Descubra como reduzir a queda de pelos em cães e gatos

Saiba quais cuidados tomar com seus pets quando identificar a queda de pelos e quais os motivos desse problema

A troca dos pelos nos cães e gatos é natural durante o ano, principalmente quando há mudanças repentinas na temperatura. Ainda assim é preciso ter paciência para lidar com o pet nesse momento, pois a culpa não é dele.

Os pelos são responsáveis por manter os animais aquecidos e bonitos, mas mesmo que a troca de pelagem possa acontecer por motivos naturais é sempre importante ficar atento sobre sinais de que se trata de um problema de saúde.

A pelagem nos animais, assim como nos humanos, também é um indicativo de saúde, sendo que alterações intensas não são normais. Confira o que pode causar esse problema nos animais e como reduzir a queda dos pelos de cães e gatos.

O que pode causa a queda de pelos nos cães e gatos?

Existem diversos motivos de saúde que podem levar a queda de pelo em cães e gatos, sendo que essa ocorrência deve ser identificada como um sintoma para que o tratamento adequado seja iniciado com urgência.

Entre as ocorrências mais comuns estão às picadas de parasitas, sarna, micoses, alergias, alterações hormonais e inclusive estresse. Essas situações podem provocar ou intensificar as dermatites e também causar coceira, aumentando a queda dos pelos.

No caso de a queda de pelo afetar uma região específica do animal é possível que ela tenha sido motivada por um parasita, ocorrência comum nos gatos. Caso afete o corpo todo, podem ser infecções de pele, fungos ou ácaros.

Dessa forma, pode-se constatar que a queda de pelo em cães e gatos tem motivos diversos, sendo importante que quando identificada o animal seja encaminhado para uma veterinário de confiança realizar o diagnóstico e indicar o tratamento correto.

A seguir destacamos alguns cuidados caseiros que podem ser tomados com o pet com o objetivo de minimizar a queda de pelo, aliviando para o animal e também para os donos que terão menos pelos espalhados nos ambientes da casa.
5 dicas para reduzir a queda de pelos

A queda de pelo dos animais exige tratamento e, em muitos casos, acompanhamento de um veterinário. Entretanto, a mudança de pelagem é comum no início do inverno e do verão, sendo que uma queda mediana de pelo nessa época pode ser combatida com algumas medidas em casa mesmo. Confira!

1. Escovação regular

A escovação regular dos pelos do animal ajuda a retirar os pelos soltos, melhorar a circulação e espalhar a oleosidade natural, proporcionando um aspecto mais bonito para o pet. Lembre-se que ela deve ser realizada no sentido da pelagem para não machucar seu bichinho.

Caso você tenha um pet de pelos longos, a escovação deve ser realizada diariamente, principalmente nos períodos de maior queda de pelo. Para animais com pelo médio, esse cuidado pode ser semanal.

Utilize sempre uma escova adequada para a escovação do pelo animal e dê preferência para uma própria para o tipo de pelagem do seu pet. Com esse hábito, além de melhorar o tempo juntos, é possível minimizar a quantidade de pelos nos ambientes da casa e verificar a presença de pulgas e carrapatos.

2. Banho e tosa

Os cuidados com a higiene do animal são fundamentais para que ele mantenha os pelos mais saudáveis. Assim, o banho deve ser dado com um intervalo médio de 15 dias para animais de pelo curto e médio.

No caso de cães e gatos com pelos mais longos o intervalo pode ser maior, pois a umidade pode causar doenças na pele. Se você der banho no pet em casa lembre-se de usar produtos adequados para ele.

A tosa pode ser feita com uma periodicidade maior, entretanto, não pode ser deixada de lado. Ela ajuda a retirar o excesso de pelos e reduzir a queda. Mas é importante não aparar demais, pois os pelos funcionam como uma proteção para o pet.

3. Banhos de sol

O sol é tão importante para a saúde dos animais quanto dos humanos, assim a recomendação é que sejam realizados passeios com o pet em momentos que ele tenha acesso ao sol, como no início da manhã ou final da tarde.

Caso o animal consiga ter acesso ao sol em casa, no quintal, por exemplo, é provável que ele aproveite esse benefício. Mas fique atento que o excesso de exposição, principalmente em horários de sol mais forte, pode prejudicar em vez de ajudar a saúde do pet.

4. Fórmulas veterinárias

Um dos maiores problemas para a pelagem dos animais é quando os donos não entendem as especificidades dos pets. O uso de qualquer produto para pessoas, como xampus, perfumes e outros é totalmente contraindicado.

Utilize sempre produtos com fórmulas veterinárias, pois eles são os mais adequados para as necessidades do pet.

5. Alimentação correta

Assim como nas pessoas, a alimentação correta também impacta a saúde e a aparência, portanto, garanta que o animal tenha uma dieta balanceada, com todos os nutrientes necessários. Caso ele esteja subnutrido é possível que haja uma intensificação da queda dos pelos.

Para decidir a melhor alimentação para o cão ou gato é indicado contar com a ajuda de um veterinário, pois ele consegue identificar as necessidades específicas do animal. Também é importante evitar alimentos com baixa qualidade nutricional, como os enlatados e os biscoitos.

Com esses cuidados os donos garantem mais saúde e beleza para os animais de estimação, além de reduzir a quantidade de pelo espalhada pela casa.

Caso você identifique alguma alteração repentina na pelagem ou comportamento do cão ou gato, procure um veterinário 24h para que seja investigado o problema e tenha início o tratamento mais adequado.



Publicidade



Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: Comentários com Link são bloqueados automaticamente (Comments with Links are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

NEWSLETTER SEGS