Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

DGT adota ERP da Cigam

Segundo o gerente administrativo, Henrique Bohnenberger da DGT, o módulo de gestão de projetos foi decisivo na escolha do ERP CIGAM. O investimento inicial foi R$ 100 mil e resultados positivos já são mensurados mesmo em fase de implementação

A empresa gaúcha DGT, especializada em soluções de videomonitoramento, softwares inteligentes, controle de acesso e plataformas para smartcities, anuncia que investiu R$ 100 mil reais na adoção do ERP da CIGAM o qual – em breve - será utilizado por todos os departamentos da companhia.

A implementação irá acontecer aos poucos, de forma gradual, e foi iniciada há pouco mais de um ano. De lá para cá, Henrique Bohnenberger, gerente administrativo da DGT, consegue mensurar ganhos da nova plataforma de software de gestão empresarial (ERP- Enterprise Resource Planning), como a visualização da movimentação financeira, da rentabilidade dos orçamentos e das projeções de fluxo de caixa, tudo em tempo real. Embora mencione o sensível ganho de celeridade nos processos internos, o gerente prefere aguardar a implementação do módulo BI para medir efetivamente todos os benefícios. “O BI será a cereja do bolo e certamente será um grande diferencial competitivo”, preconiza.

De acordo com Bohnenberger, dentre alguns dos diferenciais da CIGAM destacam-se a segurança transmitida nas demonstrações práticas, assim como a transparência na descrição técnica, usabilidade das soluções e a garantia do atendimento às necessidades mais específicas da DGT, como o módulo de gestão de projetos, que vai garantir à companhia maior fidelidade na especificação de orçamentos e melhor controle do fluxo financeiro.

Cenário anterior

A DGT estava insatisfeita com a plataforma anterior, pois era obrigada a utilizar processos manuais e planilhas em Excel para tarefas críticas. Era extremamente desafiador visualizar com precisão o centro de custos e controlar entrada e saída de insumos. Dessa forma, a companhia decidiu migrar para solução com maior aderência às necessidades operacionais.

Para Bohnenberger, a plataforma anterior apresentava diversos gaps que dificultavam o trabalho, especialmente nos setores de orçamento, projetos e contabilidade. Ele acrescenta que o contato com o fornecedor era deficitário, o que tornava necessário trabalhar com uma terceira empresa para atuar como interface entre a DGT e o EPR.

“Trabalhamos com muitas licitações, que dependem de orçamentos assertivos, por isso, “enxergar” just in time o fluxo dos materiais é crucial para alinhar o budget previsto com o valor efetivo do projeto. Mas o sistema anterior não respondia a essa demanda e era necessário criar planilhas manuais para controlar o estoque, aferir custos e acompanhar o andamento dos trabalhos, o que demandava mais tempo do que o esperado. Além disso, lidar com arquivos manipulados por diferentes setores reduzia a confiabilidade na execução dessas operações.

Robinson Klein, CEO da CIGAM também comemora a parceria que trouxe novos desafios às equipes de desenvolvimento, na implementação de recursos adicionais no ERP. “A proximidade com os clientes nos faz pensar fora da caixa, aprimorando nossas soluções para proporcionar as melhores experiências aos usuários”, diz.

Sobre a DGT

Sediada em Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul, a DGT é uma empresa especializada em soluções tecnológicas, com foco em segurança e Smart City, para empresas públicas e privadas. A organização é pioneira na implantação de sistemas de videomonitoramento analítico em alta definição no RS e desenvolveu um software de reconhecimento facial próprio, com tecnologia 100% brasileira. Hoje a DGT marca presença em 50% das cidades riograndenses, atendendo cerca de 80 municípios gaúchos, e atua em outros estados brasileiros, inclusive na área de segurança nacional. Atualmente, a organização gera cerca de 120 empregos, diretos e indiretos e prevê um crescimento acima de 200% em 2021, com projeção de faturamento na faixa dos R$ 100 milhões, ante os R$ 30 milhões contabilizados em 2020.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo