês.

Johnson é o favorito entre membros conservadores (tories) para se tornar primeiro-ministro do Reino Unido a partir da última semana de julho, mas possui ao menos 20 outros rivais ao cargo. O chanceler Jeremy Hunt foi o primeiro ministro a dizer que ele é quem deveria assumir, enquanto Dominic Raab, ex-secretário do Brexit, disse que pensaria sobre a possibilidade nos próximos dias. O secretário de Meio Ambiente, Michael Gove, e a secretária do Interior, Sajid Javid, também devem anunciar suas candidaturas em breve.

A secretária do Trabalho e Pensões, Amber Rudd, se colocou fora da corrida em uma entrevista ao jornal Telegraph. "Eu estou consciente que o Partido Conservador quer ter alguém que eles acreditem que seja um entusiasta do Brexit. Eu não acho que é minha hora", afirmou. Apesar de sua recusa, ela não esconde que poderia trabalhar na campanha de Johnson, dizendo que eles já atuaram juntos no passado e, na ocasião, "tudo funcionou perfeitamente bem".

A corrida pela liderança do PC deve ser um teste para saber onde os candidatos se posicionam com relação ao Brexit, com a visão de Johnson já estabelecida: ele quer deixar a Europa no próximo prazo estipulado pelas negociações -- no dia 31 de outubro de 2019. "Com ou sem acordo", como disse recentemente durante uma conferência na Suíça.

Ele sugeriu que poderia renegociar um acordo melhor com Bruxelas antes de direcionar o Reino Unido para uma saída sem nenhum tipo de tratado, caso seja necessário. "Um novo líder vai ter a oportunidade de fazer as coisas de forma diferente e ter a chance por causa de sua chegada à administração", afirmou.

Segundo o jornal The Guardian, uma fonte próxima a ele disse que Johnson poderia se esforçar para manter as mudanças do acordo que já existe e tentar garantir que o controle da fronteira da Irlanda do Norte não dure indefinidamente, mas que pressionaria pela saída do país do bloco europeu se não se chegasse a um consenso até outubro.

Raab, por sua vez, está atuando para atrair outros entusiastas de uma saída negociada ao partido. Ele desponta como o principal rival de Johnson. Candidatos menos radicais, como o secretário de Desenvolvimento Internacional Rory Stewart, vão ter que se posicionar pela representação daqueles tories que se opõem ao Brexit sem acordo.

No entanto, isso leva ministros como Hunt, Goven e Javid, além do secretário de Saúde, Matt Hancock, a um dilema sobre até onde eles podem ir abrindo a porta para a possibilidade de saída sem acordo com a UE -- eles se posicionaram a favor do acordo proposto por May recentemente. Eles vão precisar se declarar mesmo antes do início da corrida dentro do partido, que começa no dia 10 de junho, três dias depois que May deixar a liderança do PC. Como o partido tem a maior parte das cadeiras do parlamento, o líder partidário será, automaticamente, o primeiro-ministro britânico antes das férias de verão -- no final de julho.

Johnson, ex-secretário de Relações Exteriores e líder da campanha do Brexit, é o favorito para vencer: ele conta com o apoio de ex-secretários, do presidente do Eurosceptic European Research Group, um grupo de gestão financeira a favor do Brexit, Jacob Rees-Mogg, e de outros estrategistas políticos. Eles já conseguiram reunir doações no valor de R$ 654 mil para a campanha -- seu principal rival, Raab, pode ter juntado R$ 578 mil até agora.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo

NEWSLETTER SEGS