Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Projeto de Irrigação da Codevasf em Alagoas entra em fase de colheita do arroz

  • Crédito de Imagens:Divulgação - Escrito ou enviado por  Comunicação e Promoção Institucional da Codevasf
  • Adicionar comentario
  • SEGS.com.br - Categoria: Agro
  • Imprimir

Os agricultores do Projeto Público de Irrigação do Itiúba da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), localizado no município de Porto Real do Colégio (AL), iniciaram a colheita da safra de inverno de arroz e estão otimistas quanto ao bom desempenho do produto. Devido à grande demanda no mercado interno brasileiro, o preço para venda do alqueire de arroz atingiu a marca de cerca de R$ 400,00 na região do Baixo São Francisco alagoano. Com isso, já tem comprador buscando garantir o produto para abastecer diversos estados brasileiros.

Segundo o gerente do Distrito de Irrigação do Perímetro do Itiúba (Dipi), Amílton Rodrigues, os agricultores estão iniciando a colheita da safra que foi plantada no inverno com uma boa perspectiva devido ao aumento do preço do arroz no mercado interno. “A perspectiva para a colheita da safra de inverno do Itiúba é muito boa por conta do preço do produto. Houve um aumento de 80% no preço do arroz na comparação com a safra passada. Hoje o preço do alqueire nessa região, com 240 kg, está em torno de R$ 400,00. Com isso, o quilo do arroz em casca está sendo vendido a R$ 1,66”, revelou.

Ele ainda destacou que devido ao aumento na demanda por arroz no mercado interno brasileiro, já há uma grande procura de compradores de outros estados pelo produto com o objetivo de atender esses locais. “A procura pelo nosso produto está muito grande, porque no mercado brasileira quase não tem arroz disponível. Somente nós temos o produto por aqui. Temos sido procurados por compradores não somente das fábricas dessa região como também por interessados de estados como Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Ceará. Aqui o agricultor já colher sabendo para quem vai vender”, afirmou o gerente.

Em relação aos dados de produção e ao índice de produtividade, que na última safra alcançaram, respectivamente, cerca de 4 mil toneladas de grãos e 6,42 toneladas de arroz produzidas por hectare, o gerente prevê que o desempenho na safra de inverno se mantenha. “A safra de inverno costuma ter um desempenho abaixo da safra de verão. Assim esperamos um bom desempenho, mas não acima da safra passada”, explicou Rodrigues.

O gerente do Dipi ainda relatou que, no mesmo período, também houve um aumento nos insumos para a atividade de rizicultura em torno de 30%, o que tem deixado os agricultores preocupados. “Junto ao aumento do preço do arroz, sempre há também um aumento no preço dos insumos. Nossa preocupação é que, se o preço do arroz voltar aos valores anteriores a essa safra, o preço dos insumos não volta. Isso é o que nos preocupa para a safra seguinte”, disse.

PROJETOS DE IRRIGAÇÃO EM ALAGOAS

Em Alagoas, a Codevasf mantém dois projetos públicos de irrigação que possuem na rizicultura sua principal atividade, os projetos de irrigação do Itiúba e do Boacica, em Igreja Nova (AL). O Projeto de Irrigação do Boacica encontra-se atualmente no preparo da safra de verão com projeção de colheita em dezembro deste ano.

A dimensão da importância social e econômica dos dois projetos públicos de irrigação para a região do Baixo São Francisco alagoano pode ser expressa pelos dados de produção da Área de Gestão de Empreendimentos de Irrigação da Codevasf. Somente em 2019, os dois projetos reunidos movimentaram na região um Valor Bruto de Produção (VBP) de cerca de R$ 19,6 milhões com a geração de aproximadamente 4200 empregos diretos e 6300 indiretos. Além do arroz, cultura secular na região, os projetos produzem ainda frutas e cana-de-açúcar e desenvolvem atividades de carcinicultura, piscicultura e bovinocultura de corte e leiteira.

Para o diretor da Área de Gestão de Empreendimentos de Irrigação da Codevasf, Napoleão Casado, os investimentos realizados pela Codevasf ao longo das décadas permitiram que a rizicultura praticada na região se modernizasse e transformasse a vida de diversas famílias. “O Governo Federal, por meio da Codevasf, vem investindo fortemente na modernização da infraestrutura e de maquinário nos dois projetos de irrigação mantidos em Alagoas. Hoje temos uma moderna rizicultura que distribui riqueza na região e mostra a força da agricultura irrigada que geram mais de 10 mil empregos somente no Boacica e no Itiúba”, afirmou.

Já o superintendente regional da Codevasf em Alagoas, Ricardo Lisboa, destaca o volume de recursos mobilizados pelos projetos de irrigação como indicativo do sucesso dos investimentos do Governo Federal. “Para a Codevasf, cada Real investido na agricultura irrigada se reflete na criação ou manutenção de empregos no campo. São cerca de R$ 19,6 milhões que movimentam a economia regional e dão a dimensão da importância da presença do Governo Federal nessa região”, pontuou.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo