Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Como proteger um smart building de vulnerabilidades cibernéticas

* Por Bruno Oka, consultor de negócios de Segurança Cibernética na Schneider Electric

Edifícios inteligentes podem ser definidos como prédios que contam com sistemas de controle baseados em tecnologias digitais de Internet das Coisas (IoT), com conectividade, softwares analíticos e baseados em nuvem com o objetivo de:

Identificar e implementar eficiências (particularmente nas áreas de sustentabilidade, eficiência energética e custos operacionais);
Estender o desempenho e a longevidade da construção de ativos de infraestrutura;
Melhorar a experiência, o conforto e a produtividade dos ocupantes do edifício.

Neles é possível capturar valor por meio de eficiências, diferenciação e até mesmo novas fontes de receita, mas em razão do grande número de dispositivos conectados à internet também ficam expostos a ameaças de segurança cibernética. Sabendo a criticidade e confidencialidade das informações contidas nos sistemas, violações podem gerar prejuízos de milhões, além de interromper funções essenciais e ameaçar a reputação das empresas em um nível que pode prejudicar a confiança do consumidor, funcionário e investidor.

Para mitigar os riscos de segurança cibernética, proprietários de edifícios, operadores e até mesmo ocupantes precisam mudar a maneira como os sistemas de controle de edifícios inteligentes são arquitetados e gerenciados.

Avaliar e proteger os sistemas de controle de edifícios inteligentes

A defesa em profundidade é uma prática recomendada de Tecnologia da Informação (TI). Esse processo permite avaliar as ameaças; projetar e desenvolver uma solução para isolar e segmentar os componentes mais vulneráveis da rede; manter a operação do sistema quando houver comportamento anormal ou possíveis intrusões; e implementar um programa de auditorias periódicas de segurança cibernética e relatórios para garantir que as proteções sejam mantidas ao longo do ciclo de vida do sistema

Escolher dispositivos IoT e fornecedores que sigam uma abordagem de ciclo de vida de desenvolvimento seguro

Ao considerar a instalação de novas tecnologias de IoT para aprimorar um edifício inteligente, é preciso avaliar os produtos e processos de fornecedores que consideram a segurança cibernética uma forte prioridade, visto que eles têm a capacidade de evoluir e se adaptar à medida que novas vulnerabilidades e ataques são identificados ao longo do ciclo de vida dos produtos. As proteções cibernéticas nos níveis de componente e software se concentram primeiro na proteção de cada dispositivo, host e aplicativo, bem como na conexão e comunicação entre esses dispositivos, o software do sistema de controle do edifício e, finalmente, por meio dos serviços em nuvem.

Implementar arquiteturas de sistema OT seguras

Um sistema projetado usando esses princípios garante proteção contra intrusões que se originam tanto de dentro da rede quanto de conexões com redes externas. Porém, é importante notar que em um projeto de sistema seguro, as mudanças na programação ou atualizações nos componentes do sistema exigirão mudanças nos processos e procedimentos internos.

Por isso, é importante construir uma estratégia para monitorar o sistema em tempo real, enviando alertas para eventuais comportamentos suspeitos ou anômalos na rede ou em algum dos dispositivos monitorados. Um design seguro e controles e processos de segurança detalhados de defesa atualizados regularmente combinados ao monitoramento e relatórios ativos e contínuos vão garantir que o sistema permaneça protegido e manterão garantias de que as conexões com outras redes e nuvens não comprometerão a resiliência de controles centrais.

Zonas de monitoramento de segurança de TI e OT

A ponte entre os sistemas de controle de edifícios seguros e outras redes potencialmente menos seguras pode ser permitida aplicando as melhores práticas de segmentação de perímetro de segurança cibernética de TI, com o uso de tecnologias de firewall seguras e uma Zona de Monitoramento de Segurança. O objetivo é filtrar, monitorar e controlar todos os dados e tráfego entre a Rede do Sistema de Controle Seguro e as redes externas. Ao fazer isso, é possível implantar quaisquer ferramentas de proteção de segurança cibernética.

Flavia Rangel

-------------------------------------

Indra é eleita uma das melhores empresas para jovens profissionais no Brasil

Por meio do programa Jovens Profissionais, a companhia já treinou no Brasil mais de 800 jovens na área de tecnologia e oferecerá mais de 150 vagas para 2022

A Indra, uma das principais empresas globais de consultoria e tecnologia, está no ranking das 20 melhores empresas do Brasil para jovens profissionais, ocupando a 17ª posição. É o que revela o estudo Employers for Youth (EFY) Brasil 2021, publicado pela First Job, que ouviu a opinião de mais de 6 mil jovens sobre 10 dimensões das empresas.

A companhia também figura no 22º lugar entre as melhores empresas de Tecnologia para jovens profissionais, de acordo com o estudo EFY Tech Mercosul 2021. Este ano empresas da Argentina, Uruguai e Brasil participaram do estudo, que analisou as opiniões de cerca de 3.000 jovens profissionais atuantes nas áreas de tecnologia das empresas.

Estes reconhecimentos endossam as políticas de RH e recrutamento de jovens profissionais da Indra, que tem o objetivo de atrair e reter os melhores talentos para aumentar seu leque de profissionais em todas as áreas de negócio. Além disso, reforçam a aposta na transformação digital e o desenvolvimento de novas soluções e serviços.

“O prêmio EFY também indica que nosso programa para jovens talentos, denominado Jovens Profissionais, está no caminho certo. Contribuir com a formação e desenvolvimento destes jovens, assegura sua integração em equipes de prestígio, junto a profissionais que gerenciam muitos projetos inovadores e ambiciosos, com soluções tecnológicas em diferentes setores e com impacto real na sociedade”, declara Renata Lemos Castro, diretora de Recursos Humanos da Indra no Brasil.

No país, o programa Jovens Profissionais iniciou em 2016 e mais de 800 talentos já foram treinados pela companhia. Foram 51 ciclos de treinamento nesse período e, para 2022, a empresa tem planejado a inserção de mais de 150 jovens no programa em seis novos ciclos.

Este plano de formação se alinha com a Universidade Corporativa da Indra, a Open University, para que os profissionais de nível júnior e estagiários possam ter acesso a um modelo inovador, que se adapte às necessidades de formação de cada profissional, de modo que ele se torne o protagonista de sua formação e de seu desenvolvimento. No Brasil, entre os anos de 2020 e 2021, a companhia ampliou a oferta de formações oferecidas e alcançou neste período a marca de 7.300 cursos realizados.

O melhor ambiente de trabalho em tempos desafiadores

Desde o início da pandemia, a prioridade da companhia tem sido garantir a máxima proteção de seus profissionais e facilitar a conciliação e atenção às suas famílias, de modo a preservar suas capacidades intactas como companhia e seu alto nível de serviço aos clientes.

Integrar os rankings da Employers For Youth confirma o compromisso da Indra com seus profissionais, aos que oferece um projeto vital que responda às suas necessidades, expectativas e aspirações profissionais, como também pessoais. Este compromisso também é reconhecido pelo Índice Dow Jones de Sustentabilidade (DJSI), onde a Indra foi eleita a empresa mais sustentável do mundo dentro do setor de tecnologia; e também pelo Índice FTSE4Good, que concedeu à companhia a pontuação máxima em quesitos laborais.

Também renovou pelo segundo ano consecutivo sua presença no Bloomberg Gender-Equality Index, índice de referência em diversidade a nível mundial, no qual alcançou uma pontuação elevada em igualdade salarial e paridade salarial de gênero. A companhia investe fortemente no talento feminino por meio da criação de um ambiente que facilite seu pleno desenvolvimento. No Brasil, 43,91% do quadro de colaboradores da Indra são mulheres.

Além disso, com o objetivo de combater preconceitos e proporcionar um ambiente saudável para que pessoas com diferentes orientações sexuais se sintam à vontade nos ambientes de trabalho, a Indra aderiu às Normas de Conduta da ONU, reforçando seu compromisso com os direitos humanos dos públicos LGBTQI e se comprometendo a estabelecer mecanismos para vigiar seu cumprimento.

Indra no Brasil

Presente no Brasil desde 1996, a Indra é uma das principais companhias de tecnologia e consultoria do país. Conta com mais de 8.000 profissionais, escritórios distribuídos nos principais estados brasileiros e quatro Centros de Produção. A companhia faz parte de alguns dos projetos mais inovadores para o desenvolvimento econômico e tecnológico do Brasil nos setores de Transporte & Defesa e de Tecnologia da Informação (TI), os quais estão agrupados em sua filial Minsait.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo