Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Hotel ‘digital’: as principais demandas de segurança da informação na hotelaria

Por Otto Pohlmann *

A trabalho ou a lazer, entramos e saímos de hotéis sem nos preocuparmos com a quantidade de dados digitais que deixamos pelo caminho. Mas não se engane: do cadastro no check-in ao pagamento no check-out, passando pela utilização do Wi-Fi nos quartos ou áreas comuns, o setor hoteleiro é um dos que mais utilizam informações de seus clientes para garantir melhores produtos e serviços personalizados.

Por isso, tais empresas precisam redobrar a atenção e o cuidado com a área de TI, evitando a ação de cibercriminosos e garantindo a privacidade necessária aos indivíduos, conforme estipulado pela Lei Geral de Proteção aos Dados Pessoais (LGPD), em vigor desde setembro de 2020. Assim, algumas demandas relacionadas à segurança dos dados são mais urgentes nessa área. Confira as principais e como os hotéis podem se precaver:

1 – Gerenciamento de redes Wi-Fi

Certamente é a principal preocupação de hotéis e pousadas quando o assunto é tecnologia. É necessário gerenciar uma quantidade grande de redes: há aquelas disponíveis no quarto, as que ficam localizadas nas áreas comuns, como restaurantes, e é preciso garantir uma que seja segura e utilizada apenas pelos funcionários do hotel para a operação do negócio. Assim, o recomendado é obter uma solução capaz de realizar esse controle de forma prática, rápida e eficiente, permitindo antever possíveis riscos e a performance de tráfego.

2 – Controle de acesso

Um dos pontos mais vulneráveis da segurança de informação nos hotéis é justamente a equipe de funcionários. O descuido com uso de outros equipamentos na rede corporativa, a falta de cuidado com login e logout, senhas fracas e/ou compartilhadas, a falta de um duplo fator de autenticação, contas inativas, a liberação indevida e o descontrole no acesso a diferentes recursos costumam ser explorados por cibercriminosos que desejam roubar os dados financeiros dos clientes do hotel. A alternativa é instituir uma política rigorosa de acesso, regras criteriosas de permissões para evitar a entrada não autorizada à informação e contar com ferramentas que possibilitam identificar quem está entrando (ou tentando entrar) em determinado recurso ou sistema.

3 – Proteção aos dados

Além de controlar o acesso dos funcionários (e dos próprios hóspedes) de acordo com o perfil de cada um, é necessário instituir múltiplas camadas de proteção às informações coletadas e armazenadas pelas empresas. Não, não se trata apenas de instalar antivírus nos equipamentos disponíveis – é uma estratégia importante, sem dúvida, mas complementar ao plano traçado pela equipe de TI. Aqui, é preciso implementar uma solução que ofereça diversas camadas de segurança, varrendo a rede atrás de possíveis falhas e controlando a entrada de dispositivos externos.

4 – Atualização dos sistemas

Outro ponto bastante explorado por hackers em organizações hoteleiras é a falta de atualização e manutenção dos equipamentos utilizados. Um computador desatualizado que não tem o que há de mais moderno tanto em sua operação quanto em sua proteção – são como janelas abertas pelas quais os criminosos conseguem entrar na rede. Isso costuma ocorrer porque a quantidade de atualizações em uma rede hoteleira geralmente é gigantesca. A boa notícia é que já há soluções disponíveis no mercado que automatizam e agilizam essa tarefa, informando pontos de melhoria e focos de atenção.

5 – Backup contínuo

Já imaginou se, por qualquer motivo, o hotel perde as informações de hóspedes e não consegue saber quem já pagou antes, quem vai acertar no check-out e quem pretende parcelar? A gestão financeira estaria comprometida – além do prejuízo de imagem de ter exposto dados confidenciais das pessoas. Uma forma de reduzir o dano, caso aconteça algo similar a isso, é manter cópia das informações mais importantes (o bom e útil backup). Não se trata, evidentemente, de disponibilizar um profissional apenas para copiar e colar os dados, mas de implementar uma ferramenta que realiza essa tarefa de forma inteligente, capaz de identificar o período ideal para gerar a cópia.

*Otto Pohlmann é CEO da Centric, empresa de tecnologia que fornece soluções completas para atender aos requisitos de segurança e da LGPD, com foco em implementação, treinamento e suporte a fim de ajudar a sustentar o desenvolvimento de negócios de todos os portes e setores – e-mail:

Sobre a Centric

Empresa de tecnologia que iniciou as atividades em 2005 e oferece soluções completas com foco em implementação, treinamento e suporte para ajudar a sustentar o desenvolvimento de empreendimentos de todos os portes e ramos de atividade. Adota ferramentas voltadas a help desk, service desk, active directory, cloud, IT security, network performance, compliance, data protection, aplicações e remote app. Também realiza treinamentos, desenvolvimento de projetos e monitoramento em tempo real, 24 x 7, de processos, negócios, redes, link e sistema de missão crítica. Com sede em São Paulo e uma equipe de 20 colaboradores, a Centric ultrapassou a marca de 3 mil clientes. Entre eles estão Banco Safra, Crefisa, Unimed, CPFL e 60% do mercado hoteleiro.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo