Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

ABFintechs realiza evento gratuito para discutir as pautas mais recentes do agronegócio e atuação das agfintechs

Com data marcada para o dia 28 de setembro, às 17h, o webinar irá discorrer com maior profundidade a distribuição dos recursos obrigatórios para o crédito rural

De acordo com o Centro de Estudos de Economia Aplicada (Cepea), o Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio subiu 9,81% no primeiro semestre do ano. Em constante ascensão, a expectativa é que esse mercado atinja um faturamento de cerca de R $1 trilhão ainda este ano, o maior da história, segundo o Ministério da Agricultura. Neste cenário, uma das pautas discutidas tem sido a distribuição dos recursos obrigatórios para o crédito rural via agfintechs, tema escolhido pela Associação Brasileira de Fintechs (ABFintechs) para o Meetup| Crédito Rural. O webinar acontece no dia 28 de setembro, terça-feira, às 17h.

Atualmente, os recursos obrigatórios são distribuídos pelas instituições financeiras e cooperativas de crédito por meio do crédito rural. Neste sentido, todos os bancos possuem um percentual de depósitos à vista que precisam destinar para linhas de financiamento vinculadas ao crédito rural.

Ainda neste cenário, muitas instituições financeiras não possuem área de crédito rural, seja por falta expertise ou capilaridade. Sendo assim, direcionam esses recursos - depósito interbancário vinculado ao crédito rural - para outras instituições fazerem esse repasse, como cooperativas de crédito e o Banco do Brasil, que são os principais.

Em maio deste ano, a ABFintechs apresentou ao Ministério da Economia um memorando apresentando o tema e solicitando que a discussão tomasse corpo, a fim que esses recursos pudessem ser destinados para compras de cotas de FIDCs (Fundo de Investimento em Direitos Creditórios) e Fiagros (Fundos de Investimento nas Cadeias Produtivas Agroindustriais), geridos ou emitidos por agfintechs.

Segundo Mariana Bonora, diretora executiva da ABFintechs, o tema proposto em Brasília já ganhou vida própria e após o Ministério da Economia, a proposta também foi apresentada ao Ministério da Agricultura, além da interlocução junto ao Banco Central do Brasil (BC).

“Percebemos que o debate tem crescido bastante, até as próprias securitizadoras começaram a se articular para que essas obrigatoriedades também possam ser cumpridas por meio da compra de CaaS (Credit as a Service), distribuídos por elas. Para a ABFintechs é importante trazer o tema à tona e mostrar como as agfintechs já atuam junto ao produtor rural, sua relação de proximidade, bem como o conhecimento que possuem sobre esse mercado e as demandas de capital existentes. Além disso, reforçar a mensagem de que há um benefício concreto para a agricultura em trazer esses recursos para distribuição por meio dessas fintechs”, avalia Bonora.

Para discorrer sobre o assunto, participam da programação nomes como Gustavo Alves (CEO e co-founder da Nagro), Isadora Caixeta (Co-founder da Campo Capital) e Pedro Dusso (CEO da Aegro), com moderação de Jonatas Couri, líder da vertical de agfintechs da ABFintechs e sócio-fundador da Pag-Agro.

Ao longo do encontro ainda serão debatidos questões mais introdutórias como a origem dos recursos obrigatórios, o Sistema Nacional de Crédito Rural (SNCR) - que possuem cerca de 55 anos e que precisa ser revisto - e como as agfintechs, como agentes de distribuição, podem proporcionar uma experiência melhor e com mais impacto socioeconômico.

Para participar do evento de forma gratuita, basta acessar o site da Sympla e realizar a inscrição neste link.

Serviço
Nome do evento: Meetup ABFintechs | Crédito Rural
Data: 28/09
hora: 17h
Custo: gratuito
Link para inscrições: https://www.sympla.com.br/meetup-abfintechs--credito-rural__1342656

Programação completa
17h às 18h - Painel | Recursos Obrigatórios com Gustavo Alves (CEO e co-founder da Nagro), Isadora Caixeta (Co-founder da Campo Capital) e Pedro Dusso (CEO da Aegro), com moderação de Jonatas Couri, líder da vertical de agfintechs da ABFintechs e sócio-fundador da Pag-Agro
18h às 18h15 - Perguntas e respostas

Sobre a ABFintechs

A Associação Brasileira de Fintechs (ABFintechs), fundada em 2016 por empreendedores de quatro fintechs, possui cerca de 400 associadas e tem como missão garantir que o maior número possível de Fintechs se tornem realidade como negócio, além de fazer do Brasil uma referência em inovação no setor financeiro, passando a ser um fornecedor para o mundo de inovação disruptiva em finanças. Com importante papel no desenvolvimento de questões regulatórias, a Associação realiza um trabalho próximo a Agências Reguladoras e Autarquias como a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Banco Central do Brasil (BCB), Superintendência de Seguros Privados (Susep), Ministério da Economia, dentre outras, com importantes conquistas alcançadas até o momento como a Instrução CVM 588, Resolução 4656 do BC e Sandbox regulatório. Conta com representantes no Comitê Nacional de Iniciativas de Apoio a Startups, do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, foi indicado como órgão oficial na estrutura de governança do Open Banking no Banco Central.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo