Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

A proteção de dados na nuvem

Por Marcos Farias*

A Lei Geral de Proteção de Dados (Lei nº 13.709/2018) finalmente entrou em vigor, no dia 18 de setembro de 2020, depois de muita discussão, adiamentos e indefinições. Seu objetivo é a proteção dos dados pessoais. Ela obriga toda empresa, pública ou privada, órgãos públicos e instituições de qualquer natureza que lidem com informações pessoais, no ambiente virtual ou físico, a pedir permissão para utilizar os dados e informar de que maneira eles serão usados.

Outro ponto importante é que, com ela em vigor, agora qualquer cidadão, titular dos dados pessoais, poderá questionar empresas ou órgãos públicos a respeito de como é feito o tratamento da sua informação pessoal e as companhias são obrigadas a fornecer. Assim, qualquer pessoa poderá questionar quais informações a empresa tem, bem como de que maneira estão sendo usadas e com qual objetivo.

As empresas que não cumprirem a lei serão punidas, recebendo multas de 2% do total de suas receitas, com possibilidade de chegar a até R$ 50 milhões por violação. Embora as sanções só entrem em vigor em agosto de 2021 e a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) ainda não tenha sido estruturada, o fato é que as empresas que ainda não se prepararam para a vigência da lei terão de fazê-lo para evitar sanções como multas nesse valor. E a lei determina que tanto controladores quanto processadores de dados são responsáveis por toda e qualquer informação pessoal que tenham coletado de usuários. Isto é, serão penalizados igualmente se não estiverem em conformidade com o que determina a lei. É a ANPD que vai fiscalizar o cumprimento da lei e aplicar as punições.

Em consequência, empresas que utilizam a tecnologia de nuvem também precisam tomar cuidados. Veja alguns passos para se proteger:

Cultura organizacional – é preciso mudar os procedimentos, redefinindo a governança de TI e as maneiras de gerenciamento de dados e de segurança para que haja proteção eficiente.

Provedor – é preciso escolher aquele que esteja em conformidade com a lei, oferecendo maior segurança para a proteção de dados.

Criptografia – trata-se de outro fator importante para conferir segurança na manipulação de dados pessoais. É fundamental que o provedor ofereça essa possibilidade.

Monitoramento – a nuvem permite monitoramento em tempo real de eventuais riscos, mas é preciso adotar essa prática.

Backup – é importante tornar rotineira a execução de backups para preservar arquivos em diferentes versões a fim de garantir que informações pessoais não sejam perdidas.

Gerenciamento de dispositivos – atualmente, uma organização possui desktops, notebooks e dispositivos móveis, que podem armazenar diferentes tipos de informações. Considerar a adoção de uma solução de gerenciamento (Mobile Device Management (MDM) por exemplo) é uma possibilidade, já que ela poderá reforçar a proteção de dados.

Estes são cuidados que certamente deixarão uma empresa ou qualquer entidade que manipule dados pessoais mais seguras em relação ao cumprimento da lei.

*Marcos Farias é CEO e sócio-fundador da Arki1, empresa de treinamento especializada em Google Cloud, certificada pela gigante do Vale do Silício, que em 2019 a escolheu como Google Cloud Authorized Training Partner of the Year na América Latina. .

Sobre a Arki 1

Fundada em 2016, a Arki 1 é uma empresa de treinamento especializada em Google Cloud, certificada pela gigante do Vale do Silício, o que torna “oficiais” os seus treinamentos. Seus clientes são companhias de grande e médio porte, muitas das quais dos setores fabril, financeiro, de saúde ou do varejo, que precisam treinar suas equipes para implementar ações que as ajudem a recuperar mais rapidamente o ponto de equilíbrio financeiro. Fornece seus treinamentos para organizações instaladas na América Latina ou mesmo de outras regiões, como Alemanha, Espanha, Inglaterra e Índia. Em 2020, foi premiada pelo Google com o prêmio Regional Authorized Training Partner of the Year 2019 para a América Latina.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo