Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Dia da Terra: saiba como a agricultura regenerativa beneficia o planeta

Conjunto de práticas sustentáveis capazes de integrar a agropecuária à floresta e transformar o ambiente da produção de alimentos e bebidas lácteos é aplicado por empresas

Celebrado todos os anos, no dia 22 de abril, o Dia da Terra marca um período de discussão sobre a saúde do planeta. Este ano, o tema da data é #InvistaNoNossoPlaneta, um chamado para a construção de economias sustentáveis, que considerem a sustentabilidade como o caminho para a prosperidade dos negócios.

O futuro da produção de alimentos, que tem como base da cadeia a agricultura e a pecuária, exige que as empresas despertem para o assunto e invistam em sistemas de produção inovadores, que compensam ou neutralizam as emissões de carbono, além de restaurarem a biodiversidade local e regenerarem o solo. Esse é o caso da agricultura regenerativa, uma técnica que reconhece o papel dos agricultores e o impacto positivo da agricultura, tendo em conta a sua viabilidade econômica, para restaurar os ecossistemas, contribuindo para mitigar as mudanças climáticas e garantindo sistemas agroalimentares resilientes para alimentar as próximas gerações.

A Danone é uma das grandes indústrias que incorporou a agricultura regenerativa em seu negócio como parte de sua estratégia de combate às mudanças climáticas e neutralização de carbono. Há dois anos, a empresa vem reestruturando fazendas de produtores de leite parceiros, utilizando o sistema silvipastoril, por meio do reflorestamento dos locais e da criação livre dos animais. O Projeto Flora, como foi denominado, já funciona em uma fazenda, de Minas Gerais, e deve ocupar mais duas até o final do ano no mesmo estado. O objetivo é avançar para, ao menos, 40 fazendas parceiras até 2023.

“A sustentabilidade é um aspecto observado em todas as tomadas de decisões e desenvolvimento de projetos na Danone. No Projeto Flora, encontramos uma grande oportunidade de avançarmos em nosso objetivo de produzir um leite de qualidade, mais sustentável, incentivando pequenos produtores e gerando benefícios ao meio ambiente”, afirma Henrique Borges, diretor de Compras de Leite da Danone Brasil.

Para realizar o projeto, a companhia se aliou ao IPÊ (Instituto de Pesquisas Ecológicas), designado para desenvolver a fazenda-escola, no projeto piloto; à MSD Saúde Animal, responsável por monitorar e manter a saúde do gado; e à Fuzil, empresa de insumos agrícolas, além de contar com o suporte técnico da AJAGRO, consultoria em pecuária leiteira.

“O Projeto Flora investe na sustentabilidade da cadeia láctea utilizando recursos naturais que, em sinergia, trabalham para a melhoria da resiliência do solo, do cuidado com a água e do conforto dos animais em um sistema de produção totalmente benéfico ao meio ambiente que, em consequência, gera um ciclo virtuoso para a produção de leite”, completa Andrew Jones, diretor da AJAGRO.

Além disso, o Projeto Flora é capaz de proporcionar benefícios, como: redução de erosões no solo, aumento da ciclagem dos nutrientes e da água, aumento do estoque de carbono, aumento da diversidade de micro e macrorganismos, conforto térmico e liberdade para os animais, além de monitoramento constante da saúde.

A Danone irá investir cerca de R$ 1 milhão, por ano, em capacitação e assistência técnica aos produtores de leite e profissionais ligados à iniciativa no Brasil, e € 2 bilhões em ações de combate às mudanças climáticas, nos próximos três anos, no mundo.

Sobre a Danone

A Danone é uma empresa multinacional líder em alimentos e bebidas, com base em categorias voltadas para a saúde e de rápido crescimento: produtos lácteos, base vegetal, águas e nutrição especializada. Com sua visão ‘One Planet. One Health’, a qual considera que a saúde das pessoas e do planeta estão interconectadas, a Danone tem como objetivo inspirar práticas de comer e beber mais saudáveis e sustentáveis. Para acelerar essa revolução alimentar e criar um valor superior, sustentável e lucrativo para todos os seus stakeholders, a Danone definiu nove Objetivos para o 2030 e abriu o caminho como a 1ª empresa com ações listadas na bolsa de valores (Euronext Paris) a adotar o status de “Empresa orientada à Missão”. Com o objetivo de levar a saúde por meio da alimentação para o maior número de pessoas possível, e os correspondentes objetivos sociais e ambientais estabelecidos em seus estatutos, a Danone compromete-se a operar de maneira eficiente, responsável e inclusiva, de acordo com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas. Em 2021, a subsidiária Danone Brasil se tornou a primeira grande indústria alimentícia a obter a certificação de Empresa B no país. Com a conquista da certificação aqui no Brasil, o Grupo Danone, que tem mais de 100.000 funcionários e produtos vendidos em mais de 120 mercados, agora possui metade do seu faturamento global proveniente de negócios com a certificação B Corp. O objetivo é que as 130 subsidiárias conquistem a certificação B até 2030. A Danone é parte dos principais índices de sustentabilidade, incluindo os administrados pela Vigeo Eiris e Sustainalytics, bem como o Índice de Sustentabilidade Ethibel, o MSCI ESG Indexes, FTSE4Good Index Series, Bloomberg Gender Equality Index e Access to Nutrition Index. No Brasil o portfólio é composto por marcas de sucesso como Activia, Danoninho, Danone, Bonafont, Souvenaid, Milnutri, FortiFit e Nutridrink, entre outras.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo