Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Projeto para Pagamentos por Serviços Ambientais vai compilar dados de 53 propriedades rurais

Dados foram coletados no início deste ano. Fonte: Divulgação/Sumitomo Chemical. Dados foram coletados no início deste ano. Fonte: Divulgação/Sumitomo Chemical.

Iniciativa piloto é desenvolvida no sul do Maranhão para testar forma de precificar áreas de cultivo de soja ambientalmente responsável

O PSA Soja Brasil, projeto piloto idealizado pela Aliança pela Floresta Tropical (TFA, na sua sigla em inglês) e desenvolvida em parceria com a Sumitomo Chemical, já começou a sua segunda fase: a análise dos dados coletados nas 53 propriedades selecionadas no sul do estado do Maranhão. Os dados foram coletados no início de 2021 a partir de imagens de satélite, do uso de drones e de amostras de solo e água das propriedades.

O objetivo do projeto piloto é testar uma metodologia de precificação em áreas de cultivo de soja. O projeto alinha-se a outras iniciativas similares como a Lei 14.119/21, sancionada em janeiro deste ano, que regulamenta o pagamento por serviços ambientais, uma forma de incentivo à conservação de áreas naturais e desenvolvimento sustentável. “O produtor brasileiro já é consciente do seu papel em relação à conservação e a partir de projetos como esse, ele vai passar a ser recompensado por isso. Cada vez mais, a agricultura e a sustentabilidade precisam andar juntas", explica Marcelo Habe, diretor de Marketing da Sumitomo Chemical no Brasil.

“O PSA Soja Brasil foi idealizado para apoiar o setor da sojicultura na redução de sua pegada de carbono e na melhoria de sua performance ambiental, com a valorização das áreas de floresta em pé a partir da venda de serviços ambientais”, comenta Eduardo Caldas, coordenador para o Brasil da TFA. “O foco do projeto é em como ele vai nos ajudar a formular recomendações de políticas públicas nas esferas jurisdicional e nacional. E sua meta principal é subsidiar a construção de uma PPP (Parceria Público-Privada) bastante sólida, efetiva para o todo o país”.

Para o proprietário da Fazenda Temerante no município de Balsas no Maranhão, Paulo Kreeling, é cada vez mais necessário valorizar o agricultor que produz com responsabilidade social, econômica e ambiental. O produtor, que é gaúcho mas se mudou para a região Nordeste há 18 anos, foi um dos selecionados para participar do projeto piloto. “Ofereceremos um produto diferenciado, com valor agregado e comprometido com a conservação ambiental, acreditamos que o próximo passo é o reconhecimento do mercado para esse tipo de iniciativa”.

Marcelo Kappes, produtor de Alto Parnaíba, no Maranhão, explica que o custo de manutenção de áreas de preservação e de implantação de um sistema de produção sustentável é muito alto. “O agricultor paga sozinho, devolvendo muitos benefícios para o mundo e a sociedade. Trabalhar em parceria e receber por esses serviços, será um grande incentivo para que possamos continuar com esta grandiosa missão de produzir alimentos de forma sustentável” conta.

Assim que todos os dados forem analisados pelos laboratórios parceiros do projeto, os produtores receberão uma chave de acesso para que possam visualizar, em uma plataforma online, os dados das suas propriedades. O próximo passo é definir, com base nos dados, qual será o valor destinado a cada produtor.

“Para a Sumitomo Chemical, o tema sustentabilidade é de grande importância e esse compromisso faz parte da estratégia de negócio da empresa, por isso é firmado um compromisso com a agenda 2030 e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”, afirma Andrea Oliveira, diretora executiva da Sumitomo Chemical para a América Latina.

Sobre a Sumitomo Chemical

Sediada em Tóquio, no Japão, a Sumitomo Chemical é uma das principais empresas químicas do mundo. Fundada em 1913, está presente em mais de 180 países, com cerca de 32 mil funcionários. Na América Latina, opera com soluções para agricultura, nutrição animal e saúde ambiental com o objetivo de promover o bem-estar oferecendo soluções sustentáveis para a produção de alimentos e a saúde da sociedade. No Brasil, a Sumitomo Chemical realiza suas atividades a partir de um escritório central, localizado em São Paulo (SP), um centro de pesquisas em Mogi Mirim (SP) e um complexo industrial em Maracanaú (CE), além de contar com unidades de distribuição e equipe técnica altamente capacitada em todo o território nacional. Firmando seu compromisso com o desenvolvimento sustentável, a companhia é signatária do Pacto Global e promove ações para contribuir com os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU) que estipula metas para transformar o mundo até 2030.

Sobre a TFA

A Tropical Forest Alliance (TFA), ou Aliança para as Florestas Tropicais, é uma rede que reúne múltiplos parceiros em torno do objetivo comum da busca e da implementação de soluções para o combate ao desmatamento resultante de atividades comerciais em áreas de florestas tropicais. Iniciativa do World Economic Forum, a TFA trabalha com representantes governamentais, do setor privado e da sociedade civil, como povos indígenas e organizações internacionais, na consolidação de parcerias de alto impacto para reduzir o desmatamento e construir um futuro positivo para as florestas. A rede TFA, por meio de seus parceiros, identifica desafios e elabora soluções, reunindo especialistas de todo o mundo para transformar ideias em ações efetivas na América Latina, na África, na China e no Sudoeste Asiático.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo