Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Startups de SP, SC e PR superam 139 concorrentes e vencem desafio “Bring Your SaaS”

Startups de SP, SC e PR superam 139 concorrentes e vencem desafio “Bring Your SaaS”

Concurso promovido pela Meta Ventures tem como vencedoras as startups Dialog.ci (SP), O2OBOTS (SC), e Manfing (PR), que terão oportunidade de receber investimento milionário

A Meta Ventures, braço de venture capital da Meta, revelou nesta terça-feira (15) em evento online e aberto ao público, as startups vencedoras do desafio “Bring Your SaaS”. Foram elas: Dialog (SP), 1ª colocada; O2OBOTS (SC), 2ª colocada; e Manfing (PR) na 3ª posição. O concurso teve 139 negócios inscritos com participantes de 16 estados brasileiros e do Distrito Federal. Sete startups chegaram à final e as três que apresentaram maior potencial e sinergia com as unidades de negócios da companhia foram premiadas.

As vencedoras do desafio foram conhecidas depois de uma disputa de pitch transmitida ao vivo para empreendedores e interessados no ecossistema de inovação, onde os líderes das startups puderam evidenciar modelo de negócio, escalabilidade, impacto potencial e perfil das empresas. Um grupo de jurados composto por executivos de grandes companhias brasileiras, da Meta, e entidades representativas do segmento de startups, ficou responsável pela escolha.

Dentre as finalistas, também se apresentaram BITI9 - Business IT Innovation (SP), Cheap2ship (SC), GoLedger (DF) e Kondado (SP). Com a conquista, as três campeãs - Dialog.ci, O2OBOTS, e Manfing - terão a oportunidade de receber um investimento da Meta que varia de R$ 500 mil a R$ 1,5 milhão, se o negócio for fechado ao fim de uma série de validações com a investidora.

Todas também terão direito a participar de projetos estratégicos junto à base de clientes da Meta e receberão mentoria e treinamentos gratuitos. A primeira colocada no concurso participará ainda de uma imersão no ecossistema de inovação da região de Toronto, no Canadá, onde a Meta mantém unidade de negócios, além de participar, em junho, do Collision 2021, um dos maiores eventos mundiais do setor.

De acordo com Claudio Carrara, vice-presidente da Meta, a conclusão do desafio representa o marco de uma ideia que começou há cerca de dois anos, quando a empresa decidiu fortalecer sua presença no ecossistema de inovação, conhecendo os mercados de startups de Israel, Canadá e Alemanha, e que culminou na criação da Meta Ventures. “Passamos a olhar para a possibilidade de conquistar novas soluções não só pelo caminho tradicional de desenvolver competências e serviços através da contratação de profissionais, mas olhando para o mercado e acelerando esse processo ao agregar novas soluções por meio de investimento e conexão com startups. Nossa ideia não é só fazer investimentos, mas também impactar nesses novos negócios”, aponta.

Para Marcio Flôres, Head da Meta Ventures, a estratégia da empresa em apostar num desafio nacional para se aproximar do mercado de startups colocou a Meta em posição de destaque entre as companhias que promovem “open innovation”. Outro resultado positivo foi contribuir para revelar negócios promissores do tipo SaaS em todo o país nos segmentos B2B, B2G e B2B2C, num momento em que a Meta, com a sua capacidade de relacionamento, de entrega e expertise, conseguirá ajudá-las a se desenvolver.

“Nós montamos esse braço de Corporate Venture Capital, mas também trazemos uma visão de inovação aberta. Ou seja, temos o propósito de conectar as startups, mesmo que elas não estejam captando investimentos ou sendo investidas. Queremos fazer essa conexão das startups com os clientes da Meta, com as soluções e, principalmente, com nossos serviços de transformação digital, tudo isso alinhado com a ideia de promover crescimento humano com tecnologia. Nossa ideia é investir em quatro ou cinco startups ao ano”, destaca Flôres.

As vencedoras do “Bring Your SaaS” terão, a partir de agora, a chance de atuar e serem aceleradas pela Meta dentro do ecossistema de transformação digital da empresa, que possui forte presença nacional, com unidades em seis estados, além de negócios no Canadá e Estados Unidos. Hoje a Meta tem clientes em diferentes verticais como indústria, varejo, agronegócio, financeiro, infraestrutura, logística, mídia e tecnologia.

Desde 2019 a companhia já investiu R$ 3 milhões em startups de Big Data, Internet das Coisas e Marketplace e pretende investir R$ 20 milhões em negócios similares nos próximos quatro anos.

Jurados

O primeiro desafio “Bring Your SaaS” da Meta Ventures teve como jurados uma composição de líderes da Meta e profissionais gabaritados do mercado. Pela Meta participaram Luis César Verdi, Conselheiro; Claudio Carrara, VP; Telmo Costa, CEO; James Rocha, Diretor de Operações; e Marcio Flôres, Head da Meta Ventures. Como profissionais do mercado, julgaram as finalistas Carolina Morandini, da Wayra; Diego Gomes, da Rock Content; Gustavo Sperb, da ZenDesk; Agenor Leão, da Natura; Mateus de Abreu, da Randon; Rafhael Paulo, da BRF; Fábio Lins, do Banco Original; Marcelo Moraes, da Lear; e Giovana Serenato, do Sebrae.

O evento completo pode ser assistido pelo link.

Conheça mais sobre as vencedoras da primeira edição do “Bring Your SaaS”

1º lugar | Dialog.ci (São Paulo)

Do segmento B2B e em fase de tração, o Dialog.ci se apresenta como o “superapp do colaborador”, com uma solução mix entre uma rede social corporativa e um hub de soluções de RH. A plataforma visa ser uma solução de last mile da empresa usuária do APP com seus colaboradores, em que a corporação consegue destinar todos os comunicados de forma priorizada e segmentada para os funcionários, e, ao mesmo tempo, levar serviços aos usuários do sistema. Voltada para o mercado de Corporate, a startup já contempla 22 clientes nacionais de grande porte, dentre eles as redes Carrefour, Via Varejo e o SBT.

O “superaplicativo” consegue chegar a 100% dos colaboradores de uma empresa, mesmo no celular pessoal. Conforme Gabriel Kessler, CGO da Dialog.ci, 99% dos colaboradores das empresas hoje têm smartphones e estão dispostos a instalar um APP da companhia desde que o intuito seja o de engajar as pessoas, onde possam consultar holerite, benefícios de RH, e participar de ações de gamificação e prêmios, conforme interagem com conteúdo. “Nossa solução remove o ruído existente nas ferramentas de colaboração por não ter grupos (chats) entre as pessoas; tudo está atrelado a métricas que geram insights para as empresas tomarem decisões. Além disso, plugamos serviços externos e nos diferenciamos no mercado por ser ferramenta de comunicação empresa-colaboradores. Hoje fazemos parte do Cubo (São Paulo) e temos a melhor nota entre as plataformas deste nicho de mercado no Google Play”, afirma o empreendedor.

A Dialog.ci é uma solução que funciona em escala global, num mercado estimado de 1 bilhão de dólares e atua modelo de negócios de recorrência. Com crescimento consistente nos últimos anos, a startup deve fechar o ano com R$ 3 milhões em faturamento.

2º lugar | O2OBOTS (Santa Catarina)

Com modelo de negócio B2B, em fase de tração, a O2OBOTS é uma “máquina de vendas de seguros” que usa inteligência artificial para negócios via WhatsApp. Seguradoras, Bancos e Canais de Distribuição de Seguros contratam as soluções da startup para aumentar suas taxas de conversão.

A tecnologia é comandada por uma inteligência artificial chamada “Segurobot”, que consegue apresentar uma cotação de seguro de vida fazendo apenas uma pergunta para o cliente: a data de nascimento. Caso o usuário queira contratar o serviço, leva menos de 4 minutos usando o WhatsApp para concluir a operação e recebe a apólice de seguros direto no email. Além disso, quando a inteligência artificial não consegue fazer a venda online, o app entrega as oportunidades qualificadas para que os corretores possam recuperar a oportunidade comercial.

3º lugar | Manfing (Paraná)

A startup paranaense B2B tem operação dedicada a aplicar Inteligência Artificial no histórico de consumo de clientes, identificando quem são, a probabilidade de retorno, os produtos que mais compram e os adicionais que podem ser oferecidos pelas empresas a esses potenciais compradores. Com o propósito de fazer a previsão do momento certo de compra dos clientes, a empresa reúne informações processadas em algoritmos próprios. A startup também usa tecnologia de georreferenciamento, LGPD, e tem como diferencial a entrega entre 17% a 26% em assertividade nessas listas.

O negócio já tem hoje 15 clientes de grande porte e ajuda na recorrência e no aumento do ticket médio de compra e no faturamento dessas empresas. Em 2020, mais de 90 milhões de arquivos XML foram processados pela startup em sua base de clientes.

Sobre a Meta Ventures

A Meta Ventures é o braço de Venture Capital da Meta e nasceu com intuito de promover um Ecossistema de Inovação que conecta Startups, Investidores, Empresas, Parceiros, Universidades, Laboratórios de Pesquisa e a Sociedade. A empresa identifica startups com alto potencial de desenvolvimento de negócios em sinergia com a verticais da Meta.

Sobre a Meta

A Meta implementa soluções de tecnologia que aceleram os resultados no mundo digital, apoiando organizações e empresas a repensarem seus modelos de negócio. Planeja e executa projetos de transformação digital e ideias de ponta a ponta, por meio de consultorias estratégicas, desenvolvimento de softwares, sustentação de aplicações, além do licenciamento e implantação de tecnologias SAP, entre outros processos.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo