Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Feirão do Turismo Brasileiro recebe 261.912 visitantes

O e-Marketplace Cooperativado do Turismo Brasileiro se consolida como matriz de gestão, distribuição, promoção e comercialização dos destinos domésticos, com capilaridade e o melhor ROI do mercado nacional

No ano passado, algumas das principais feiras de negócios do mercado de viagens e turismo no Brasil logram êxito, no que diz respeito ao número de participantes presenciais. Todas elas superaram metas e obtiveram recorde de público.

Faltando ainda três horas para o encerramento da 47ª ABAV Expo Internacional de Turismo e 52º Encontro Comercial Braztoa, o evento anunciou que recebeu o número de 29.416 participantes. Na 7ª edição da WTM Latin America foram 19.432 participantes; Festuris 2019, 17 mil e Festival das Cataratas, 8.785.

Não há termo de comparação entre o total de pessoas que participam de eventos presenciais com o alcance dos eventos virtuais, mas não restam dúvidas sobre os benefícios promocionais que o Feirão do Turismo Brasileiro proporcionou, a partir do e-Marketplace Cooperativado do Turismo Brasileiro – plataforma tecnológica que realiza a reestruturação setorial do mercado doméstico, com base nos princípios da economia colaborativa e do consumo compartilhado.

Lojas virtuais gratuitas

Agências de viagens, operadoras de turismo, diferentes meios de hospedagem e empresas que ofertam serviços de transfer incluem seus produtos na plataforma a partir da abertura gratuita de sua loja virtual. Cada loja é integrada às 5.570 lojas de cidades; 333 regiões turísticas; 27 estados; cinco macrorregiões e na loja âncora nacional www.gestour.com.br. Os lojistas, empreendedores digitais experts de turismo, além de ativar uma loja gratuita e comercializar produtos e serviços próprios, também são remunerados com a venda de todos os produtos nacionais disponíveis na plataforma. “Importante destacar que quem precifica os produtos são os produtores, que também garantem paridade na remuneração dos varejistas”, diz Silva.

Sem revelar o faturamento, por questão de compliance, os expositores do primeiro Feirão do Turismo Brasileiro apresentaram e avaliaram os resultados do em live realizada no dia 1º de outubro e que permanece gravada e disponível no canal do YouTube da Gestour Brasil.

Política pública

Apenas um lamento ecoa entre os empreendedores digitais experts em turismo. Ou seja: consideram que a verba de marketing digital do Ministério do Turismo poderia atingir bilhões sem onerar o erário, caso o e-Marketplace Cooperativado do Turismo Brasileiro fosse adotado como referência à política pública setorial.

Na prática, sugerem reunir e instrumentalizar pessoas para criar e ofertar produtos turísticos receptivos disponíveis para consumo num mesmo ambiente, “para que, assim, todos os players possam reduzir custos operacionais; de gestão; distribuição e concentrar recursos promocionais em campanhas digitais para gerar tráfego e propiciar vendas com ganhos coletivos.

“Ao invés de dispersar a pouca verba pública que possui, o poder público, nas suas três esferas, deveria apostar na força da união e articulação da iniciativa privada com foco no modelo cooperativado”, sugere Silva, que argumenta “apenas com a venda de 30% dos quartos de hotéis que ficam desocupados todos os dias no Brasil, o Turismo, via seu e-Marketplace, teria disponível mais de R$ 1 bilhão de verba de marketing para a promoção do Destino Brasil”.

Os números do Feirão

Com investimento total de apenas R$ 60 mil, o Feirão do Turismo Brasileiro gerou resultados extraordinários, na avaliação dos participantes. Das 6.598 lojas virtuais integradas ao e-Marketplace Cooperativado do Turismo Brasileiro, 460 foram acessadas durante o evento e asseguram atendimento à demanda na procura por produtos turísticos dos destinos nacionais.

Durante o Feirão foram abertas 50 novas lojas virtuais, ratificando o avanço da solução disponível como alternativa para o Turismo Brasileiro alcançar toda a potencialidade que possui.

Destinos Âncoras

Todos os licenciados, que atuam como articuladores da iniciativa privada nos vários destinos nacionais, em suas respectivas regiões, avaliam os resultados alcançados durante o Feirão.

Foz do Iguaçu (PR) e as regiões turísticas Sul Catarinense (SC), Grande Belém (PA), Rota da Fé (SP) e Missões (RS) asseguraram espaço próprio para, com autonomia apresentar, promover e vender produtos turísticos de mais de 70 municípios.

“Demos o exemplo de que a união nos fortalece e proporciona ganho para todos. Estamos confiantes no ingresso de novas regiões turísticas na plataforma, o que ampliará ainda mais a oferta de produtos atrativos para os consumidores. Inclusive a grande maioria dos destinos que estão fora da prateleira dos canais de distribuição tradicionais do setor”, conclui Vadis da Silva.

Ranking das lojas mais visitadas

A partir da divulgação do ranking das lojas mais visitadas durante o Feirão e no mês de setembro de 2020, a Gestour Brasil apresentará ao mercado a atualização a cada 30 dias, sempre no dia 1º de cada mês.

“A vacina econômica para a retomada sustentável do turismo brasileiro, pós pandemia, é nacional e está pronta. Vacine seu negócio”, convida o coordenador nacional do e-Marketplace Cooperativado do Turismo Brasileiro, Vadis da Silva.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo