Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Consumo consciente e crise econômica fazem empresas investirem e se adaptarem durante 2020

Soluções foram lançadas para benefício do consumidor e indústrias se adaptaram investindo no novo momento do mercado de consumo

O ano de 2020 trouxe inúmeros desafios ao empresário brasileiro e à população. Com o tempo de isolamento imposto devido a pandemia, empresas precisaram modificar o modo de pensar para se manter ativas no mercado, e o consumidor precisou – mais do que nunca – economizar e mudar seu modo de consumir, exercendo de fato o consumo consciente.

A crise financeira imposta nos dois primeiros trimestres do ano fez com que o brasileiro retraísse o consumo e avaliasse antes os itens a serem adquiridos, comprando apenas o essencial. Essa retração atingiu a indústria de vestuário Spaço Vagun, que teve uma perda no faturamento de 12% no primeiro trimestre de 2020. “O consumidor passou a não comprar por impulso e sim pela qualidade e utilidade do produto, por isso, aproveitamos esse período onde as vendas não foram boas e investimos na indústria, contratando novos profissionais e adquirindo equipamentos de ponta”, explica Mario Guimarães CEO da Spaço Vagun.

Empresas como a Spaço Vagun aproveitaram o momento para investir e se preparar para o novo normal. “A nossa ideia é crescer, e fizemos desse período pandêmico a oportunidade de avançar. Compramos equipamentos de corte totalmente automatizado com um aporte de R$1,5 milhões. Nosso foco é sempre produtos de alta qualidade e comprometimento com nossos clientes. Precisamos sempre olhar para o futuro e nos desenvolvermos”, salienta.

Já outras empresas, em 2020 inovaram lançando soluções que ajudam no consumo consciente e principalmente na economia domiciliar. É o caso das empresas Chama e HomeCarbon Energy Solutions, que oferecem aplicativos onde o consumidor – residencial ou comercial – pode economizar na fatura da luz mensalmente ou pesquisar onde comprar o gás de forma que não onere tanto no orçamento.

ECONOMIA DE ENERGIA ELÉTRICA

O Energia das Coisas, solução recém lançada pela HomeCarbon Energy Solution consiste no uso de um aparelho com integração a um aplicativo, também exclusivo, de entregar resultados consistentes em monitoramento de consumo de energia, produzindo dados que são jogados na nuvem em intervalos de poucos segundos e podem ser checados por um aplicativo no celular. “Com o Energia das Coisas o consumidor, seja ele comercial ou residencial, pode programar alertas de variação de consumo elétrico, sabendo qual dia da semana e do mês o consumo foi maior e o porquê”, explica Rodrigo Lagreca, diretor da HomeCarbon Energy Solutions. Segundo ele, o sistema projeta para o consumidor um valor aproximado, a partir do padrão de consumo. “É a real possibilidade de não ter surpresa na conta no final do mês, ajudando a tomar decisões que possam reduzir o consumo de energia, com opções tarifárias de acordo com o perfil de consumo do usuário”, ressalta.

Com a chegada do verão e as altas temperaturas, o uso de aparelhos de ar condicionado, ventiladores e climatizadores são mais frequentes. Utilizando a solução Energia das Coisas o consumidor passa a ser notificado sobre como usar melhor a energia nesses equipamentos de climatização, e até mesmo programar seu ligar e desligar, evitando desperdícios.

Segundo Lagreca, para os comerciantes é uma excelente alternativa e a redução podendo ter uma economia de 10% a 30% ou mais, dependendo do seu engajamento nas ações de eficientização escolhidas. “O mais importante, além da economia propriamente dita, é o consumo inteligente que os colaboradores passam a executar, além de aprender conceitos de eletricidade e aprender os benefícios de comprar equipamentos corretos que possuam o selo PROCEL”, explica. “Além do que, com o aplicativo, o consumidor passa a entender quanto custa o tempo do uso do chuveiro elétrico, do aquecer e descongelar alimentos no micro-ondas, e o custo de se manter o ar condicionado ligado. Quanto mais acompanhar o consumo e notificar o sistema, mais inteligente o monitoramento se tornará e mais ajustado a interpretar o consumo”, enfatiza.

PESQUISA NO VALOR DE BOTIJÕES DE GÁS

Outra solução disponível nos mercados de São Paulo, Brasilia, Recife, Florianópolis, Belo Horizonte, Curitiba e Porto Alegre é denominado Chama, um aplicativo que funciona como marketplace e que conecta revendedores de botijões de gás e clientes. O app reúne em um único ambiente mais de 2 mil revendedores regulamentados pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) e em apenas alguns cliques o usuário pode solicitar o serviço oferecido pela empresa e escolher o fornecedor que mais lhe agradar – selecionando informações como: valor cobrado, tempo de entrega e marca do produto.

Recentemente, o Chama trouxe uma pesquisa sobre o aumento do botijão de gás e a oscilação que chega a 17% em alguns bairros de SP. Nos últimos meses, o Brasil presenciou seis aumentos consecutivos de preço do gás de cozinha. Entre eles, o mais recente avanço ocorreu nos últimos dias de agosto, impactando em 5% o preço do botijão de 13kg. No entanto, o aumento repassado ao consumidor final ficou mais salgado. É o caso do Carrão, na zona leste da Capital paulista, onde a variação de preço entre julho e setembro saltou de R$70 para R$82. Em bairros da zona norte de São Paulo também registraram alta nos preços. Nas regiões de Tucuruvi, Jaçanã e Vila Guilherme o botijão que custava R$ 61 reais em julho agora é encontrado por R$71, diferença de 16%. No Jabaquara, zona Sul, o produto passou R$68 para R$75, diferença de 10%. "Item essencial no domicílio das famílias, esse é um gasto que não pode ser cortado do orçamento e, em épocas de aumento de preços, conseguir driblar essa realidade é fundamental para a maioria das famílias", afirma Sheynna Hakim Rossignol, presidente do Chama do Brasil.

De acordo com ela, a tecnologia é uma importante aliada para preservar o orçamento da casa. “Com o Chama o consumidor tem a possibilidade de facilmente comparar e escolher a oferta do produto que está dentro do seu orçamento. Além de comparar preços, a ferramenta permite também visualizar tempo de entrega, bem como a satisfação dos clientes sobre cada revendedor", comenta.

CONSOLIDAÇÃO NO MERCADO

Já a Nano4you, bem no auge da pandemia, para se consolidar e permanecer com seus colaboradores, ainda oferecendo um diferencial no mercado, em 18 dias tirou um planejamento do papel, e começou a produzir uma linha nova de produtos, incluindo vários formatos do álcool em gel. Somente as vendas do produto corresponderam a 45% dos lucros. “Temos até o final do ano, vendas fechadas, não apenas para o Brasil como também para o mercado externo, entre eles Estados Unidos, e países do Mercosul (Bolivia, e Chile)”, enaltece Rodrigo Matos, CEO da Nano4you.

A ampliação do portfólio de produtos em álcool 70%, fez também com que se garantisse a manutenção de 300 cargos diretos e indiretos da empresa. “Hoje, além da linha de limpeza que já possuíamos, incrementamos com 12 produtos da linha de álcool 70%, que envolve aerossol, produtos sanitizante para uso doméstico e os tapetes de desinfecção, totens com pedais para uso comercial, e a linha wipes”, comenta Matos.

Mesmo com a finalização da pandemia, Matos afirma que não sairão do mercado na produção de álcool 70%. “A higienização será constante daqui por diante, não somente no Brasil como no Mundo, e pretendemos que o faturamento da empresa, somente nessa linha de produto, se mantenha entre 15% e 20%”, finaliza.

“A pandemia trouxe para todos uma nova forma de encarar a vida e os negócios. Precisamos acreditar muito no sucesso da nossa empresa. Nossos funcionários acreditam no bem estar que proporcionamos a eles. A empresa não é apenas o lucro para o empresário, é o lucro para a comunidade que a cerca, para a sociedade. Não podemos desanimar, precisamos oferecer sempre soluções inovadoras – internas e para nossos clientes. Esse foi o aprendizado que 2020 vai nos deixar”, finaliza Guimarães.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo