Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Inteligência de dados, sustentabilidade e a importância de conectar oferta e demanda

  • Crédito de Imagens:Divulgação - Escrito ou enviado por  Manuel Quilarque
  • Adicionar comentario
  • SEGS.com.br - Categoria: Info & Ti
  • Imprimir

Jonas Wallengren - Consultor de Negócios e Inovação da Orange Business Services

Novos tipos de dados estão revelando novas tendências e oportunidades. Enquanto enfrentamos a pandemia da Covid-19 e nos preparamos para voltar ao normal, será que as lições aprendidas no confinamento podem trazer sistemas e formas mais inteligentes?

Recentemente, trabalhei com várias cidades e espaços inteligentes em alguns projetos interessantes e inovadores. Quando começamos a discutir inovação e como impulsioná-la, os projetos costumam apresentar algumas ideias interessantes. Há pouco tempo, fizemos um projeto com uma empresa de energia focado em como usar a mensuração do movimento e o rastreamento de pessoas para gerar dados úteis. Percebemos que, se fosse possível reunir dados sobre o movimento das pessoas - como e quando se movem pelas cidades, onde passam o tempo e qual o período/duração -, poderíamos fazer análises e gerar insights. Isso pode ajudar um município a gerenciar melhor o fornecimento e a distribuição de energia.

Esse cenário se assemelha ao programa “Radar”, da Clear Channel, que usa dados de movimentação de pessoas para direcionar a comunicação. Essa iniciativa está em vigor há quatro anos e faz uso de informações de dispositivos móveis do consumidor para dirigir os respectivos anúncios. O movimento fornece conteúdo de boa qualidade e ajuda a Clear Channel a alcançar o público certo, com precisão.

O que mais pode ser feito com esses dados?

Se uma organização, que pode ser uma cidade inteligente, um fabricante ou uma varejista, está gerando grandes quantidades de dados nas redes sociais, aplicativos móveis, pontos de venda (PDV), comércio eletrônico, sensores conectados à IoT e outros sistemas, essas informações devem ser usadas ao máximo. Se você coletar esses dados, armazená-los com segurança, analisá-los corretamente e transformá-los em insights, eles podem impactar seus negócios em várias frentes. Do planejamento do projeto à obtenção de matérias-primas, passando pela produção, promoções e lançamentos sazonais, os insights gerados a partir de dados em tempo real ajudam a tomar melhores decisões e a otimizar os negócios.

Para chegar a este ponto, você precisa reunir e compartilhar todas as informações relevantes, mas principalmente aquelas que são relacionadas a oferta e demanda, e agir da forma adequada.

Em geral, penso em cidades ou espaços inteligentes sob a perspectiva de seus centros de controle: as operações municipais são normalmente feitas em departamentos, como iluminação pública, estacionamento, saneamento ou gestão de resíduos. No futuro, será preciso empregar sistemas de pensamento sistêmico que ajudem a “romper barreiras” e a reunir fontes de dados. Isso pode ser feito por meio da análise de dados, aplicada a todas as fontes de dados que estão conectadas (energia, fluxo de pessoas e transporte se interconectariam em torno da demanda por recursos ou serviços, por exemplo).

Aplicação de sistemas de pensamento sistêmico à empresa

Se algo é quantificável, então, é mensurável. Basicamente, se é possível ver a quantidade sendo utilizada, pode-se ter controle. Essa é uma diretriz que as empresas precisarão seguir. Isso poderia começar a partir de um mecanismo de recomendação: as ferramentas reúnem dados, outras soluções os analisam, a IA faz uma sugestão e essa ação é implementada pelo sistema automatizado ou por uma pessoa em cargo de liderança.

Então, é possível combinar os dados de oferta e demanda em toda a empresa, permitindo maximizar recursos e reduzir custos. Essa abordagem permite que as decisões sejam baseadas nas informações mais precisas possíveis.

O que precisa ser considerado nesta abordagem?

As decisões baseadas em dados são uma meta desejável. No entanto, é preciso ter um pensamento certo por trás para ser eficaz. O historiador Peter Turchin acredita que é possível prever o comportamento humano e a tomada de decisões no futuro com base na análise de dados históricos. O autor estima que, no fim das contas, nenhum governo faça política sem consultar esse tipo de referência, isto é, sem refletir que pode estar prestes a se envolver em um desastre matematicamente predeterminado. É um jeito ‘macro’ de olhar para uma base de informações que podem ser úteis e influenciar a forma como as empresas atuam.

Esse referencial do passado não é suficiente por si só. É necessário incluir observações em tempo real e mudar a cultura também: muitas empresas ainda não têm um foco organizacional em dados e análises. Ter um executivo focado na otimização de dados e em análise, cujo trabalho é supervisionar o desenvolvimento de competências, é igualmente essencial. As companhias que estabelecerem um escritório direcionado a esses fins e nomearem um diretor de dados (CDO) para liderar e orientar essa área do negócio terão sucesso. De acordo com a Gartner, até 2021, os CDOs desempenharão um papel crucial, equiparando-se aos CIOs, às operações de negócios, ao RH e ao setor de finanças em 75% das grandes corporações.

Além dessa alteração organizacional, é preciso mudar a cultura corporativa e a mentalidade. Uma coisa é ter acesso a uma ampla gama de conteúdo, mas isso não é o mesmo que ter conhecimento e insights. A pesquisa mostra que apenas um terço das corporações atualmente usa informações para identificar novas oportunidades de negócios e prever tendências e comportamentos futuros.

Estima-se que 58% das empresas ainda baseiam pelo menos metade de suas decisões de negócios regulares na intuição ou na experiência, em vez de dados e informações. Isso parece inacreditável para mim neste momento. Quem empregar um ‘nível macro’ de análise de dados históricos e dados em tempo real – tudo isso sob um guarda-chuva colaborativo e data driven – será aquele que tomará as decisões mais precisas e bem-sucedidas.

Sobre a Orange Business Services

A Orange Business Services é uma empresa de serviços digitais, originalmente operadora de redes, e a divisão corporativa global do Grupo Orange. Ela conecta, protege e inova com empresas de todo o mundo, para apoiar o crescimento sustentável dos negócios. Aproveitando sua experiência em conectividade e integração de sistemas em toda a cadeia digital, a Orange Business Services está preparada para oferecer suporte a negócios globais, com soluções como redes definidas por software, serviços multicloud, gestão de dados e IA, serviços de mobilidade inteligente e segurança cibernética. Isso agrega segurança às empresas em todos os estágios do ciclo de vida dos dados, de ponta a ponta, desde a coleta, transporte, armazenamento e processamento à análise e compartilhamento.

Com as empresas buscando cada vez mais inovação, a Orange Business Services coloca seus clientes no centro de um ecossistema colaborativo e aberto. Isso inclui seus 27.000 funcionários, os ativos e a experiência do Grupo Orange, seus parceiros de tecnologia e negócios, além de um conjunto de startups cuidadosamente selecionadas. Mais de 3.000 empresas multinacionais, bem como dois milhões de profissionais, empresas e comunidades locais na França, confiam nos serviços da Orange Business Services.

A Orange é uma das principais operadoras de telecomunicações do mundo, com receita de 42 bilhões de euros em 2019 e 253 milhões de clientes em todo o mundo, em 30 de junho de 2020. A Orange está listada na Euronext Paris (ORA) e na Bolsa de Valores de Nova York (ORAN). Em dezembro de 2019, a Orange apresentou seu novo plano estratégico "Engage 2025", orientado pela responsabilidade social e ambiental. Acelerando em áreas de inovação, como serviços B2B, dados e Inteligência Artificial, o Grupo Orange se posiciona como um empregador atraente e responsável.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo