Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

A escassez dos profissionais de segurança cibernética

*Por Leonardo Lemes

Um levantamento do Fórum Econômico Mundial com profissionais da área de gerenciamento de riscos deste ano indica que metade dos entrevistados se preocupa com uma epidemia de ciberataques e fraudes. Essas ameaças cresceram com a mudança de modelo de trabalho de muitas empresas para o home office depois da implementação de políticas de isolamento em todo o mundo.

A solução parece simples: investir em segurança cibernética e contratar mais profissionais da área para reforçar o monitoramento e as respostas a possíveis incidentes. O problema é que faltam pessoas capacitadas para trabalhar na área em todo o mundo. De acordo com o (ISC)², há uma escassez global de mais de 3 milhões de profissionais nas áreas de seguranças cibernética e da informação - mais de 330 mil só no Brasil. Trata-se de um fenômeno mundial, cujo enfrentamento passa, entre outros, por políticas públicas que apoiem a formação e o desenvolvimento de talentos desde cedo, não adianta pensar apenas em capacitação e treinamento para adultos e profissionais que já estão no mercado, essas ações são importantes, mas infelizmente isoladas não resolvem.

O tema é longo e complexo, mas é importante que os grandes empregadores da área entendam que dificilmente encontrarão profissionais prontos para todas as frentes e é preciso uma estratégia mais ampla que os programas atuais e com base na atuação conjunta entre governo, empresas e universidades. A Estratégia Nacional de Segurança Cibernética de diversas nações contempla iniciativas de conscientização da população, capacitação e educação no tema nos diferentes níveis escolares e estende-se até os programas de graduação e pós-graduação. A natureza dinâmica do crime cibernético e a adoção de novas tecnologias por parte das empresas representam um desafio de aprendizado e atualização para os profissionais que se propõem a combater o crime cibernético.

Durante meus 15 anos de atuação como docente dedicados exclusivamente para o tema, vi um número reduzido de empresas dispostas a patrocinar talentos e investir de alguma maneira na formação desses profissionais, o que envolve competências não apenas técnicas. Enfim, esse me parece o caminho: o compromisso entre Empresas-Universidades-Governos.

*Leonardo Lemes é sócio-diretor da Service IT Security.

Sobre a Service IT

Integradora de soluções e serviços de TI desde 1995, a Service IT é especializada em outsourcing e consultoria. A empresa conta com uma equipe de profissionais altamente treinados e distribuídos em escritórios em Porto Alegre, Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro, Buenos Aires e Santiago, com estrutura preparada para atender toda a América Latina. Com um Centro de Operações próprio, a Service IT monitora e gerencia o ambiente de TI de seus principais clientes. Representa, como parte de seu portfólio de soluções de infraestrutura: AWS, Dell EMC, IBM, Oracle, Microsoft, Red Hat, ServiceNow, Veeam, Veritas e VMware. Oferece as soluções de segurança Palo Alto, PhishX, Sophos, SonicWall, Symantec e Trend Micro, e atua como um parceiro estratégico em cada um desses fabricantes. Mantém unidades de negócios especializadas em infraestrutura, gerenciamento de serviços, cloud computing e segurança da informação, e investe na certificação e na capacitação de seus profissionais, para se destacar no mercado e prestar serviços que superem as expectativas de seus clientes.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo