Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

ALSHOP: Vendas no Dia dos Namorados ficarão 4% abaixo do nível de 2019

Um levantamento da ALSHOP (Associação Brasileira de Lojistas de Shoppings) com dados fornecidos pela CNC sobre o Dia dos Namorados no comércio, aponta que as vendas deverão ficar 4% abaixo do patamar de 2019, regredindo pouco mais de dois anos em faturamento esperado nas lojas.

Apesar do número, quando comparado com 2020, quando quase todo o comércio estava fechado em junho, a expectativa de crescimento é de 29,4%. Assim, as vendas devem chegar neste ano a R$1,8 bilhão.

"Após o ano de 2020, aprendemos muito com a pandemia e mesmo neste cenário, vemos uma boa expectativa econômica com a sexta revisão de aumento do PIB para este ano e 1,2% de elevação no primeiro trimestre o que certamente é uma boa surpresa.", explica Nabil Sahyoun, presidente da ALSHOP.

Para a data, o comércio se prepara para receber o público, lojas já iniciaram ações comerciais e promoções investindo em divulgação e propaganda para aumentar as vendas no período. Neste ano, boa parte das lojas de shopping estão abertas ainda que em horário sensivelmente reduzido e com capacidade limitada.

Itens mais procurados

Segundo o levantamento, os itens mais procurados nesta data serão vestuário feminino e masculino, moda íntima, artigos para dormir, maquiagem e cosméticos, calçados e acessórios, chocolates e flores. Os itens eletrônicos, antes campeões de vendas, ficam em segundo plano como os smartphones impactados pela alta do dólar.

Cerca de 50% dos consumidores pretendem comprar algum presente nesta data em todo o país. E, destes, 60% pretende gastar entre R$50,00 e R$200,00 até o próximo dia 12 de junho. Outros 20% pretendem consumir mais do que R$200 nesta data, enquanto a minoria irá comprar algo com valor inferior a R$50.

"A expectativa do setor subiu ainda mais quando começamos a ver um movimento para volta do funcionamento por 12 horas diárias. Independente disso, entendemos que os lojistas estão cautelosos com esse momento de reabertura enquanto avançamos lentamente com os números da pandemia, mas seguimos confiantes no processo de vacinação e aplicamos protocolos rígidos nas lojas de shopping que vem se destacando como ambientes seguros de compra e de serviços aos consumidores.", comenta Sahyoun.

Presencial x Internet

O levantamento mostra ainda que 60% dos lojistas afirmam que seus clientes irão usar meios online como alternativa de compra. Como em algumas cidades do país o comércio físico como shoppings, restaurantes e lojas de rua ainda se mantém fechado por decretos municipais devido à sobrecarga no sistema de saúde, muitos lojistas investiram em soluções de e-commerce, canais próprios e marketplaces, que se adaptaram e evoluíram rapidamente no comércio eletrônico.

Manifesto pela reabertura do comércio

A ALSHOP e a Abrasce (Associação Brasileira de Shoppings Centers) em conjunto com 101 entidades divulgaram um manifesto pedindo a igualdade do comércio com os outros setores da economia que funcionaram sem restrições em meio à pandemia.

O manifesto pede reabertura imediata sem restrições do comércio obedecendo aos protocolos já validados pelas autoridades, isenção de parte dos tributos, além de ampliação de linhas de crédito, pois as perdas se acumulam em mais de R$90 bilhões em vendas. Desde o início da pandemia, 110 mil empregos foram extintos e 12 mil lojas de shoppings fecharam definitivamente por todo o país.

“O abre e fecha e as restrições de horário impactam na geração de renda e tiram o melhor programa social que existe, que é o emprego, especialmente, o emprego de qualidade com carteira assinada gerado no comércio. Esperamos que não haja retrocesso, pois precisamos trabalhar e permanecer funcionando com todos os cuidados aplicados especialmente nas lojas de shopping.”, finaliza, Nabil Sahyoun.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo