Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Mensagem... A doce poetisa

  • Crédito de Imagens:Divulgação - Escrito ou enviado por  Redação do Momento Espírita
  • SEGS.com.br - Categoria: Mensagens
  • Imprimir
  • E-mail

A doce poetisa

Sua cidade natal, que traz os traços da época colonial, guarda uma arquitetura apaixonante, onde os casarões e as ruas de pedra estimulam o turismo.

Ela era conhecida em todos os recantos pela especialidade em preparar doces saborosos e frutas cristalizadas.

Cursara a escola apenas até o terceiro ano primário, o que não a impedira, desde os quatorze anos, de tecer seus primeiros sonhos em forma de versos.

Criou uma poética do cotidiano, da singeleza das pequenas coisas que retratavam sua realidade.

Passou a ser conhecida pelos versos e contos que escrevia.

Ana Lins dos Guimarães Peixoto Bretas foi a poetisa Cora Coralina.

Seus versos, delicados e profundos, foram publicados pela primeira vez quando a autora tinha setenta e cinco anos.

Elogiada por Carlos Drummond de Andrade, tornou-se uma das vozes femininas mais relevantes da literatura nacional.

Ocupou a cadeira número trinta e oito da Academia Goiana de Letras e recebeu o título de Doutor Honoris Causa pela Universidade Federal de Goiás.

A poetisa, que escreveu sobre o seu tempo e sobre o futuro, destacando a realidade das mulheres do século vinte, é o principal nome da cidade de Goiás.

A casa onde morou é hoje um museu, incentivando atividades culturais, artísticas, educacionais e filantrópicas, visando a valorização sociocultural do povo goiano, bem como preservar e divulgar a sua obra.

Cora muitas mulheres Coralina morreu em Goiânia, no dia dez de abril de mil novecentos e oitenta e cinco, sem nunca perder a doçura e a simplicidade.

Costumava dizer: Estou no fim da vida, nada tenho e nada me falta.

* * *

A simplicidade na forma de viver e o destemor diante dos empecilhos registram uma força que impulsiona o caminhante no mundo.

Não nos cabe esmorecer frente às dificuldades que a vida apresenta. Ao contrário, devemos analisar as oportunidades e enfrentar os desafios.

Todos dispomos de ferramentas extras, que Deus concede para que as possamos utilizar frente aos dissabores da vida.

Encontrar em nosso interior tais ferramentas é o primeiro passo.

Todos temos capacidades, talentos, dons. Basta que desbravemos as terras íntimas do nosso ser e as descobriremos.

Permitamo-nos mergulhar em nosso interior, buscando essas riquezas que farão a grande diferença em nós e em nossa caminhada terrena.

Nossas reservas de energia, nosso potencial apenas esperam que os acionemos e, com coragem, os utilizemos para que surja nosso brilho.

A criatividade, o ousar se aventurar pelos caminhos da realização que preenche o ser, independente do ganho material, pode emergir da nossa intimidade.

Alie-se à coragem e à disposição pela luta, e o sucesso poderá se tornar realidade.

Como ensina a poetisa e escritora:

Desistir... eu já pensei seriamente nisso, mas nunca me levei realmente a sério.

É que tem mais chão nos meus olhos do que o cansaço nas minhas pernas, mais esperança nos meus passos do que tristeza nos meus ombros, mais estrada no meu coração do que medo na minha cabeça.

Desistir, nunca.

Redação do Momento Espírita, com base em dados biográficos
de Cora Coralina e no artigo Trabalhadores do Bem, do Jornal
Mundo Espírita, de abril/2018.
Em 31.10.2020.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

voltar ao topo