Brasil, 16 de Setembro de 2019

TOKIO MARINE SEGURADORA

Mensagem... Conflitos

  • Escrito ou enviado por  Redação do Momento Espírita
  • SEGS.com.br - Categoria: Mensagens
  • Imprimir
  • E-mail

Conflitos.

Um dos graves problemas da criatura humana é a convivência no lar. Famílias existem marcadas por frequentes conflitos. Algumas os resolvem de forma sumária: os esposos se divorciam, os filhos optam por morar fora do lar.

Por vezes, a convivência é tão conturbada que alguém desabafa: Sinto vontade de esganá-lo. Preciso me controlar para não perder a cabeça.

Podemos detectar, nesses relacionamentos, Espíritos que se prejudicaram uns aos outros, em vidas anteriores. Por vezes, foram inimigos e agora estão se reencontrando. Unidos não pelo afeto, nem por afinidade, mas para a reconciliação, enfrentam dificuldades para se harmonizarem porque, de forma inconsciente, guardam a mágoa do passado. Daí as desavenças que, com facilidade, conturbam a vida familiar.

Na verdade, esses desencontros são decorrentes muito mais de nosso comportamento no presente do que dos compromissos do pretérito. Deus não nos reúne no lar para nos magoarmos e agredirmos. Alguém já disse certa vez: Deus espera que nos amemos e não que nos amassemos.

Se desejamos melhorar o ambiente doméstico, o primeiro passo é nos dispormos. Geralmente, esperamos muito uns dos outros, reclamando atenção, respeito, compreensão, tolerância.

Devemos cobrar tudo isso sim, e muito mais. Mas não dos outros, de nós mesmos. Melhorando-nos, estimularemos os familiares a fazer o mesmo.

Todos aprendemos pelo exemplo. A questão não é fácil, mas não é impossível. Quando dizemos esforço inútil, referindo-nos a uma pessoa intratável, irritada, agressiva, possivelmente o que nos falte seja mais um pouco de perseverança.

Não há quem resista indefinidamente ao bem. Além do mais, Jesus pacientemente espera pela nossa decisão de melhoria. Prossegue de braços abertos... aguardando nossa feliz decisão.

No lar, no trato com os familiares, pensemos que, se estamos juntos, motivos imperiosos existem. Assim, não percamos a oportunidade de desculpar, perdoar, acertar.

Se, às vezes, a situação se tornar melindrosa e nos sintamos vacilar, façamos como aquela mãe que era detestada pela filha, nos anos da infância. Abraçava-a e dizia: Filha, uma de nós duas é culpada. Desculpemo-nos.

Sábia atitude!

Não renascemos, nem estamos juntos para revides ou vinganças. Tornamos a nos unir para os ajustes com a Lei.

Afinemo-nos, pois, começando hoje por desculpar, agora, enquanto a oportunidade se faz presente.

* * *

Os pequenos sacrifícios em família formam a base da felicidade no lar.

É sempre possível achar a porta do entendimento mútuo, quando nos dispomos a ceder, de nós mesmos, em pequeninas demonstrações de renúncia a pontos de vista.

O lar é o coração do organismo social. Em casa começa nossa missão no mundo.

Redação do Momento Espírita, com base no cap. 8, do livro Sinal verde, pelo Espírito André Luiz, ed. Cec; no cap. Conflitos domésticos, do livro Uma razão para viver, de Richard Simonetti, ed. Gráfica São João e no verbete Lar, do livro Dicionário da alma, por Espíritos diversos, psicografia de Francisco Cândido Xavier, ed Feb.

Em 14.09.2012


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo