Que tal voar hoje?

  • Escrito ou enviado por  Carolina Garcia
  • Adicionar comentario
  • SEGS.com.br - Categoria: Turismo
  • Imprimir

*Olivier Capoulade

Não há mais espaço nas ruas. São carros, bicicletas, patinetes e pessoas ocupando cada espaço disponível. O problema do trânsito já é visto como fator comum nas grandes cidades.

Em São Paulo, é necessário fazer uma estimativa prévia em plataformas que monitoram o trânsito para planejar quanto tempo será gasto no caminho até determinada reunião ou mesmo para chegar ao trabalho.

Há décadas, filmes futuristas mostram meios de transportes voadores como forma de agilizar a locomoção de um ponto a outro. Mas já pensou que incrível seria se pudesse sobrevoar todos os carros parados no congestionamento?

Mas o problema existe mesmo?

A Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) avaliou o trânsito em São Paulo entre 2016 e 2018, e percebeu que as pessoas que circulam de carro perdem em média 23,4 minutos por dia por conta dos congestionamentos. De uma forma geral, o atraso chega a ser 35% a mais do que o esperado.

Um estudo de 2016 do Ibope mostra que os paulistanos passam em média um mês e meio presos no trânsito a cada ano, enquanto os motoristas que usam o carro entre cinco e sete dias por semana gastam em média três horas por dia no trânsito.

Estima-se que até 2030, 60% da população mundial viverá nas cidades (5 bilhões de pessoas), um aumento de 10% em relação aos dias de hoje. O crescimento da população urbana levará, inevitavelmente, a uma elevação nos níveis de trânsito e congestionamento nessas cidades.

É possível resolver esse problema?

Como já não há mais espaço nas ruas, temos que buscar uma nova forma para se locomover nos centros urbanos. O famoso “carro voador” é uma solução que tem sido buscada por diferentes empresas ao redor do mundo. Os projetos de veículos aéreos elétricos autônomos - chamadas de eVTOL (Electric Vertical Take-off and Landing) - deverão ficar prontos em breve, mas serão necessários entre 5 a 10 anos para que essas novas tecnologias estejam amplamente disponíveis.

A Voom encontrou uma solução ao olhar para os céus e unir a tecnologia com as máquinas atuais - os helicópteros. Hoje já é possível usar o site ou o aplicativo para reservar voos compartilhados seguros, confiáveis e regulamentados pela ANAC. É por essa razão que a Voom é pioneira em mobilidade urbana aérea.

São Paulo e Nova York são as duas cidades com o maior número de helipontos e de helicópteros, e já disponibilizam uma grande infraestrutura. Ao combinar isso com a tecnologia de voos compartilhados criada pela Voom, é possível voar com custos até 80% menores que os serviços de táxi aéreo tradicionais.

Como resultado, a Voom está democratizando as viagens de helicóptero nas cidades mais congestionadas do mundo, além de estimular um ecossistema que ajudará a viabilizar as cidades verticais do futuro.

Funciona mesmo?

Sou francês e viajo com frequência para a França para visitar família e amigos. Antes da Voom, eu perdia uma tarde inteira por conta do trânsito até o aeroporto - até porque temos que chegar com três horas de antecedência em voos internacionais. E, como o trânsito é imprevisível, sempre temos que prever o pior cenário.

Desde que a Voom iniciou as operações em São Paulo, não preciso mais perder uma tarde de trabalho porque sei que o tempo de deslocamento do helicóptero é fixo - 15 minutos. Assim, consigo otimizar meu tempo no trabalho e com minha família.

Embora o assunto mobilidade urbana esteja sendo pautado frequentemente nos últimos anos, a população ainda acompanha as tendências do setor com certa hesitação quando o assunto é voar de helicóptero. Adaptar-se à essa tecnologia como locomoção em diferentes esferas é primordial para o avanço do deslocamento nas grandes cidades utilizando novos meios de transporte.

Hoje sei que a meta da Voom consiste em oferecer um serviço com a finalidade de viabilizar e aproximar o transporte aéreo dos cidadãos, de forma compreensível e factível.

*Olivier Capoulade é COO da Voom.

Sobre a Voom

A Voom desenvolveu uma plataforma que faz com que os sonhos dos passageiros e viajantes se tornem realidade - sobrevoar o trânsito com um simples toque de um botão. Não é segredo para ninguém que o horário de pico no trânsito é mais que um incômodo para os passageiros. O trânsito custa bilhões de dólares por ano para as economias locais e causa um impacto negativo na saúde das populações. O congestionamento é uma importante questão global que só tende a piorar devido ao grande crescimento populacional. Felizmente, a Voom tem a solução para os dias de hoje – um serviço sob demanda que conecta passageiros a um assento livre em um helicóptero compartilhado em questão de minutos. A Voom está enriquecendo a rotina de viajantes ao proporcionar uma melhoria em seus deslocamentos diários. A empresa que pertence à Airbus e faz parte da divisão UAM (Mobilidade Urbana Aérea) foi lançada em 2016, e atualmente está disponível em São Paulo (Brasil) e na Cidade do México (México), e será lançado em outras cidades ao redor do mundo ao longo de 2019 e além. Para saber mais sobre o serviço ou agendar o seu voo, visite o site www.voom.flights ou baixe o aplicativo na Apple Store. Nos siga no Twitter, no Facebook e no Instagram.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo

NEWSLETTER SEGS