Prefeita de Paris conta que 10 bombeiros subiram torres da Notre-Dame pensando que não voltariam

Crédito: divulgação Crédito: divulgação

Em entrevista coletiva após o incêndio que destruiu parte da catedral parisiense, Anne Hidalgo falou sobre as polêmicas envolvendo as doações de milionários para a reconstrução do templo

Anne Hidalgo está há cinco anos no comando de Paris e, nesse cargo, já viveu muitos momentos duros, como os atentados terroristas de 2015. Ainda assim, ela afirmou em uma entrevista coletiva no final de abril que não se cansa de se surpreender. "Há uma emoção universal, planetária. Sou prefeita da cidade e cada vez mais me comovo e me fascino com ela", e concluiu lembrando de Victor Hugo: "Ele dizia que Paris pertence ao gênero humano". Depois da tragédia, livros do escritor e passagens aéreas de todas as partes da Europa explodiram.

Hidalgo, espanhola de Cádiz, disse que viu os primeiros focos do incêndio na igreja de Notre-Dame, na Île de la Cité, da janela do seu gabinete. Dali ela conseguia ver tanto as duas torres, ainda de pé, como a flecha que caiu no incêndio de abril - um episódio que comoveu o mundo. Naquele dia, a prefeita saiu com sua equipe a pé e foi até a Place du Parvis, em frente ao templo, diante dos bombeiros e da população em choque. Contou que ficou tão angustiada que chorou mesmo depois que os bombeiros anunciavam o controle do fogo, mas que outra imagem ficou gravada na sua cabeça.

No dia do incêndio, ela foi à sede da polícia francesa participar de uma reunião ao lado do presidente do país, Emmanuel Macron; do primeiro-ministro, Edouard Phillipe; do arcebispo de Paris, Michel Aupetit; do diretor da catedral de Notre-Dame, Patrick Chauvet; e do diretor-geral dos Bombeiros, Jean-Claude Gallet. Já era noite quando as discussões sobre o acidente começaram.

"O general disse que, para salvar as torres, tinha que intervir e fazer com que dez homens subissem por ela, um risco consentido. Em outras palavras: ele estava dizendo que dez homens poderiam morrer lá em cima. Ninguém falou nada, mas todos confiamos nele", disse. "Todos nós vamos recordar aquele momento: seu rosto e o rosto de todo mundo, uma espécie de recolhimento", completou. Logo em seguida, eles se deslocaram à praça para acompanhar a operação por meio de imagens de drones. Na tela, os bombeiros eram pequenas luzes que se moviam pela torre enquanto tentavam salvá-la das chamas. "Era muito perigoso, mas eles entraram e salvaram o templo", disse.

A vitória foi comemorada dias depois: o saldo foi de dois policiais e um bombeiro com ferimentos leves e de uma Notre-Dame mantida de pé, apesar da destruição do telhado. Agora, o debate é duplo. O primeiro é para saber se o fogo poderia ter sido evitado. "É muito cedo pra dizer. Sabemos que esses edifícios são vulneráveis quando há obras", afirmou Hidalgo, lembrando que a catedral passava por uma reforma no telhado.

O segundo é sobre como reconstrui-la: Macron fixou um prazo de cinco anos, mas os especialistas dizem que é pouco tempo para uma obra tão importante. "Nesse tipo de situação, o que é difícil é arrecadar fundos e ter meios para a reconstrução", comentou. Segundo a imprensa francesa, até o final do mês, a Notre-Dame tinha recebido € 900 milhões (R$ 3,9 bilhões, na cotação de maio) em doações de milionários do mundo todo.

Hidalgo contou ainda que, alguns anos atrás, a prefeitura, o governo e a administração da Notre-Dame firmaram um acordo para levantar recursos para sua reforma. As obras começaram com investimentos de € 6 milhões (R$ 26 milhões) de cada um. "A solidariedade nacional e internacional é tanta que acho que não teremos problemas para reconstruir", disse.

Socialista, Hidalgo também admitiu que é consciente da crítica aos multimilionários que doaram dezenas de milhares de euros para a igreja, mas não compartilha dela. "Eu sou a favor das políticas redistributivas. Todo mundo sabe que sou uma social-democrata que considera que vivemos em um país e em uma Europa em que não há justiça social suficiente, mas acho importante o fato de que pessoas que têm mais meios, as grandes fortunas da França e do mundo, decidam investi-los. Creio que a história e o patrimônio são o que os une", disse.

No sábado seguinte ao incêndio, os coletes amarelos ("gilets jaunes") foram às ruas das cidades francesas com cartazes em que perguntavam por que os milhões de euros doados não eram direcionados para a pobreza no país.

Hidalgo também se viu em outra discussão por sua posição política: a importância que o mundo e a França deram para um edifício católico - em um país em que o catolicismo está em crise e que cultua a separação estrita entre Estado e religião. "Os papéis do poder religioso e do político na França estão muito claros. A força da Notre-Dame vai além da religião: ela é a mãe de todas as igrejas, uma referência em todo o mundo, como é a igreja de Belém [Portugal], o Santo Sepulcro [Israel] e Roma, na Itália. Mas, além disso, é um monumento e um lugar que pertence a todos que amam Paris e essa história", finalizou.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: Comentários com Link são bloqueados automaticamente (Comments with Links are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

NEWSLETTER SEGS