Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Selic: Copom se reúne nesta semana para decidir taxa de juros básica

Especialistas no mercado financeiro comentam sobre expectativas em relação a decisão que deve ser publicada em comunicado nesta quarta

O Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central, se reúne nesta terça e quarta para decidir qual será a nova taxa de juros Selic, atualmente em 3,5% ao ano. A expectativa do mercado é por mais um ajuste de 0,75%, o que levaria a Selic para 4,25% a.a. De acordo com o Boletim Focus, divulgado nesta segunda, a expectativa para a taxa básica de juros no final de 2021 aumentou de 5,75% ao ano para 6,25% ao ano. Para o fim de 2022, a projeção para a taxa permaneceu em 6,5% ao ano, quarta manutenção consecutiva.

Segundo João Beck, economista e sócio da BRA, como país de moeda frágil, o mercado não pode pagar para ver se a inflação será temporária ou não. "O Banco Central age. E recentemente, o mercado ajustou posições para um ajuste mais agressivo de politica monetária do COPOM. Para a decisão desta semana, não há mudanças. O ajuste está no tempo de ajuste que deve ser mais prolongado, com as mesmas altas de 0,75%, porém chegando agora perto de 6%. Mais uma vez, o mercado vai observar a retirada ou não da frase 'ajuste parcial' do texto do COPOM", explica.

Para o especialista, a valorização recente do real amenizaria o cenário de inflação. Mas outros vetores compensaram. "Olhando isoladamente as commodities que a nossa moeda tem bastante correlação, era para o real estar mais valorizado. Mas outros fatores pesam, como teto de gastos e a aproximação de um ano eleitoral, além de outros riscos mapeados no cenário como a crise hídrica", diz.

Para Rossano Oltramari, sócio e estrategista da 051 Capital, depois dos últimos dados divulgados pelo IPCA, que surpreenderam negativamente com a taxa de 0,83%, a maior para um mês de maio desde 1996, é possível que, além do aumento de 0,75% nesta reunião, o Banco Central sinalize que teremos mais uma alta de 0,75% em agosto.

"Com relação a economia brasileira, os dados estão positivos, já que ela vem apresentando uma aceleração no crescimento. Nós estamos avançando na vacinação com a consequente reabertura mais forte da economia e com a diminuição gradativa das medidas de restrições. Por outro lado, temos uma preocupação muito grande com a inflação, que nos últimos 12 meses, foi de 8,06%. O Banco Central está preocupado com isso, tem sinalizado muito que o foco é a inflação e que não quer uma deterioração de suas expectativas para 2021 e 2022", afirma.

Segundo Rossano, "o Banco Central dessa vez poderá ser mais duro no comunicado, mais vigilante com relação aos dados que estão sendo divulgados e proativo nas medidas para conter esse aumento na inflação".

Jansen Costa, sócio da Fatorial Investimentos, também concorda que dados do IPCA com inflação alta são uma preocupação para o Banco Central, mas não espera nada diferente do que já é esperado pelo mercado.

"As taxas de juros estão próximas da meta do Banco Central. No caso do Brasil, o IPCA veio alto. A projeção da taxa futura do DI já mostra que o aperto monetário será maior, mas não acredito em nenhum aumento radical. Quanto mais rápido o Brasil subir os juros frente aos EUA, menor será a pressão no câmbio e dólar poderá cair", diz.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo