Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Mensagem... A Voz do Pai

  • Crédito de Imagens:Divulgação - Escrito ou enviado por  Redação do Momento Espírita
  • SEGS.com.br - Categoria: Mensagens
  • Imprimir
  • E-mail

A Voz do Pai

Quando criança, pouco tempo passado depois que fui inserido na educação infantil, enquanto tagarelava com meu pai simplesmente revelei, como quem conta algo muito trivial: Pai, eu já sei ler.

Ele me olhou um tanto surpreso. Afinal, eu acabara de ingressar na escola. Estaria mesmo lendo ou seria apenas algo em que eu, inocentemente, acreditava?

Então, ele me indicou uma palavra. Juntando as sílabas, eu li sem maiores dificuldades: Europa.

Meu pai ficou emocionado. Realmente, eu estava lendo. E acertei-me profundamente com as letras. Passei a ler tudo o que me passava pelos olhos.

Depois de algum tempo, meu pai me levou à biblioteca pública. Fizemos minha carteirinha de leitor.

Ler tornou-se um inquebrantável elo entre nós. Continuamos leitores assíduos. A leitura transformou-se em meu grande prazer e a literatura, naturalmente, em minha profissão: sou professor dessa disciplina.

Tudo por um pequeno vocábulo lido na infância, por uma carteirinha de biblioteca.

Os anos se passaram, mas o amor que meu pai e eu temos pelas belas letras não arrefeceu: Filho, qual livro você indica para mim agora? Já terminei determinada obra. Inclusive, quero indicá-la a você, pois o enredo é muito interessante.

Por vezes, em nossas conversas, teorizamos: O que é um romance, filho? Quais as diferenças entre poesia e prosa?

O amor nos une. E a palavra, escrita ou falada, é a materialização desse amor.

Por vezes, passamos horas nos comunicando via ligação telefônica. De outras, compartilhamos os acontecimentos diários por meio dos aplicativos de troca de mensagens.

Leitor desvelado que sou, não sei hoje mensurar quantas obras literárias já li. A quantidade de palavras também é incontável.

Todavia, nas dores pelas quais passei, ao longo da vida, nas desilusões, tristezas e mágoas, são de meu pai as melhores palavras.

Ele é a quem posso recorrer em todos os instantes e que sempre possui a palavra adequada para acalentar meu coração.

* * *

Naturalmente, o sofrimento não é um desconhecido para nenhum de nós que habitamos este planeta. Em maior ou menor grau, cada qual, de acordo com os compromissos espirituais assumidos, encontra-se com ele.

Naturais também são os questionamentos: Por que Deus permite que eu sofra? Por que as mazelas pelas quais passa a Humanidade? Por que a fome, o abandono, a ingratidão?

E, da mesma forma, que encontro em meu pai terrestre apoio e auxílio, conto com o Pai maior, o de todos nós.

Dessa forma, quando as dores se tornarem mais intensas, ouçamos do Divino Pai a palavra celestial. Filiados pela criação, Ele está em nós e nós estamos nEle.

Na desilusão, ouçamos ecoar dentro de nós a palavra fé. Na amargura, a esperança. No desamor, a confiança.

O Celeste Pai sempre possui, em todas as circunstâncias de nossa existência, a palavra perfeita, enunciada no momento exato, na intimidade dos nossos corações.

Saibamos ouvi-lO. Agucemos os ouvidos da alma e ouçamos a Voz do Senhor que nos ampara, consola e auxilia.

Não nos esqueçamos disso.

Redação do Momento Espírita,
em homenagem a Aguinaldo Edvin Pertel.
Em 16.3.2021.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

voltar ao topo