Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

BottomUp desenvolve projetos de digitalização de iluminação pública utilizando rede neutra IoT da American Tower

  • Crédito de Imagens:Divulgação - Escrito ou enviado por  Michelli Taborda
  • SEGS.com.br - Categoria: Info & Ti
  • Imprimir

Recife é a primeira capital a instalar solução de telegestão desenvolvida em tecnologia LoRaWAN em grande escala

A American Tower, líder global em infraestrutura para telecomunicações, em parceria com a BottomUp, empresa brasileira que desenvolve e fabrica devices de IoT, está viabilizando a implantação de soluções para digitalização de iluminação pública (iP), utilizando tecnologia LoRaWAN®, solução com excelente custo-benefício e que possibilita a rápida escala de soluções de telegestão favorecendo o desenvolvimento do segmento de cidades inteligentes.

A prefeitura do Recife iniciou a instalação da telegestão de IP para 10 mil luminárias, utilizando a tecnologia LUMi da Bottomup, que também já conta com PoCs em mais de 18 cidades em todo o País.

A rede neutra LoRaWAN® da American Tower habilita a comunicação das luminárias com a plataforma de telegestão de IP, em qualquer local do território do município, sem a necessidade de instalação de gateways próprios.

“Para se ter uma ideia da robustez, todas as comunicações entre as luminárias e a plataforma são recebidas paralelamente por diversos gateways da rede da American Tower, o que garante uma alta disponibilidade do serviço, com custo zero de instalação (Capex) e um baixíssimo custo de operação (Opex)”, explica Frederico Braga, CEO da BottomUp.

De acordo com o CEO, uma via pública iluminada por LEDs é um benefício tangível à população sob todos os aspectos, como visibilidade no trânsito, segurança e valorização do imóvel. Entretanto, os municípios precisam que a população comunique, através de telefone, app ou presencialmente, a reclamação aos órgãos públicos, ou da ronda de fiscais nas vias públicas para manter o serviço.

Esta dinâmica gera perdas financeiras, pois caso uma luminária fique apagada e/ou quebrada, a prefeitura ainda terá de arcar financeiramente com o consumo estimado de energia dessa luminária, já que o valor cobrado pela concessionária é obtido pela multiplicação da potência registrada da lâmpada e a quantidade de luminárias e não por medição do consumo real. Todo consumidor de energia paga mensalmente à concessionária de seu município a COSIP, que consiste na Contribuição para Custeio do Serviço de Iluminação Pública, seja ele residencial, comercial ou industrial.

Os municípios que investem na troca das luminárias de vapor, que são analógicas, por luminárias LED digitais, utilizando os valores arrecadados da COSIP, têm um consumo de energia significativamente menor em relação às luminárias a vapor. Esse superávit cria também as condições financeiras para que as prefeituras possam investir em sistemas de telegestão iP.

“Acreditamos que a escala em Internet das Coisas passa pela maturidade dos casos de uso nas diversas verticais, sustentada por um ecossistema robusto. Na vertical de cidades inteligentes, vemos a telegestão de iluminação pública com essas características, e com um grande espaço para crescimento, dado o potencial de geração de benefício tanto na perspectiva de eficiência operacional para as cidades quanto para sociedade como um todo”, diz Daniel Laper, diretor de Fibra e Novos Negócios da American Tower do Brasil.

Wellington Messias, CTO da BottomUp, esclarece que, ao substituir as luminárias a vapor por luminárias de LED, as prefeituras melhoram a qualidade da iluminação por meio de um fluxo luminoso e diminuem drasticamente o consumo de energia das luminárias. Conforme Messias, esse ganho de eficiência pode chegar a 75%.

A telegestão de IP viabiliza que, além da medição individualizada do consumo de energia das luminárias públicas, ocorra ainda a inclusão de novos serviços de gestão se valendo da granularidade da distribuição das luminárias no território do município.

Além da capital pernambucana, outros dois municípios, que também contam com cobertura da conectividade LoRaWAN®, já solicitaram adesão à Ata de Registro de Preço. A BottomUp vislumbra alcançar mais de 100 mil luminárias conectadas durante 2022.

Sobre o Ecossistema LoRaWan® no Brasil

A Rede Neutra IoT LoRaWAN® American Tower viabiliza a Internet das Coisas e o maior ecossistema de negócio, soluções e capital humano dedicado ao IoT no Brasil. O Ecossistema IoT Labs já conta com mais de 200 soluções, mais de 130 parceiros e uma presença nacional que alcança mais de 110 milhões de pessoas.

Para maiores informações sobre o Ecossistema IoT LoRaWAN® American Tower, visite: iot-labs.io

Sobre a American Tower do Brasil

A American Tower do Brasil, subsidiária da American Tower Corporation, um dos maiores fundos de investimentos imobiliários globais, é proprietária independente, operadora e desenvolvedora de infraestrutura multicliente para comunicações e transmissão sem fio. Nosso portfólio conta com mais de 23 mil pontos de comunicações no Brasil, uma operação de fibra ótica em Minas Gerais e uma rede nacional para internet das coisas (IoT) que usa a tecnologia LoRaWAN®. E, em todo o mundo, opera cerca de 219 mil estações de comunicação sem fio.

A sede da American Tower do Brasil está localizada em São Paulo, e sua matriz está localizada em Boston, Massachusetts, EUA. A American Tower Corporation possui operações em todo o território americano, e também na Argentina, África do Sul, Alemanha, Austrália, Bangladesh, Burkina Faso, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, Espanha, França, Filipinas, Gana, Índia, Paraguai, Peru, Polônia, México, Nigéria, Quênia, República do Níger e Uganda.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

voltar ao topo

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade aos SEUS COMENTÁRIOS, em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!

Security code Atualizar

Enviar