Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Estudo apresenta sistema para avaliar boas práticas de manejo na criação de tilápia em tanques-rede

Um trabalho publicado por pesquisadores da Embrapa e da Universidade Estadual Paulista (Unesp Rio Claro, SP), no conceituado periódico internacional "Aquaculture", apresentou um novo sistema de indicadores para avaliar a aplicação de Boas Práticas de Manejo (BPM) para criação de tilápias em tanques-rede, o APOIA-Aquicultura.

No estudo ‘Indicadores para avaliação de boas práticas de manejo em criações de tilápia em tanques-rede’, os autores delinearam a estrutura e operação do novo sistema, bem como demonstraram a viabilidade analítica do APOIA-Aquicultura para realizar a avaliação de desempenho ambiental e produtivo, com base na análise de seis empreendimentos de diferentes tipologias, em contextos socioambientais contrastantes, nos reservatórios de Furnas (MG) e Ilha Solteira (SP), locais de relevante produção de peixes no sudeste do Brasil.

O sistema APOIA-Aquicultura proposto na pesquisa compreende 68 indicadores integrados, agrupados em um conjunto de quatro dimensões gerenciais, quais sejam, organização espacial com 22 indicadores, manejo e nutrição com 23, qualidade da água com 14 e qualidade dos sedimentos, com nove indicadores. Esses indicadores foram elaborados para expressar a conformidade dos empreendimentos de piscicultura com padrões ambientais predefinidos, requisitos de legislação selecionados e eficácia das Boas Práticas de Manejo.

Os resultados das avaliações das áreas produtivas estudadas apontaram deficiências comuns entre os indicadores da dimensão Organização Espacial, relacionados à carência de equipamentos para monitoramento da qualidade da água, posicionamento dos tanques-rede, inadequadas condições de armazenamento de ração, suplementos e insumos, deficiência no monitoramento de sintomas aparentes ou comportamentais de doenças, falta de registros apropriados do uso de produtos terapêuticos e profiláticos, e conflitos eventuais relacionados a usos múltiplos da água.

Quanto à dimensão Gestão e Nutrição os indicadores apontaram ausência de acompanhamento biométrico, de destinação de resíduos, e de controle e registro de perdas (fugas e mortalidade) de peixes. De maneira geral, o estudo apontou interações entre indicadores da dimensão Manejo e Nutrição e consequências na Qualidade da água e Sedimentos, em decorrência da falta de rotinas alimentares eficientes. Jorge Portinho, do Departamento de Biodiversidade da Universidade Estadual Paulista (Unesp), afirma que os produtores precisam ter um olhar “ecológico” para os tanques- rede, porque é a qualidade do sedimento e da água local que influencia na sobrevivência e desenvolvimento dos peixes, e consequentemente no sucesso da produção de tilápias.

“Nesse sentido, o APOIA-Aquicultura identifica pontos críticos, e posteriormente propõem melhorias para os produtores, através de relatórios finais, reuniões e treinamentos técnicos sobre coleta, análise e interpretação de dados de qualidade do sedimento e da água”.

Conforme explicou Júlio Queiroz, pesquisador da Embrapa Meio Ambiente, o APOIA Aquicultura se destaca como um ótimo sistema para monitoramento e gestão ambiental da produção de peixes em tanques-rede. A sua aplicação permite identificar de uma maneira rápida e eficiente os aspectos mais relevantes do manejo produtivo e ambiental que precisam ser aprimorados, além de apontar com clareza quais são as BPM que os piscicultores devem adotar para melhorar a produtividade e a rentabilidade dos seus respectivos sistemas de produção.

Com base nos resultados, o trabalho demonstrou a eficácia do APOIA-Aquicultura como uma ferramenta analítica que preenche as condições necessárias para indicação das BPM mais adequadas para a criação de tilápias em tanques-rede conforme as características intrínsecas de cada um dos empreendimentos avaliados.

Geraldo Stachetti Rodrigues, pesquisador da Embrapa e coautor do trabalho, explica que o APOIA-Aquicultura, ao reunir um conjunto integrado de informações e indicadores, facilita a adoção de medidas que impulsionam melhorias na infraestrutura específica, e ações de monitoramento condizentes com BPM apropriadas, visando aprimorar a sustentabilidade das áreas de produção.

Stachetti lembra, contudo, que há limitações nos indicadores APOIA-Aquicultura, uma vez que não se propõe uma alternativa aos métodos clássicos de monitoramento, busca-se uma ferramenta analítica, que evidencie o valor dos esforços de diagnóstico: “É fundamental analisar os parâmetros ambientais, tanto para entender a qualidade dos recursos produtivos, quanto para minimizar os riscos e promover a eficiência na utilização dos insumos, em favor de uma produção rentável e sustentável”.

Entenda: Boas práticas de manejo

As boas práticas de manejo para a aquicultura (BPMs) são procedimentos que devem ser adotados durante todo o processo produtivo, visando assegurar eficiência e, ao mesmo tempo, eliminar impactos ambientais negativos, seja pelo acúmulo de nutrientes e de matéria orgânica na proximidade das áreas de produção de peixes em tanques-rede e no fundo dos reservatórios e, sobretudo, de alterações na qualidade da água.

Nesse contexto, a adoção das BPMs visa o uso eficiente dos recursos disponíveis em barragens primariamente construídas para aproveitamento hidroelétrico, permitindo maximizar a produção de alimentos de qualidade superior, além de minimizar impactos ambientais. A adoção sistemática, documentação e aprimoramento de BPM favorecem a produção aquícola sustentável, em favor da segurança alimentar e da conservação dos recursos pesqueiros naturais.

Autores

O trabalho “Integrated indicators for assessment of best management practices in tilapia cage farming” tem como autores os pesquisadores Jorge Laço Portinho, do Departamento de Biodiversidade, Universidade Estadual Paulista (Unesp), Inácio de Barros, Embrapa Gado de Leite e os pesquisadores da Embrapa Meio Ambiente, Mariana Silveira Guerra e Silva, Júlio Ferraz de Queiroz , Ana Campos Gomes, Marcos Eliseu Losekann, Andrea Koga Vicente, Luciana Spinelli Araujo, Luiz Eduardo Vicente e Geraldo Stachetti Rodrigues. Acesse, clicando aqui.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo