Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Análise Boa Vista: inadimplência das famílias com recursos livres sobe em setembro e atinge o maior nível no ano. Spread cai, mas juros finais sobem devido aos custos de captação

Concessão de crédito continua forte, mas ritmo de crescimento diminui

De acordo com os dados do Banco Central, a taxa de inadimplência das famílias com recursos livres avançou mais uma vez em setembro e agora marca 4,25%, ante 4,15%. A tendência de elevação na taxa já vinha sendo antecipada pelo indicador de Registros de Inadimplentes da Boa Vista, que havia apontado alta de 1,0% na comparação mensal dos dados dessazonalizados no mesmo período. Mais do que isso, a curva em 12 meses acumulados do indicador apresenta uma desaceleração da queda, o que sugere que a taxa de inadimplência divulgada pelo Banco Central pode continuar subindo.

Na avaliação dos economistas da Boa Vista, essa alta não deveria ser uma surpresa. Há muito tempo a inadimplência estava represada em níveis baixos em meio a um cenário econômico nada amistoso e que pode ainda piorar. Devem pesar contra o orçamento das famílias a inflação e os juros mais elevados, argumentos que ganharam ainda mais força na semana passada com a ruptura do regime fiscal. As projeções relacionadas à Selic, por exemplo, subiram de 8,25% para 8,75% em 2021, e de 8,75% para 9,50% em 2022. Resta saber se, diante disso tudo, o Copom manterá o “plano de voo” original. Semanas atrás, o Banco Central havia dito que não reagiria a toda e qualquer movimentação do mercado, o que não parece mais ser o caso.

A taxa de juros subiu mais uma vez pressionada pelos custos de captação, que passaram de 8,53% para 9,28%. O spread bancário, por sua vez, diminuiu um pouco, de 32,3 para 32,06 pontos percentuais. No final das contas, a taxa encerrou o mês em 41,34%, ante 40,83% no mês de agosto.

Mais uma vez, o aumento da inadimplência e da taxa de juros não freou a concessão de crédito, mas o ritmo de crescimento já dá sinais de acomodação. A concessão de recursos livres às famílias registou alta de 1,7% na comparação mensal dos dados dessazonalizados, em linha com o resultado apresentado pelo indicador de Demanda por Crédito da Boa Vista, que havia mostrado alta de 1,2% na mesma base de comparação para o segmento Financeiro. Na comparação interanual, o número do Banco Central subiu 20,55%, mas vinha de uma elevação de 28,57% em agosto.

Essa acomodação na concessão de crédito também era esperada. Primeiro porque parte deste crescimento se deve ao efeito base, dado que, um ano após o início da crise, ou seja, em março de 2021, a concessão apontava queda de 4,05%. Um ano antes, em março de 2020, a concessão crescia 14,69%. Em segundo lugar porque o mercado como um todo está esfriando, as projeções de crescimento são cada vez menores, ao passo que, as expectativas de inflação e juros, como dito antes, caminham no sentido oposto, de modo que o risco se torna mais elevado também.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo