Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Mensagem... Filho reconhecido

  • Escrito ou enviado por  Redação do Momento Espírita
  • SEGS.com.br - Categoria: Mensagens
  • Imprimir
  • E-mail

Filho reconhecido

Ele é um homem que passou os setenta anos. Famoso no mundo inteiro, tocava violino aos cinco anos de idade.

Filho de um diretor de orquestra que fez músicos seus seis filhos, André Rieu sentiu brotar a paixão pela música ao tocar sua primeira valsa.

Nascido em Maastricht, capital da província de Limburg, fundada pelos romanos no século 50 a.C., era violinista da orquestra sinfônica.

Ao mesmo tempo, gravava discos independentes. Hoje, com uma carreira de sucesso em mais de trinta países, são milhões os discos, CDs e DVDs vendidos.

O regente holandês, no entanto, se viaja por tantos lugares e só encontra aplausos, tem um coração agradecido.

Em grande concerto ao ar livre em sua cidade natal, teve oportunidade de afirmar que desejava, naquele quase final de apresentação, dizer algo muito pessoal.

Recordou que Maastricht não era somente a melhor cidade, mas também a mais antiga da Holanda.

Disse que reconhecia o sucesso que tinha no mundo. No entanto, era muito agradecido àquela cidade, àquele povo.

Que ele não esquecera suas raízes, porque elas estavam ali. E a melhor forma de expressar a sua gratidão foi executar, com orquestra e coro, o hino de Maastricht.

O povo se ergueu, cantou, alguns com a mão no coração. Podia-se perceber que o regente quase não continha sua emoção, deixando-se envolver no amplexo da gratidão.

Obrigado, terra natal! Expressava ele com a música, com sua orquestra, com o coro, com todo seu coração.

O exemplo do famoso maestro holandês nos leva a meditar. A sua gratidão à terra natal, aos que o viram crescer no corpo e na arte, emociona.

Quando, ainda nos dias recentes, tantos brasileiros abandonam a pátria em busca de mais amplos horizontes; quando, ao se despedirem, com quase desprezo, afirmam: Espero nunca precisar voltar para este país; o gesto do grande músico nos remete a pensar.

E concluir que os verdadeiramente grandes homens são almas especiais. Sobretudo agradecidas.

Pensemos nisso e onde quer que estejamos, sob aplausos ou não, nunca nos esqueçamos das nossas raízes.

Podemos buscar alhures o sucesso, a felicidade, a oportunidade que se nos faz necessária, mas não desprezemos nossas origens.

Não as esqueçamos. Sejamos gratos ao país que nos viu nascer, aos pais que nos deram o corpo físico e nos alimentaram os anos nascentes.

Aos parentes que aplaudiram nossas primeiras conquistas. Aos irmãos que privaram conosco das horas de folguedos e de alegria.

Aos amigos que ouviram nossas queixas e insuflaram novo ânimo na jornada. Aos que nos legaram recursos para que alcançássemos nossos objetivos.

Enfim, onde quer que estejamos, felizes, bem sucedidos, sejamos gratos.

O torrão natal é nosso marco inicial na presente reencarnação. Não esqueçamos nossas raízes. Não esqueçamos da gratidão.

* * *

É sempre pálido o pagamento material por qualquer dádiva que se tenha recebido.

Mas o gesto de ternura, a lembrança gentil, a palavra espontânea são valores-gratidão que não nos cabe desconsiderar. Nem esquecer.

Pensemos nisso.

Redação do Momento Espírita.
Disponível no livro Momento Espírita, v. 8, ed. FEP.
Em 19.6.2020.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo