Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

ODATA reforça pauta ESG e a estende a fornecedores

ODATA reforça pauta ESG e a estende a fornecedores

Iniciativa ainda inclui o programa ODATA+Segura com metas para reduzir riscos e garantir a proteção dos colaboradores

O ESG (ambiental, social e governança, em português) já está no radar das grandes empresas. Tanto que 74% das companhias listadas em bolsa planejam aumentar o orçamento de ESG em 2022, segundo levantamento da Deloitte & IBRI[1]. E a ODATA, provedora brasileira de data centers, decidiu ir além: criou a área de EHS – Environment, Health and Safety e definiu metas para que as pautas ambientais, de saúde e segurança permeiem a atuação de toda a empresa, da contratação de colaboradores e fornecedores, aos contratos com novos clientes.

A estrutura de um centro de processamento de dados demanda engenharia, planejamento e manutenção operacional em grandes volumes para atender às altas demandas de processos contínuos. Se por acaso, o ecossistema não for conduzido de maneira adequada, um ambiente feito para equipamentos de informática pode não ser tão seguro para os funcionários quanto deveria ser.

Por meio de indicadores, relatórios e melhorias contínuas de processos, a ODATA assegura que os requisitos de padrões internacionais são seguidos. As medidas já começam ao projetar novos data centers para que as construções sejam sustentáveis e com alta eficiência energética. “Além disso, enquanto não temos uma equipe própria no DC, mapeamos fornecedores locais alinhados aos nossos princípios, para monitorarem as questões de EHS, como indicadores de treinamentos, condições de riscos, taxas e frequências em todos os sites nos 4 países onde atuamos, Brasil, Mexico, Colômbia e Chile”, explica Carlos Salata, Gerente de EHS e Qualidade da ODATA.

Em cada país a empresa segue as regras ambientais locais e passa por diversas auditorias, mas independentemente das certificações ambientais, como a LEED Gold[2] concedida ao DC SP01 no Brasil, todas as construções seguem as mesmas diretrizes: captação da água da chuva, sensores de presença para iluminação, sensores nas torneiras que reduzem o consumo de água, circuito fechado de água gelada para refrigeração dos ambientes de TI, painéis solares, abastecimento de carro elétrico, entre outras.

“Atualmente vemos o aumento de demanda de clientes solicitando certificações voltadas a esse tema. Na ODATA, entendemos que é preciso ir além, passando por avaliações externas que comprovam o compliance com os temas de EHS/ESG, necessários para validar que a empresa é o que diz ser,” ressalta Salata.

Para comprovar o comprometimento da empresa com esses compromissos, a área de EHS está sob a responsabilidade do CEO da ODATA, Ricardo Alário. “Os indicadores não financeiros estão ganhando cada vez mais importância nas avaliações das empresas. E dada a relevância do serviço que a ODATA oferece a seus clientes, asseguramos que os requisitos de certificações e relatórios específicos como o Inventário de GEE (Gases do Efeito Estufa) e CDP (Climate Change Questionnaire) sejam cumpridos,” declara Alário.

Segurança e eficiência energética

Com a meta de disseminar os temas do EHS e ainda garantir a segurança de todos, foi criado o programa o ODATA+Segura. Por meio de treinamentos, campanhas de conscientização, criação de processos, metas e avaliações, a empresa pretende reduzir e até mesmo zerar acidentes com seus profissionais. “O tema mais crítico e importante, sem dúvida, é o ser humano. Pode parecer clichê, mas com toda certeza evitar acidente com um terceiro, cliente ou colaborador é o mais importante, por isso criamos o ODATA+Segura,” define Salata.

Em tempos de crise hídrica, a eficiência energética é um dos pontos principais para um data center. O ideal é encontrar outras tecnologias redundantes para substituir o consumo excessivo de energia. Fontes de carga paralela como energia eólica, mercado livre e geradores são algumas das ações que são utilizadas para diminuir a falta ou ausência dela. Além disso, os data centers da ODATA usam sistemas de resfriamento de água em circuito fechado com adição de sistema free cooling, que permite usar o frio externo para resfriar o ambiente, resultando em uma economia em torno de 20%, garantindo PUEs (Power Usage Effectiveness) mais baixos. A vantagem deste sistema é não usar processos evaporativos, economizando a utilização de água no sistema de arrefecimento do data center, mirando também um WUE (Water Usage Effectiveness) baixo. Neste caso, quanto menos água for consumido pelo data center por Kw/h, melhor para a agenda ESG.

[1] Os novos desafios de comunicação para o RI

[2] O DC SP01 é um dos poucos Data Centers da América Latina com certificação LEED Gold para construções sustentáveis com alta eficiência energética.

Sobre a ODATA

Fundada em 2015, a ODATA é uma provedora brasileira de serviços de data center, que fornece infraestrutura de TI escalável, confiável e flexível na América Latina. Focada em Colocation, a ODATA atende à crescente demanda por energia, espaço e confiabilidade de organizações de diversos setores, sendo completamente qualificada para oferecer soluções de enterprise/retail (desde meio rack, racks inteiros e cages) até projetos built to suit (constrói e opera data centers novos, para um único cliente, na região escolhida). A ODATA busca a criação da mais moderna e eficiente rede de data centers da América Latina. Atualmente, a empresa possui três data centers operando no Brasil, um na Colômbia e já iniciou sua expansão para o México e Chile, trazendo a experiência, solidez e competência do Patria Investimentos e tendo uma atuação global através da parceria estratégica com a CyrusOne, um dos maiores player do mercado de Data Center do mundo.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo