Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Compartilhamento de informações entre instituições financeiras é a chave para fortalecer segurança do Pix, afirma Banco Central em webinar da Quod

BC estabeleceu uma série de medidas para prevenir fraudes, como limites máximos e bloqueio cautelar, mas considera fundamental a colaboração entre as entidades do setor

O compartilhamento de informações entre as instituições financeiras que participam do PIX, que em breve completa um ano, é essencial para aumentar a segurança do sistema de pagamentos instantâneo do Banco Central do Brasil (BC). A afirmação foi feita por Breno Santana Lobo, consultor no Departamento de Competição e de Estrutura da entidade, durante um webinar promovido pela Quod, uma das operadoras do Cadastro Positivo e responsável pela solução que consolida a base de informações compartilhadas por bancos e entidades que participam do ecossistema PIX.

Segundo o executivo, o sucesso do Pix, que já acumula mais de 330 milhões de chaves registradas e atingiu a marca de mais de 1 bilhão de transações por mês, chamou a atenção de golpistas. Na visão de Lobo, o sistema é extremamente seguro, pois conta com uma rede totalmente isolada, sem conexão com a internet, portanto sem nunca ter sofrido um ataque hacker. Além disso, toda a infraestrutura do Pix possui criptografia para proteção das informações, mecanismos fortes de autenticação por meio da biometria e rastreabilidade, que permite a investigação de fraudes em caso de demandas de autoridades judiciais.

“O compartilhamento de informações é a chave para aprimorar a segurança sem degradar a experiência do usuário”, afirma Lobo. Para isso, o Banco Central determinou a obrigação aos participantes do Pix de reportar as fraudes observadas no Diretório de Identificadores de Contas Transacionais (DICT). “Esse é um passo importante, mas não suficiente”, pondera Raphael Salmi, head de Novos Negócios da Quod. “A sofisticação dos fraudadores é muito elevada e a consulta simples no DICT não resolve todos os problemas”, completou.

Para fazer frente aos desafios das fraudes no pix e em outros meios de pagamento, a Quod desenvolveu um ecossistema de soluções chamado Quod-X. Composta por uma série de plataformas tecnológicas combinadas, com o fluxo de dados disponível para análise de prevenção a fraudes e lavagem de dinheiro, a solução da Quod fornece um escore (pontuação) de confiança e outros sinais de segurança que mostram aos participantes o risco de efetuar a operação.

“Nossa solução funciona de forma similar ao Cadastro Positivo, que fornece escore de crédito positivo, enquanto a consulta no DICT foca nas notificações de fraude, se assemelhando a uma base de negativação”, explica Salmi. “Quanto maior for o número de instituições que compartilham informações, maior será a precisão que fornecemos a elas”, pontua.

Para Lobo, o importante é as instituições financeiras aderirem ao compartilhamento de informações, seja pela imposição de notificações ao DICT, seja pela aderência à base da Quod.

Participaram do webinar “Pix e Prevenção a fraudes” Raphael Salmi, head de Desenvolvimento de Novos Negócios da Quod; Breno Santana Lobo, consultor no Departamento de Competição e de Estrutura do BC; e Walter Tadeu Pinto de Faria, diretor adjunto de Serviços da Febraban.

Para assistir o evento na íntegra,

Sobre a Quod

A Quod foi criada em 2017 com objetivo de impulsionar o Cadastro Positivo e fomentar a educação financeira no cenário brasileiro. Agora, com o Cadastro Positivo em funcionamento, ela está expandindo sua atuação para decisões baseadas em dados para diversas finalidades: prospecção de clientes, gestão de risco de crédito, gestão de carteira de clientes, prevenção a fraudes, compliance e inteligência de cobrança. A companhia iniciou suas operações no final de 2018 e atende a clientes de todos os setores da economia, incluindo instituições financeiras, seguradoras, varejistas, operadoras de telecomunicações e pequenas e médias empresas.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo