Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Quatro em cada dez jovens inseridos no mercado de trabalho estão na informalidade

  • Crédito de Imagens:Divulgação - Escrito ou enviado por  Carolina Fagnani
  • SEGS.com.br - Categoria: Economia
  • Imprimir

Quatro em cada dez jovens inseridos no mercado de trabalho estão na informalidade

Trabalhador informal está mais exposto à acidentes, como motoboys, por exemplo; SBCOC explica lesão mais comum e faz alerta

Estudo inédito divulgado nesta segunda-feira (11), realizado pela Agenda Jovem Fiocruz e a Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio e intitulado "Panorama da Situação de Saúde de Jovens Brasileiros de 2016 a 2022: Intersecções entre Juventude, Saúde e Trabalho", mostra que quatro em cada dez brasileiros (43,6%) entre 15 e 29 anos inseridos no mercado de trabalho estão na informalidade. Ainda de acordo com a pesquisa, 28% desses jovens foram expostos a alguma situação de risco à saúde.

Uma das atividades mais comuns, exercida de maneira informal, é a de entregador. Um levantamento, do IPEA, divulgado em maio do ano passado, indicou que o Brasil tem 1,5 milhão de pessoas que atuam como motoristas e entregadores de aplicativos, taxistas, mototaxistas e outras atividades por conta própria no setor de transporte. Enquanto cresce o número de entregadores de moto, crescem também os acidentes. A lesão mais comum em acidente com motocicleta é a fratura da clavícula, osso em formato de “S”, localizado na parte superior do tórax e responsável por fazer a ligação entre o tronco e os braços, explica o presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia de Ombro e Cotovelo (SBCOC), Sandro da Silva Reginaldo.

“A clavícula é um dos importantes componentes que permitem a mobilidade dos membros superiores e a implicação de força. Quando a pessoa sofre uma queda sobre o ombro, toda a energia do impacto é transferida para essa região, o que resulta na fratura do osso, situação frequentemente vista em acidentes de moto. Em acidentes com motocicleta, a própria pessoa que a conduz é o para-choque, intensificando a gravidade das lesões”, afirma o cirurgião.

O presidente da SBCOC explica que há três tipos de fratura de clavícula. “Há a fratura transversa, que ocorre em uma linha mais ou menos reta; a oblíqua, quando a fratura lesiona o osso diagonalmente; e a cominutiva, quando o osso quebra em vários pedaços”, lista. “Quando a fratura não apresenta desvio ou encurtamento significativo, o tratamento é conservador, do contrário, pode haver necessidade de cirurgia”, completa, acrescentando que é importante a avaliação de um especialista para o diagnóstico correto.

O especialista ressalta que a recuperação deste tipo de fratura é “um transtorno” que vai prejudicar a execução de outras tarefas do dia a dia por, pelo menos, três meses. A recuperação completa pode durar até seis meses. “No caso do trabalhador informal, ainda há o agravante de estar desprovido de garantias básicas de saúde e segurança do trabalho”, conclui.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

voltar ao topo

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade aos SEUS COMENTÁRIOS, em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!

Security code Atualizar

Enviar