Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Mensagem... Como os pequeninos

  • Escrito ou enviado por  Redação do Momento Espírita
  • SEGS.com.br - Categoria: Mensagens
  • Imprimir
  • E-mail

Como os pequeninos

Os Evangelhos nos permitem, a cada nova leitura, mais profundas reflexões. Isso nos diz que os seus ensinamentos são inesgotáveis, conclamando-nos à mudança de hábitos.

Relata o Evangelista Mateus que, em certa oportunidade, os discípulos se achegaram a Jesus e lhe perguntaram: Quem é o maior no reino dos céus?

Lembramos que anteriormente, o mesmo Evangelista havia registrado a fala do Mestre de que, naqueles tempos, não havia alguém maior do que João, o Batista.

Mas, enfatizara que, no entanto, ele era o menor no reino dos céus.

Agora, Jesus chama para perto de si uma criança, coloca-a no meio deles e ensina: Em verdade vos digo que se não vos converterdes e não vos fizerdes como este menino, de modo algum entrareis no reino dos céus.

O ensino é eloquente e, naturalmente, para todos os que temos ouvidos de ouvir, ou seja, buscamos o entendimento maior, ele não estava se referindo àquele menino em especial, mas às crianças.

Utilizou-o como exemplo, no sentido de que muito devemos aprender com as crianças.

Os pequeninos têm a alegria como marca registrada. Riem de tudo e de coisa alguma. Sorriem para a vida, a cada despertar, e cumprimentam as horas que se iniciam com sua vivacidade.

Erguem-se da cama e começam a correr, a brincar, a procurar o brinquedo que na véspera deixaram em algum lugar.

Antes mesmo de se alimentarem, saúdam o novo dia afirmando, com sua forma de se expressar, a felicidade de acordarem na carne, outra vez.

Buscam o que lhes dá prazer: o brinquedo, o jogo, o filme. Esquecem mesmo de que devem se alimentar, como a registrar que, antes do corpo, a alma deve ser alimentada.

As crianças são espontâneas: dizem o que lhes vai na intimidade. Naturalmente, nosso viés de boas maneiras e de educação, nos fará passarmos pelo filtro adequado as falas, em nossas relações interpessoais.

Porém, elas nos dizem que devemos ser menos hipócritas, mais honestos com nossos familiares, amigos, companheiros de trabalho.

Falam-nos de que os que convivem conosco são credores da nossa delicada e honesta maneira de lhes dizer o que gostaríamos ou se faz necessário alterem em sua forma de ser, de agir.

As crianças nos ensinam a sermos humildes. A descobrirmos que, pequenos na alma, precisamos, como elas, de alguém que nos eleve, a fim de que enxerguemos mais além.

Que imagem espetacular! Lembrarmos de que necessitamos de muitas pessoas para nosso crescimento espiritual, para dilatarmos os nossos horizontes.

Precisamos nos vestir de humildade para ouvir os que sabem mais do que nós; os que têm experiência naquilo que planejamos fazer; os que experimentaram e podem nos dizer que deve haver outra forma, melhor, mais adequada, de chegar aonde queremos.

Humildade. Humildade para reconhecer nossas próprias fraquezas. Humildade para pedir auxílio.

Humildade para reconhecer que não somos o único ser sobre a face da Terra, detentor de todo o conhecimento. Que existem milhares de seres neste planeta, que podem nos auxiliar a galgar mais alguns degraus na escala da evolução.

Pensemos a respeito, ainda hoje, enquanto temos tempo.

Redação do Momento Espírita, com base no
Evangelho de Mateus, cap. 11, vers. 11 e
no cap. 18, vers. 1 a 3.
Em 6.4.2020.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo